Educação Financeira para Crianças

O maior tesouro que você pode dar para seus filhos é a educação. Na verdade, a maior contribuição que você pode deixar para a humanidade é transformar crianças em grandes homens e mulheres.

A educação financeira é parte importante da educação para a vida. As pessoas precisam desenvolver uma relação ética e saudável com o dinheiro, quando ainda são pequenas. Tudo começa dentro da sua casa. A sociedade que teremos no futuro depende da competência de pais e mães do presente.

Escrevi este artigo com base no material produzido pela Ana Paula Hornos que é autora de livros infantis que ensinam educação financeira para crianças.

Segundo a autora, existem 5 princípios básicos de educação financeira que você deve ensinar para seus filhos desde pequenos.

Principio da Gratidão:

Você não precisa ter tudo para ser feliz, mas você precisa amar tudo que tem para ser feliz. É fundamental que você desenvolva em você e nos seus filhos, o principio da gratidão.

Se você não é agradecido pelo que possui e por tudo que conquistou, você sempre se sentirá insatisfeito, sempre existirá um vazio dentro de você. Mesmo que você consiga comprar tudo que o dinheiro pode comprar neste mundo, continuará infeliz se não for capaz de se sentir grato.

A gratidão não se resume a agradecer por tudo que podemos comprar. Devemos ser gratos pela oportunidade de estarmos vivos. Devemos agradecer pela comida que temos na nossa mesa. Você deve se sentir agradecido até quando faz xixi, pois neste exato momento existem pessoas fazendo hemodiálise por sofrerem de insuficiência renal. Estas pessoas adorariam fazer xixi novamente sem depender de equipamentos.

A gratidão é fundamental para que você possa se sentir feliz e satisfeito com a vida. A falta de gratidão é um verdadeiro veneno que pode nos conduzir para um descontrole emocional e financeiro. Curtir e apreciar o que temos é mais importante do que cultivar desejos e amores por coisas que não temos. Isto não significa que você deva se acomodar. Gratidão e acomodação são duas coisas diferentes.

Você não precisa enriquecer para depois ser grato. A gratidão é que enriquecerá e dará sentido para cada degrau alçado. Você não precisa ter acesso a produtos e serviços sofisticados para ser grato. Todos estes conceitos podem ser passados para seus filhos e a melhor forma de começar é praticando na sua vida. A Ana Hornos recomenda um exercício diário de gratidão. Você deve perguntar para seu filho por três coisas boas que aconteceram durante o dia, antes dele dormir.

Principio do Cuidado:

Você deve ensinar para o seu filho que devemos ter cuidado pela posse e a propriedade dos bens. Isto inclui o respeito que devemos ter pela propriedade alheia e a propriedade pública. Isto está relacionado com ensinamentos de éticas, honestidade e respeito ao próximo. Ela dá como exemplo o cuidado que as crianças devem ter com os brinquedos que possuem. Devemos aprender a zelar pelo que é nosso e respeitar o que é do outro. Quando a criança pega um livro ou um brinquedo emprestado, este bem também deve ser cuidado já que pertence a outra pessoa. As crianças precisam aprender que os objetos possuem valor financeiro e também valor sentimental.

A criança que recebe este tipo de educação respeita o patrimônio público, respeita os bens do próximo e sabe que aquilo que é achado possui dono. Nada pior do que ensinar para seus filhos que o achado não é roubado. Quem acha alguma coisa precisa procurar o seu dono.

Devemos respeitar o que é do próximo para que o próximo possa respeitar o que é nosso.

Certamente o Brasil seria muito melhor se os pais dos políticos corruptos tivessem se preocupado em ensinar o principio do cuidado com a propriedade e bens alheios.

Principio da Paciência:

As crianças e os adultos precisam aprender a ter paciência. As pessoas deveriam ser educadas para que pudessem planejar a compra daquilo que desejam. Ao planejar você trabalham, poupa, investe e realiza seu objetivo de consumo com um custo menor do que aquele que não tem paciência.

Quem não sabe esperar, pede dinheiro emprestado para consumir agora, mesmo que isto comprometa boa parte da sua renda futura com o pagamento de juros. Você não vai querer que o seu filho gaste grande parte da vida trabalhando para pagar juros, para os outros, por não ter paciência.

Tudo tem seu tempo. Tudo precisa ser planejado. O dinheiro no tempo possui um custo. Você pode ganhar dinheiro se souber poupar e investir para depois comprar ou pode perder dinheiro se comprar financiado e ficar bastante tempo pagando juros para os outros.

