Pesquisar Melhores Investimentos: Aplicativo Gratuito


Vou compartilhar com vocês uma forma rápida e fácil para descobrir os bancos que estão oferecendo as melhores taxas de juros em investimentos de renda fixa como LCI, LCA, CDB e outros títulos emitidos privados como debêntures, CRA, CRI, Letras de Câmbio, RDB e FIDC.

Já mostrei, em outro artigo, como consultar investimentos com maior rentabilidade através do seu computador. Agora vou mostrar como fazer a mesma coisa através do seu smartphone em qualquer lugar.

Vou mostrar como funciona o aplicativo gratuito chamado “Renda Fixa e Tesouro Direto”. Ele pode ser baixado no Google Play. Se você possui produtos da Apple pode baixar no App Store. O aplicativo foi desenvolvido pelo Francis Wagner que possui um site chamado rendafixa.rocks.

Ele funciona como um sistema de pesquisa de preços. Da mesma forma que você utiliza aplicativos para pesquisar produtos vendidos na internet, hotéis e passagens aéreas, agora poderá pesquisar os investimentos de diversos bancos acessíveis através das principais corretoras do Brasil.

Antes da existência deste tipo de serviço, somente clientes de cada corretora podiam ver as opções de investimento disponíveis (dentro de uma área restrita). Agora, com todas estas informações concentradas em aplicativos e sites, o trabalho de pesquisa do investidor ficou mais fácil. Você economiza tempo.

Felizmente, temos desenvolvedores criando soluções, gastando dinheiro do próprio bolso e trabalhando para ajudar os pequenos investidores. É uma forma de doação, de ajuda ao próximo. Por isto, eu acho importante reconhecer e divulgar estes pequenos projetos.

O aplicativo do Francis faz consultas periódicas (não sei com qual frequência) nos sites das corretoras: Ativa, Clear, Daycoval, Easynvest, Guide, Intermedium, Omni, Órama, Planner, Rico, Socopa, Sofisa Direto, Spinelli, Tov, UM Investimentos, Walpires, Wintrade e XP Investimentos. Se você não tem corretora, escrevi um artigo ensinando como escolher.

O sistema coleta e fornece informações sobre: CDB, LCI (Letras de Crédito Imobiliário), LCA (Letras de Crédito do Agronegócio), LC (Letras de Câmbio), Debêntures, Debêntures Incentivadas, CRA, CRI, FIDC e RDB de diversos bancos. Você não precisa ter conta nestes bancos, basta ter conta em uma corretora que trabalhe com estes bancos. No caso dos títulos públicos, o aplicativo coleta dados no Tesouro Direto.

Isso cria um ambiente de concorrência muito saudável. Informação é a matéria prima para uma boa decisão. Informação livre é a base da livre concorrência. Só quem ganha com a concorrência entre corretoras e bancos é o pequeno investidor. Só quem perde com a concorrência são os bancos e as corretoras que não conseguem oferecer bons produtos.

Agora vamos conhecer o aplicativo por dentro. Aqui é a primeira tela.

Você não precisa conectar no Facebook para utilizar o aplicativo. Basta clicar em “Não, Obrigado” para entrar.

A primeira tela mostra as taxas e preços dos títulos públicos. Eles estão separados por suas categorias: Indexados ao IPCA (inflação), Prefixados e indexados pela Selic. Para o iniciante, os nomes dos títulos parecem estranhos (já foi pior). É uma questão de costume. Exemplo: O título Tesouro IPCA+ 2019 (NTN-B Princ) é um título que corrige o valor investido pela inflação acumulada até 2019. Você também receberá uma taxa fixa de juros que, no exemplo acima, seria 7,06% ao ano. Se você clicar sobre o nome de qualquer título verá uma lista com os últimos preços e taxas que foram oferecidas pelo Tesouro Direto no passado. Veja na figura abaixo.

Todos os dias o preço de cada título e sua taxa sofre no mínimo 3 atualizações. O Tesouro Direto utiliza como base as negociações de compra e venda de títulos que os bancos e as instituições financeiras fazem no mercado secundário, onde negociam títulos já emitidos. É por isto que em momentos de grande tensão na economia, os preços e as taxas dos títulos Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado podem sofrer grandes variações durante o dia.