Principio do Valor do Trabalho:

As crianças precisam aprender o valor do trabalho. Precisam saber que a melhor forma de ganhar dinheiro é através do trabalho útil e de valor que ela for capaz de oferecer para a sociedade. Dinheiro só tem valor se for ganho com honestidade, fruto de um trabalho bem feito.

Cuidado para não fazer com que o seu filho acredite que o trabalho é uma coisa chata e negativa. É muito comum ver pessoas frustradas com o trabalho que possuem e infelizes com suas profissões. Pessoas que trabalham naquilo que não gostam, transmitirem para os filhos a ideia de que trabalhar é quase como um castigo, um mal necessário, algo ruim que precisa ser feito para que se possa ter dinheiro no final do mês. Existem pessoas que comunicam para os filhos que trabalho é aquela coisa chata que precisa ser feita entre um fim de semana e o outro.

O trabalho não é um fardo, ele é uma graça. O trabalho dignifica as pessoas. Servir é a razão existencial de todos nós. Se você é infeliz trabalhando, o problema não está no trabalho, o problema está nas escolhas profissionais erradas que você fez no passado. Provavelmente você não trabalha com aquilo que gosta ou no que tem aptidão. Permita que o seu filho escolha a carreira que ele tem afinidade e não a carreira que é mais bem remunerada. Bons profissionais sempre são bem remunerados ou agraciados com boas oportunidades.

Principio da Doação:

Você também deve ensinar para os seus filhos o principio da doação. Não estou falando em doar dinheiro para uma casa de caridade. Isto também é doação, mas não se resume a isto. O tempo que dedico escrevendo artigos gratuitos para ajudar as pessoas que não sabem a importância de investir na própria educação financeira, é uma forma de doação. Esta doação faz bem para os outros e também para mim já que aprendo ensinando, divulgo o trabalho que desenvolvo e recebo a gratidão de todos quando o trabalho atinge o objetivo.

As pessoas se enganam ao acreditarem que doação se faz apenas com dinheiro. Doa dinheiro quem não tem nada mais valioso para doar ao próximo. Você também pode doar seu tempo e sua atenção que são igualmente valiosos.

A doação, a gratidão, o trabalho, a paciência e o cuidado que devemos temos pelo que é nosso e pelo que é do outro (ética) são a base para uma vida feliz. Estes tópicos estão mais relacionados com a educação financeira do que você é capaz de imaginar. Assista ao vídeo e compartilhe este artigo com seus amigos que possuem filhos.


Livros de Educação Financeira para Crianças (Grátis)

O Governo Federal, com patrocínio de grandes bancos como o Itaú, oferecem três livros de educação financeira para crianças que estão no ensino médio. São livros gratuitos, você pode baixar a versão para alunos e a versão para professores. Se a escola dos seus filhos não possui aulas de educação financeira, você pode dar estas aulas em casa. Baixe os livros acessando aqui.

By |23/12/2014|Categories: Enriquecimento|45 Comments

About the Author:

Leandro Ávila é administrador de empresas, educador independente especializado em Educação Financeira. Além de editor do Clube dos Poupadores é autor dos livros: Reeducação Financeira, Investidor Consciente, Investimentos que rendem mais, e livros sobre Como comprar e investir em imóveis.

45 Comments

  1. Alessandra 23 de dezembro de 2014 at 10:45 - Reply

    Leandro, parabéns por mais um artigo esclarecedor. Educação financeira é questão de hábito, de comportamento. E o exemplo é a melhor aula. Infelizmente, no Brasil, vemos poucas pessoas preocupadas em ter educação financeira. Na verdade, provavelmente, eles nem a tiveram quando pequenos. Imagine passar esse tipo de informação aos filhos.
    Obrigada pela sua doação.

  2. Fernando Montenegro 23 de dezembro de 2014 at 11:00 - Reply

    Olá Leandro, parabéns por mais esse artigo. Creio eu que um dos mais úteis. Não culpo meus pais por não terem me ensinado Educação Financeira, pois também não sabiam…contudo, não cometerei esse erro com meus filhos que, certamente, saberão desde pequenos a dar o DEVIDO valor ao dinheiro, para que não sejam adultos infelizes que perdem a saúde atrás de dinheiro e depois gastam dinheiro para recuperar a saúde.

  3. Lenir Brito de Sousa 23 de dezembro de 2014 at 11:40 - Reply

    Olá Leandro, parabéns por mais um artigo louvável, sou muito fã do seu trabalho, continue assim por favor.
    Aproveito para desejar a você e toda sua família um feliz Natal e um Excelente 2015.
    Grande abraço.

    • Leandro Ávila 23 de dezembro de 2014 at 12:04 - Reply

      Obrigado Lenir, também desejo um feliz Natal e um ótimo 2015 para você e para todos os leitores do Clube.

  4. Felipe 23 de dezembro de 2014 at 11:42 - Reply

    Leandro, mais uma vez parabéns pelo texto. Acho importantíssimo divulgarmos o bom hábito da educação financeira, principalmente em um mundo onde o consumismo nos é imposto. Eu gostaria de ler seus comentários a respeito do mercado de Forex. Tenho visto muitos cursos na internet, mas sua opinião a respeito seria de grande valia. Abraços

    • Leandro Ávila 23 de dezembro de 2014 at 12:03 - Reply

      Oi Felipe, eu não conheço corretoras brasileiras autorizadas pela CVM para captar e atender clientes que querem investir em Forex. As corretoras que existem não são brasileiras e os investidores não podem contar com as leis brasileiras e nem com os órgãos reguladores nacionais no caso de um problema. Forex é um mercado que existe e é uma coisa legal. O problema é que estas corretoras precisam ser autorizadas e fiscalizadas pela CVM. Os agentes no Brasil que representam corretoras estrangeiras oferecendo Forex, operam no país de maneira ilegal conforme dito pela CVM em uma cartilha que eles possuem. Para mais informações recomendo a leitura da cartilha http://www.cvm.gov.br/port/taxas/mercadoForex.pdf

  5. Ronaldo Chaveiro 23 de dezembro de 2014 at 11:54 - Reply

    Parabéns pelo artigo. Tenho estas preocupações e de fato é um grande desafio ensinar a uma criança o real favor do dinheiro. Mas todo sacrifício vale a pena. Obrigado.

  6. Luiz Fernando 23 de dezembro de 2014 at 13:16 - Reply

    Boa tarde Leandro. Seus artigos são sempre excepcionais! Mais como é difícil colocar em prática no dia a dia, principalmente quando somos rodeados de pessoas(esposa, família, amigos) que tem um pensamento completamente diferente, mas uma hora eu creio que chegarei lá. Muito obrigado por disponibilizar essas informações. Um grande abraço. Luiz Fernando

    • Leandro Ávila 23 de dezembro de 2014 at 13:36 - Reply

      Oi Luiz Fernando. Comece dando o bom exemplo. Os exemplos educam mais do que as palavras.

  7. Wagner Lazzari Ribeiro 23 de dezembro de 2014 at 14:08 - Reply

    Olá Leandro!Não existe dinheiro que pague o valor do conhecimento.Obrigado por mais esse ótimo arquivo!

    • Leandro Ávila 23 de dezembro de 2014 at 14:11 - Reply

      Oi Wagner, eu que agradeço por você acompanhar este projeto.

  8. Eraldo Sousa 23 de dezembro de 2014 at 15:46 - Reply

    Olá Leandro. Parabéns e obrigado por sua doação.

  9. Mayko 23 de dezembro de 2014 at 20:00 - Reply

    Olá Leandro. Antes de mais nada, parabéns pelo artigo. Recentemente li uma reportagem do estadão em que a “Associação dos Consumidores – Proteste” estava distribuindo gratuitamente um gibi que ensinava as crianças a gerenciarem suas mesadas. Acredito que tem tudo a ver com este seu artigo. Fica ai o link pra reportagem e pro site da associação para quem quiser pedir seu gibi.
    Artigo do Estadão: http://economia.estadao.com.br/blogs/no-azul/gibi-gratuito-ensina-crianca-a-lidar-com-a-mesada-e-poupar/
    Link do site para pedir o gibi: http://gibimesada.proteste.org.br/

  10. gabriela 24 de dezembro de 2014 at 8:24 - Reply

    Leandro, valiosos ensinamentos. Obrigada por me lembrar ! Meus pais, embora sem instrução superior educaram a mim e minha irmã com estes conceitos, a linguagem diferente mas com a mesma essência. Como sou grata por eles terem nos educado com estes princípios. Feliz Natal para vc e sua família e um 2015 com muitos ensinamentos sábios, continue com este belíssimo trabalho. Deus o abençoe.

    • Leandro Ávila 27 de dezembro de 2014 at 22:21 - Reply

      Obrigado Gabriela! Boas festas para você e sua família.

  11. Lara 24 de dezembro de 2014 at 8:56 - Reply

    Leandro, o seu trabalho tem diferencial: é sempre o primeiro a divulgar as novidades e sempre agrega dicas maravilhosas. Te agradeço por estar conosco. Faço votos de excelentes festas para você, sua família e para todos que acompanham o seu trabalho.