Para saber mais sobre títulos públicos, visite os artigos que já escrevi sobre Tesouro Direto. Conheça cursos que eu recomendo e assista o vídeo abaixo criado pelo próprio Tesouro para uma rápida introdução:



Agora vamos conhecer as taxas de outros investimentos:

Veja na figura acima que existe um menu que você pode ativar teclando no símbolo do canto superior da tela, como mostrei a figura. Este menu permite selecionar os investimentos que podem ser listados no aplicativo. Vamos clicar em “LCI” para ver a tela abaixo:

O aplicativo listou diversos títulos LCI que podem ser comprados através de diversas corretoras. O aplicativo mostra qual é o banco que emitiu a LCI, a taxa de juros que está sendo oferecida, o valor mínimo necessário para investir em cada LCI e a quantidade de dias até o vencimento do título. Minha sugestão para o desenvolvedor do aplicativo seria mostrar a data de vencimento e os dias. No caso de títulos onde existe cobrança de IR sobre o rendimento, como é o caso do CDB, seria interessante mostrar qual seria a alíquota do IR até o vencimento com base nessa tabela aqui:

Se você não sabe se é melhor investir em LCI e LCA, que são isentas de Imposto de Renda, ou se seria melhor investir em CDB, conheça essa planilha que calcula a rentabilidade líquida do CDB (já descontando o IR) para que você possa comparar com as taxas da LCI e LCA. Visite aqui para baixar a planilha gratuita.

Termino agradecendo o Francis e todos os desenvolvedores e autores que dedicam tempo criando serviços e conteúdo para ajudar as pessoas. Em breve pretendo escrever sobre outros aplicativos e outros sites que utilizo.

Para você que ainda vive limitado na Caderneta de Poupança, que não se interessa por outros investimentos de renda fixa, recomendo esse vídeo do Conrado Navarro (autor do blog Dinheirama e autor de livros sobre educação financeira). Existe algumas coisas que você precisa saber sobre a poupança.



By |05/10/2015|Categories: Ferramentas|76 Comments

About the Author:

Leandro Ávila é administrador de empresas, educador independente especializado em Educação Financeira. Além de editor do Clube dos Poupadores é autor dos livros: Reeducação Financeira, Investidor Consciente, Investimentos que rendem mais, e livros sobre Como comprar e investir em imóveis.

76 Comments

  1. Leonardo 5 de outubro de 2015 at 7:52 - Reply

    Leandro, já está baixado aqui no meu celular…Como sempre
    … Parabéns pelos posts. Gostaria de uma opinião sua. Qual sua opiniao sobre fundos de investimento renda fixa. Investi um dinheiro num Fundo de investimento que paga uns 96 a 97% da CDI e tem taxa de administração de 0,7% a.a. Será que investi bem? Eu queria migrar para o TD mas agora tem que esperar o IR.

    • Leandro Ávila 5 de outubro de 2015 at 8:52 - Reply

      Oi Leonardo. Você precisa entender como funciona os fundos e como funcionam os títulos. No fundo você tem a taxa de administração, nos títulos você tem a taxa da BMF&BOVESPA e a taxa da corretora (caso ela cobre a taxa). Ai você já tem uma coisa para comparar. No fundo você tem o come-cotas, já escrevi sobre isso aqui. Nos títulos públicos você tem cobrança de IR, mas isso só ocorre no vencimento. Nos fundos você tem maior liquidez, pode sacar seu dinheiro sempre que precisar e por isto é uma boa opção para reserva de emergência. No caso dos títulos, se for um título IPCA+ ou Prefixado, existe o risco de perdas se você não esperar até o vencimento, ou seja, se desistir do título no meio do caminho em um momento não favorável. Se for um momento favorável o efeito é o contrário, você pode ter rentabilidade acima do que foi prometido. E por ai vai, são muitas características que você precisa conhecer para tomar decisões com base na sua necessidade. Como falei neste artigo aqui, não existe investimento perfeito.

    • renata 5 de outubro de 2015 at 14:56 - Reply

      Leonardo, permita-me dividir com vc minha experiencia com fundos. Apliquei em FII na CEF e só tive prejuizos pois para o gerente, na epoca, era o bom conselho que ele tinha. Ja se passaram oito anos e so perdi, principalmente com o “come-cotas” e a desvalorizaçao do papel – Vale e Petrobras.
      talvez compense vc pagar o IR agora, mesmo que mais alto, antes de correr o risco de perder seu capital.
      ha cerca de um ano “descobri” o Leandro Avila e so tenho aprendido mais a cada dia, tanto que agora posso dividir isso com vc e com todos. Leandro, sou eternamente grata a vc por sua disponibilidade em nos ajudar sempre, sem interesses. Abraços. Renata

  2. Reynario Prado Nunes 5 de outubro de 2015 at 8:37 - Reply

    Vlw por essa dica, já instalei o aplicativo no celular. Vai ser uma boa ajuda para escolher as aplicações em renda fixa.

  3. Fernando 5 de outubro de 2015 at 8:58 - Reply

    Leandro, bom dia!

    Ontem você postou sobre como investir em Tesouro Direto IPCA+, inclusive coloquei um comentário, porém hoje não está mais, houve algum problema?

    Um grande abraço.

    • Leandro Ávila 5 de outubro de 2015 at 9:02 - Reply

      Oi Fernando. Aquela publicação foi um erro. Estou reformulando o artigo que escrevi sobre como investir em NTN-B Principal (veja ele aqui). Como o título mudou de nome e por isto resolvi reescrever o artigo. Ele não está pronto, vai levar um tempo para ficar pronto. Acabei publicando o rascunho sem querer.

      • Peter 10 de outubro de 2015 at 10:52 - Reply

        Leandro. Tenho uma duvida complicada. Veja bem. Vc sabe que existem títulos pós fixados , como a NTB, que pagam um valor de juros + um outro valor atrelado a algum índice de inflação. Pois bem. Estava na argentina esses dias e vi claramente que o governo manipula os índices de inflação daquele pais. Mas é um negocio feito de forma escancarada mesmo..

        http://www.clarin.com/br/Inflacao-argentina-governo-foi-economistas_0_1287471513.html

        Partindo desse principio.. Será q os títulos públicos que tem valores atrelados a algum índice Não seriam pouco confiáveis.. Não estou falando de calote em si, pois como os títulos sao emitidos em moeda local. E mole do governo pagar.
        Mas vamos partir do seguinte principio. Eu compro uma NTN-B. Daqui a alguns anos a Cristina Kirchner se elege presidente do Brasil. Ela manipula o IBGE e faz com q o IPCA oficial seja 5%.. Mas na verdade o índice real seja 15%. Na hora de pagar os credores, ela vai pagar conforme o índice maquiado dela q ela inventou.. Dai o prejuízo será grande. Nesse caso não seria mais confiável comprar um titulo pós fixado a selic? Pois acho q ela não tem como manipular a selic..

        Eu falo isso pq la e tudo manipulado.. O cambio do banco de la nacion argentina e um e o real e outro. E tanto q ate na televisão aparece o cambio negro chamado de “blue”.

        http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/vasto-mundo/argentina-a-mentira-da-inflacao-oficial-e-outros-contos-do-vigario-do-governo-cristina-kirchner/

        Será q isso e ima viagem minha ou será q isso pode acontecer?

        • Leandro Ávila 11 de outubro de 2015 at 7:36 - Reply

          Oi Peter. Essa distorção já acontece. Você já viu quais são os produtos avaliados pelo IBGE para calcular o IPCA? Você vai logo perceber que se você é vegetariano e o preço da carne faz o IPCA disparar naquele mês, isto não significa aumento no custo de vida para você. A sua inflação pessoal é diferente da média da inflação nacional calculada pelo IPCA. Inclusive você pode “manipular” a sua inflação quando deixa de comprar onde é mais caro ou deixa de comprar uma determinada marca de produto mais cara. Se você comprar Tesouro Selic, vai continuar sofrendo os efeitos da inflação. Na Venezuela a taxa selic deles é de 20,89% enquanto a inflação oficial é de 68.50%, por também ser um país onde a população vota em governantes populistas, a inflação real deve ser bem maior que 68.50%. Se você é pessimista, pode imaginar situações ainda piores. Imagine se a população brasileira perde o juízo e elege um presidente do PSOL, que abertamente defende o calote da dívida, ou seja, não pagamento de quem emprestou dinheiro para o governo através de títulos públicos. Eles também são contra o sistema financeiro, defendem o fim do sistema da forma que ele existe hoje. Em uma situação como esta nossa moeda perderia o valor drasticamente. Se o objetivo é pensar o pior, a imaginação não tem limites. Existem pessoas que acreditam que nos próximos anos o sistema financeiro mundial irá entrar em colapso, estas pessoas estão neste momento estocando comida. É impossível prever quem serão nossos governantes no futuro ou prever se o mundo que conhecemos hoje será o mesmo no futuro.