    • Leandro Ávila 27 de dezembro de 2014 at 22:20 - Reply

      Obrigado Lara, também desejo o mesmo para você e para sua família. Um abraço!

  12. Claudio 24 de dezembro de 2014 at 9:34 - Reply

    Caro Leandro

    Somos gratos a você pelos preciosos ensinamentos e pela doação de seu tempo.

    Um Feliz Natal a você é sua família.

    Abraços

    • Leandro Ávila 27 de dezembro de 2014 at 22:20 - Reply

      Obrigado Claudio, desejo o mesmo para você. Um abraço!

  13. Lia 24 de dezembro de 2014 at 10:49 - Reply

    Oi Leandro,
    Parabéns por mais um excelente artigo, e muito obrigada por compartilhar o seu conhecimento!

  14. Misael da Silva 24 de dezembro de 2014 at 18:45 - Reply

    Olá Leandro.
    Gostaria de parabeniza-lo por sua doação de conhecimento e amo ao próximo. Estarei praticando a cada dia estes dicas (pois fala de ensina as crianças) mas serve para jovens, adultos e meia – idade.
    Desejo um feliz Natal e próspero ano ano repleto de realizações.

    • Leandro Ávila 27 de dezembro de 2014 at 22:13 - Reply

      Obrigado Misael, desejo o mesmo para você e sua família. Um abraço!

  15. Andre 25 de dezembro de 2014 at 1:32 - Reply

    Muito bom Leandro. Se possível escreva sobre Fundos Imobiliários, principalmente o que observar para escolher em qual fundo investir, já que existem diversas opções. Muito obrigado.

  16. Laércio 25 de dezembro de 2014 at 12:14 - Reply

    Leandro,parabens por mas um artigo.Um excelente artigo educação financeira para criança,gostei muito.Abraço

  17. Luiz 26 de dezembro de 2014 at 9:44 - Reply

    Leandro.

    Muito bom. Tenho ne esforçado bastante para ajudar na educação financeira de meu filho, e esse artigo tem tudo a ver. Inclusive vejo os princípios como lições de vida, na qual a educação financeira é uma parte.

    Parabéns.

    • Leandro Ávila 27 de dezembro de 2014 at 22:01 - Reply

      Oi Luiz, parabéns por se preocupar com a educação do seu filho. Isto faz muita diferença. Educação financeira é apenas uma parte de tudo. Na verdade, tudo esta conectado.

  18. Bernardo 27 de dezembro de 2014 at 10:45 - Reply

    Obrigado por compartilhar esse artigo! Certamente pais que seguirem esses princípios e ensinarem a seus filhos desde pequenos, serão mais felizes e os farão mais felizes e saudáveis, pois boa saúde financeira está ligada a uma boa saúde corporal, com menos stress, muitas vezes causado por dívidas e preocupações. Ensinarei a meus futuros filhos com certeza, para que eles também possam ensinar a meus netos. Com certeza que não me culparão por não terem recebido educação financeira

    • Leandro Ávila 27 de dezembro de 2014 at 21:25 - Reply

      Olá Bernardo. Eu também acredito que todas as áreas da nossa vida estão conectadas. Uma interfere na outra. Parabéns por se preocupar com a educação dos seus filhos.

  19. Fulgêncio Bomtempo 29 de dezembro de 2014 at 14:50 - Reply

    Parabéns pelo artigo Leandro! Realmente são pilares muito fortes para a boa Educação Financeira das crianças, e também para os pais. Pois esses também precisam se educar para então educarem pelo exemplo.

    Compartilho no meu blog “5 Dicas de Educação Financeira Infantil” para os pais começarem a abordar esse tema com seus filhos.
    Abraço!

  20. Frank 5 de janeiro de 2015 at 12:20 - Reply

    Excelente matéria.

  21. José Ailton 6 de janeiro de 2015 at 6:48 - Reply

    Valeu, Leandro. comecei o ano com um artigo (mais um ) simples e objetivo.

    Obrigado

  22. Ellen 21 de junho de 2015 at 8:26 - Reply

    Olá! Sou babá por escolha e vocação e estava à procura de material simples, prático e bem embasado para auxiliar na educação dos dois pequenos que ajudo a educar. Achei! Obrigada por partilhar ! Seu texto é claro, verdadeiro e será daqui para frente minha referência. Estou encaminhando o link aos pais e marcarei uma reunião para aprimorarmos no assunto.
    Sinta-se orgulhosamente realizado:você, com certeza, estará impactando positivamente e para toda a vida mais cinco pessoas!
    Sou grata!

Leave A Comment

Share this

Compartilhe com um amigo