          • Peter 15 de outubro de 2015 at 1:10

            Obrigado Leandro. Como forma de agradecimento pelas dúvidas tiradas, eu estou divulgando seu blog para amigos e parentes. Grato pela atenção

          • Leandro Ávila 15 de outubro de 2015 at 8:45

            Obrigado por divulgar Peter.

  4. Fernando 5 de outubro de 2015 at 9:32 - Reply

    Leandro,
    obrigado pelo retorno,você observou sobre meu comentário a respeito das planilhas de calculo?

    Um grande abraço.

    • Leandro Ávila 5 de outubro de 2015 at 9:41 - Reply

      Oi Fernando, não vi os comentários que fizeram no rascunho. Quando o artigo estiver pronto será publicado com os comentários.

  5. Fernando 5 de outubro de 2015 at 9:46 - Reply

    Leandro,
    Nas planilhas para cálculos do NTN-B , Tesouro IPCA+ não bate com a calculadora do Tesouro, notei que que na sua planilha não consta no calculo do IR a taxa de custodia de 0,30% e a taxa da corretora.
    Já na calculadora do tesouro consta?
    Qual seria o correto?

    • Leandro Ávila 5 de outubro de 2015 at 10:03 - Reply

      Olá. A planilha possui o campo onde você pode digitar a taxa da corretora. A taxa de 0,30% é calculada na parte inferior da planilha, inclusive ela indica quanto você pagará de taxa. Podem existir diferenças entre os resultados da calculadora do tesouro direto já que eles utilizam um padrão de número de casas decimais que são considerados nos cálculos e provavelmente possuem uma maior precisão ao determinar quantos dias úteis existem entre a data de compra e venda do título. A planilha serve apenas como uma opção para quem deseja estudar os cálculos que são feitos.

  6. Rafael 5 de outubro de 2015 at 10:24 - Reply

    Leandro, Parabéns mais uma vez pelo artigo.
    Obrigado pelas dicas!
    Minha gerente me propôs adesão a um CDB automático para o dinheiro que às vezes fica parado na conta corrente (enquanto analiso o melhor investimento – ando investindo em tesouro direto, basicamente). Será que pode existir algum tipo de armadilha nessa oferta de CDB automático, mesmo não havendo, em tese, taxa de administração?

    • Leandro Ávila 5 de outubro de 2015 at 11:56 - Reply

      Oi Rafael, você deve solicitar para ela as regras por escrito. Só assim você saberá o que ela está tentando te oferecer.

  7. Aline Lavorato 5 de outubro de 2015 at 10:59 - Reply

    Utilizo o aplicativo do Francis, e tem me ajudado muito a tomar decisões e ver o histórico das taxas. Ótimo aplicativo

  8. Tiago Bueno 5 de outubro de 2015 at 11:18 - Reply

    Bom dia Leandro!

    Como sempre nos trazendo informação de qualidade e de interesse coletivo! Parabéns!

    Gostaria de saber se vc já tem alguma novidade sobre aquele projeto do grupo que estava pensando em criar para os mais interessados em educação financeira?

    Estou ansioso para participar.

    Forte abraço!

    • Leandro Ávila 5 de outubro de 2015 at 11:58 - Reply

      Oi Tiago, eu ainda estou estudando a viabilidade daquele projeto. Ainda estou estudando como ele pode ser feito sem comprometer o tempo que dedico ao projeto gratuito que é o Clube dos Poupadores.

  9. André 5 de outubro de 2015 at 11:19 - Reply

    Bom dia, Leandro!
    Me perdoe, li todo o artigo, mas não vi o nome do aplicativo, poderia me passar? Desde já grato.

    • Leandro Ávila 5 de outubro de 2015 at 11:58 - Reply

      Oi André. O nome está no artigo. Se chama “Renda Fixa e Tesouro Direto”. Também existe o link para o Google Play e App store.

  10. Thiago 5 de outubro de 2015 at 11:43 - Reply

    Estou baixando o aplicativo. A ideia parece muito boa. Obrigado pela recomendação!

  11. Misael da Silva 5 de outubro de 2015 at 12:30 - Reply

    Muito obrigado por compartilhar mais essas ferramenta, para os pq e medio investodores.

  12. civi 5 de outubro de 2015 at 15:18 - Reply

    fundos DI são que tipo de aplicação?

    • Leandro Ávila 6 de outubro de 2015 at 9:00 - Reply

      Fundos DI são Fundos de Investimento que aplicam o seu dinheiro em títulos indexados pela taxa Selic. É o fundo mais conservador.

  13. Joanatan 5 de outubro de 2015 at 19:59 - Reply

    Ola Leandro.parabens amigo,voce é abençoado,e vai longe com seus projetos,se Deus quiser.

  14. WALTAIR MARCAL 5 de outubro de 2015 at 23:50 - Reply

    Boa noite Leandro
    Sou grato a você, aprendi muito. Gostaria de saber de você sem compromisso se valeria apena trocar NTNF21 comprado em 2011 com valorização media de 58% por Debentures pagando IPCA + 7,8% para diversificar minha carteira pois estou bem aplicado nos títulos do Tesouro.

    Obrigado

    • Leandro Ávila 6 de outubro de 2015 at 5:21 - Reply

      Oi Waltair, eu não gosto de responder este tipo de pergunta, pois estimula outros leitores a me perguntarem onde e como devem investir, quando é justamente isso que tendo combater aqui no Clube dos Poupadores com o você pode ler aqui. Antes de tomar decisões você precisa entender a natureza de cada investimento. Debêntures é um investimento de risco, não existe proteção do FGC, muitas empresas que estão oferecendo ótimas debêntures são da área de infraestrutura e construção, algumas envolvidas direta ou indiretamente nos escândalos de corrupção investigados pela Lava-jato. Se você investir em uma empresa dessas e estas operações prejudicarem a empresa e ela fica com dificuldade de pagar seus credores, você terá problemas. Então, você deve comparar a taxa que você recebe da debêntures e a taxa que recebe do Tesouro Direto e verificar se a diferença compensa um risco maior de ter problemas, por se tratar de ser um título de empresa privada, por ser um empréstimo que não tem proteção do FGC. Se você acredita que a rentabilidade compensa o risco, então o investimento é bom para você. Se o seu vizinho acredita que a rentabilidade não compensa comparando com outras modalidades, então o investimento não é bom para ele.

  15. Eduardo 6 de outubro de 2015 at 1:45 - Reply

    Otimo essa matéria. Mais uma vez parabéns.
    Pergunta:
    Tenha uma LCI de 100mil reais faz 1 ano ja rendeu 12 mil reais o prazo é ate 2017 com resgate antecipado.
    Eu poderia tirar os 12 mil dos juros jà que nâo rende nada, pois o calculo é feito sobre os 100mil todo mês, e comprar um cdb?

    Obrigado

    • Leandro Ávila 6 de outubro de 2015 at 5:15 - Reply

      Olá Eduardo. Sua LCI rende diariamente e não é sobre 100 mil, é sobre os 100 mil e os juros que você já recebeu (juros compostos). Desta forma, você tem 112 mil rendendo uma taxa diária equivalente a uma taxa anual que provavelmente é um percentual do CDI.

  16. Fernando 6 de outubro de 2015 at 8:01 - Reply

    Leandro,bom dia
    Você saberia me informar se o Tesouro costuma disponibilizar mais datas para tesouro com juros semestrais?
    Para receber juros com objetivo de aposentadoria, hoje por exemplo os anos mais próximos só tem disponível 2020 e 2025,os demais dependendo da idade da pessoa fica inviável.

  17. Bernardo 6 de outubro de 2015 at 13:49 - Reply

    Olá Leandro,
    parabéns e obrigado mais uma vez!
    É muito bom poder comparar os preços de mercado dos títulos, que bom que temos mais esta ferramenta.
    Indo um pouco além gostaria que você falasse um pouco sobre valor do título (especialmente NTN-B principal)… que é mais profundo que preço. Sabendo quanto “vale” determinado título podemos tomar melhor decisão de compra ou venda.
    Minha dúvida é a seguinte: se tomarmos o valor do primeiro dia de oferta da NTN-B, sua respectiva taxa (naquela data) e a inflação do período (até a data atual) podemos calcular quanto ele deveria estar valendo hoje?
    Por exemplo: qual seria o preço de 1 título da NTN-B que começou a ser vendida em 10/03/2010, a uma taxa de 6,25% por R$414 se a sua data de vencimento fosse exatamente hoje?
    Gostaria de estar discutindo essas dúvidas na área restrita. 😛
    Boa sorte com sua análise de viabilidade!
    Bernardo

    • Leandro Ávila 6 de outubro de 2015 at 20:37 - Reply

      Oi Bernardo. Você encontrará a metodologia para calculo de preço neste documento aqui. O histórico pode ser encontrado aqui. Eu não vejo muita utilidade em fazer este tipo de acompanhamento, pois na pratica mesmo, se a pessoa pretende vender o título antecipadamente vai acabar recebendo a cotação que aparece diariamente aqui. Não temos como prever o IPCA futuro, mas podemos verificar o passado. Essa ferramenta aqui do BC é interessante.

      • Bernardo 6 de outubro de 2015 at 22:51 - Reply

        Leandro, obrigado pela indicação dos links.
        Realmente a análise feita desta forma não tem utilidade para o caso de venda antecipada do título.
        Mas e se estivermos analisando a possibilidade de compra e retenção até a data de vencimento, a defasagem entre o valor ideal e o preço real não seria um bom indicador para compra? Afinal o título tem que voltar para a linha “ideal” no fim de seu prazo, correto?

        • Bernardo 6 de outubro de 2015 at 23:14 - Reply

          Por exemplo para a ntn-b principal com vencimento em 2035 o valor “ideal” para hoje seria algo em torno de R$772. Neste caso ela está “barata” pois seu preço real (ou de mercado) no site do tesouro neste momento o é de R$691.

        • Leandro Ávila 8 de outubro de 2015 at 6:56 - Reply

          Oi Bernardo. Sabendo por quanto você comprou o título e quanto o Tesouro está oferecendo para você desistir do título hoje é possível saber se a venda antecipada será ou não vantajosa. Se for um título Tesouro Prefixado, você já sabe qual será a taxa de juros fixa, já sabe que na data final do investimento você receberá R$ 1.000,00 pelo título. Com isso fica fácil fazer a comparação. O problema é quando estamos falando de títulos que possuem um componente pós-fixado. Em todo investimento pós-fixado você só saberá se o investimento foi bom ou ruim na data de vencimento. No caso de um Tesouro Selic é impossível saber quais serão as taxas Selic até o vencimento. O que você pode fazer é chutar uma taxa média e fazer uma simulação lá no site do Tesouro. No caso do Tesouro IPCA+ você sabe qual será sua rentabilidade fixa anual, mas não sabe qual será o IPCA no futuro. A única certeza que tem é que mantendo o título você receberá aquela taxa acima da inflação, não importa qual será a inflação medida entre a compra e o vencimento do título. Já para tomar decisões entre vender ou não o título antecipadamente, basta olhar quanto você pagou pelo título, quanto o tesouro está pagando para a venda antecipada e calcular qual foi a rentabilidade entre a compra e a venda antecipada.

  18. Eduardo 6 de outubro de 2015 at 19:04 - Reply

    Leandro, boa noite !

    Parabéns pela matéria de grande valor, pesquisando no seu site não encontrei nenhum artigo que fale de investimentos para recém nascidos, me perdoe caso não tenha encontrado.

    Atualmente quais produtos você indica como investimento para crianças, tenho em mente o resgate somente completados 18 anos.

    Grande abraço!
    Eduardo

  19. Fellipe Castro 6 de outubro de 2015 at 22:53 - Reply

    Leandro, passei só pra agradecer. Estou há umas duas semanas fazendo imersão no seu blog. Já aprendi muita coisa. E sempre que abro, vejo algo bom, que me ajuda, cono foi esse post. Comecei a investir no TD por influência sua, e já estou fazendo o curso do Eduardinho. Cara, muito obrigado. Espero que este blog continue no ar por muito tempo!

    • Leandro Ávila 7 de outubro de 2015 at 4:46 - Reply

      Obrigado Fellipe, parabéns por imergir nesses assuntos. Vai ser muito bom para o seu futuro.

  20. Emilio 7 de outubro de 2015 at 10:04 - Reply

    Leandro, mais um excelente artigo. Ótima dica de site.
    Existe uma série de blogs e sites com informações sobre investimentos, porém muito poucos com a qualidade das informações que você disponibiliza gratuitamente.
    Parabéns.

  21. Ygor Martins 9 de outubro de 2015 at 13:06 - Reply

    Oi Leandro, gostaria de saber como você faz pra aparecer essa explicação quando passamos o mouse por cima de determinadas palavras. Estou montando um blog técnico sobre futebol americano e preciso desse recurso pra facilitar o aprendizado da galera. Obrigado pelos CdP, ele mudou a minha vida.

    • Leandro Ávila 9 de outubro de 2015 at 14:24 - Reply

      Olá Ygor. Procure no Google por CM Tooliop Glossary.

      • Ygor Martins 9 de outubro de 2015 at 15:04 - Reply

        Muito obrigado, ajudou demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 😀

  22. Fernando 12 de outubro de 2015 at 11:58 - Reply

    Prezado Leandro,

    Você tem me ajudado muito com suas publicações,tenho aprendido muito,inclusive estou fazendo cursos do Tesouro direto com sua indicação e está sendo muito bom.
    Tenho uma dúvida em relação a fundos,não consegui localizar nenhuma informação se estes papeis tem garantia do FGC.
    E também gostaria de saber se você tem uma planilha para calcular a rentabilidade destes títulos,semelhante a do CDB.

    • Leandro Ávila 15 de outubro de 2015 at 8:49 - Reply

      Oi Fernando. Fundos não possuem garantia do Fundo Garantidor de Créditos. Quando você compra cotas de um fundo não está emprestando seu dinheiro. Você está unindo seu dinheiro com o dinheiro de outros investidores para que seja administrado por uma empresa que vai tomar as decisões sobre como investir o dinheiro seguindo regras. Os fundos já divulgam a rentabilidade, você só precisa descontar o IR.

  23. Wanessa 15 de outubro de 2015 at 11:31 - Reply

    Prezado Leandro,

    Obrigada pelas informações postadas aqui, elas demonstram enorme valia na administração de nossos investimentos (principalmente Tesouro Direto).
    Se possível, gostaria de sanar uma dúvida com você.
    Tenho interesse em investir meu salário em algum investimento com rentabilidade diária, que permita que eu saque em menos de um mês, para que o dinheiro não fique parado.
    Havia conversado com minha gerente sobre o Fundo Referenciado Di Plus Estilo.
    Você recomendaria esse fundo, ou pode aconselhar outro investimentos com remuneração diária?
    Obrigada!

    • Leandro Ávila 18 de janeiro de 2016 at 2:31 - Reply

      Oi Wanessa. Todos os investimentos que conheço em renda fixa que permitem investir por menos de 30 dias cobram IOF. Quanto menor o prazo maior o IOF. Os fundos são um exemplo onde existe a cobrança de IOF e isto acaba fazendo o dinheiro ter uma rentabilidade muito baixa. De qualquer forma pode ser melhor do que nada.

  24. Tiago Bueno 16 de outubro de 2015 at 10:34 - Reply

    Leandro, bom dia!,

    Gostaria de saber sua opinião sobre como seguir carreira nesse universo. Sua opinião seria de grande valia. Como poderia conversar sobre esse assunto com vc?

    Forte abraço!

    • Leandro Ávila 16 de outubro de 2015 at 14:24 - Reply

      Oi Tiago, não tenho nenhuma dica especial sobre isso. O que faço e recomendo é estudar. Já faz algum tempo que todos os meses invisto em livros e cursos de autores independentes. O dinheiro que gastei em cursos formais de grandes instituições foi tempo e dinheiro jogado no lixo. Eles só entregam teoria de forma pouco didática e um bonito diploma no final do curso. O que você vai encontrar nestes cursos é o diploma, que não deixa de ser importante. Teoria você encontra nos livros. Já experiência você encontra entre os autores que aprendem fazendo. Nesta página aqui eu recomendo alguns cursos.

      • Tiago Bueno 16 de outubro de 2015 at 16:16 - Reply

        Obrigado pelas informações!

        Abçs!

  25. Antonio Silva 1 de dezembro de 2015 at 7:19 - Reply

    Olá Leandro, bom dia!
    Sou iniciante neste assunto. Pretendo iniciar um bom investimento em 2016. Então comecei a pesquisar e me deparei com este material de sua autoria. Fiquei surpreendido com a sua boa vontade de ajudar. Tenha muita convicção será muito útil em minha longa jornada que está apenas começando….muito obrigado.
    Um forte abraço.

  26. waive 16 de janeiro de 2016 at 19:10 - Reply

    Boa noite leandro.Parabens por nos ajudar sempre.Desculp a minha ignorancia,mas estou com duvidas sobreo aplicativo.Pelo q entendir quem baixar esse aplicativo ,nao precisa ter cont corrent. P comecar a comprar titulos publicos?”Desde de ja agradeco um fort abeaci.

  27. Viviane Matos 1 de fevereiro de 2016 at 6:50 - Reply

    Bom dia, Leandro

    Sempre indicando conteúdos de altíssimo nível.

    Conheci a Empiricus, através de seus artigos e hoje sou assinante da casa e agora com essa indicação de app já fiz o download no meu celular.

    Obrigada……

  28. Loenardo Azevedo 29 de fevereiro de 2016 at 14:26 - Reply

    Boa tarde Laandro!

    pode me dar uma opinião…lá vai:

    Pois bem, pensando em ganhar e proteger meus investimentos, numa situação de possíveis 25% de inflação…(eu acredito que vai chegar a isso até 2018, mole mole) tenho receio de manter meus investimentos nas letras (LCA e LCI).

    Meu receio é o governo simplesmente na canetada não eleve a selic (deixando os títulos a ela atrelados em péssima situação) mesmo com uma grande inflação…

    OU seja, pra onde correr? o mais obvio é TD ipca + 2019. Ok, isso já entendi…mas o que vc acha dos títulos privados atrelados à inflação. por exemplo, semana passada na easy tinha LCI da barigui com IGPM + 6,15.

    Da pra confiar na subida da selic, na medida que a inflação aumente? os gráficos até 2015 apontam a selic acompanhando a subida do IPCA e IGPM, mas não da pra confiar muito no futuro do governo PT…

    títulos privados atrelados a inflação são uma opção? ou fico só no TD ipca+? da pra acreditar que a selic vai seguir subindo, caso a inflação dispare?

    • Leandro Ávila 3 de junho de 2016 at 11:22 - Reply

      Oi Loenardo. Se você aposta em um agravamento profundo da crise (inflação de 25% seria o caus) será que seria prudente apostar em instituições privadas, principalmente bancos pequenos e financeiras pequenas como esse exemplo que você deu? A taxa selic é um instrumento utilizado para controlar a inflação, principalmente quando o governo permite que o Banco Central tome decisões técnicas e não baseadas em questões ideológicas de partidos políticos, como ocorreu durante o governo PT.

  29. Fábio 22 de março de 2016 at 19:18 - Reply

    Baixei o aplicativo, fazia tempo que estava procurando algo assim. Vi que pelo menos essa última versão está permitindo fazer os cálculos de rendimento bruto e líquido, o que torna melhor ainda para comparar as alternativas. Abçs

  30. Wellington 24 de março de 2016 at 15:21 - Reply

    Olá Leandro.

    Se entendi um pouco sobre o artigo de tesouro direto. No dia desse print, foi uma boa data para compra do IPCA…

    Já baixado e instalado o aplicativo.

  31. Walisson 28 de março de 2016 at 8:04 - Reply

    Bom dia!

    Parabéns pelo artigo e obrigado pela dica!!
    E venho te informar que indiquei o site do Clube dos Poupadores a dois colegas de trabalho e, após as leituras sobre Tesouro Direto, ambos se animaram e já começaram a compra títulos.
    Agora mesmo já mandei uma mensagem no WhatsApp para eles indicando esse artigo.
    É você fazendo escola…

  32. Luiz 25 de maio de 2016 at 8:32 - Reply

    Bom dia, Leandro,

    O app passou por grandes mudanças ultimamente. Agradeço a indicação e sugiro alteração das prints no post.

  33. Silvio 28 de janeiro de 2017 at 6:52 - Reply

    Parabéns pelos esclarecimentos. Excelente.

Leave A Comment

Share this

Compartilhe com um amigo