Planilha para Calcular Rentabilidade Líquida de CDB Pós-Fixado


Baixe uma planilha que permite calcular a rentabilidade líquida de um CDB pós-fixado. A planilha calcula a rentabilidade bruta e a rentabilidade líquida já com o imposto de renda descontado. Você saberá sua taxa diária, mensal, anual e pelo período. Você também saberá qual será o percentual do CDI com o imposto de renda descontado. Isto permitirá a comparação de um CDB pós-fixado com investimentos isentos de imposto de renda como uma LCI ou LCA.

Vamos ver como a planilha funciona:

Como aproveitar a planilha

No campo “Valor aplicado” você deve informar quanto irá investir no CDB. No campo “Data de Aplicação” você deve digitar quando o investimento foi feito. No campo “Data de Resgate ou Vencimento” você deve informar a data de vencimento do CDB ou a data em que você pretende resgatar o dinheiro investido. A planilha irá calcular o número de dias corridos entre o início e o fim do investimento para depois utilizar essa informação para definir qual será a alíquota do imposto de renda sobre o rendimento.

No campo “Taxa DI (ao ano)” você deve informar qual é a taxa DI que está sendo divulgada na primeira página do site www.cetip.com.br. No momento em que este artigo estava sendo revisado a taxa DI era de 14,13%. A Cetip é responsável pelo cálculo e divulgação desta taxa para o mercado. Existe até um aplicativo da própria Cetip que permite acompanhar a taxa DI no seu smartphone (veja aqui). Por curiosidade você pode acessar o histórico da taxa DI ou o acumulado da taxa DI dos últimos anos visitando aqui. Você também pode especular uma taxa DI média para o período entre o início e o fim do investimento.

No campo “Percentual do CDI (% do CDI) você deve informar qual percentual do CDI o banco ofereceu como rentabilidade para o CDB que você pretende comprar. Neste nosso exemplo digitei 120% do CDI. Tenho um artigo onde ensino como você pode consultar os investimentos que os bancos e as corretoras estão oferecendo neste momento. Visite o artigo “Investimentos com a maior rentabilidade“.

A planilha informará quantos dias úteis existem entre a compra e o vencimento do investimento. Esta informação é importante para calcular a rentabilidade. Todos os investimentos de renda fixa possuem remuneração diária. Esses juros são recebidos todos os dias úteis. Isso significa que os bancos transformam a taxa de juros anual (que é um percentual da taxa DI anual) em uma taxa diária que é equivalente a essa taxa anual. Eles consideram que o ano possui apenas dias úteis e trabalham com uma base padrão de 252 dias úteis.

Para saber quantos dias úteis existem entre a data de compra e a data de vencimento do investimento a planilha utiliza os dados que qualquer pessoa pode coletar no site da ANBIMA. Eles divulgam uma lista com todos os feriados bancários até o ano de 2078, Visite aqui.

No campo “Taxa DI (por dia útil) a planilha irá calcular qual é a taxa DI diária com base na taxa DI anual. Para isto utilizamos a fórmula =(1+14,13%)^(1/252)-1 para encontrar 0,0525% ao dia.

No campo “Rentabilidade Bruta (por dia útil)” vamos descobrir qual será a rentabilidade diária levando em consideração que iremos receber 120% da tada DI diária. Vamos descobrir que  0,0525 x 120% = 0,0630%

Como sabemos que a rentabilidade diária será 0,0630% por dia e o investimento será remunerado por 500 dias úteis podemos descobrir qual será a rentabilidade bruta do investimento. Para isto utilizamos a fórmula dos juros compostos onde (1+0,0630%)^(500)-1 será igual a 36,98%.

Agora precisamos calcular qual será nossa rentabilidade depois de descontar o imposto de renda. Para isso temos que considerar a tabela abaixo:

Como o investimento tem prazo de 731 dias corridos o imposto será de 15% como você pode observar na tabela acima. Com esta informação a planilha irá calcular a “Rentabilidade Líquida (no período)” que neste exemplo será 31,43%. Logo depois a planilha fará o cálculo da rentabilidade líquida por dia, por mês e por ano.

Você também saberá que essa rentabilidade líquida será equivalente a 104,23% através do campo “Percentual do CDI Líquido”. Isto significa que este CDB pós-fixado do nosso exemplo terá uma rentabilidade equivalente a de um LCI ou LCA que oferece 104,23% do CDI.

No campo “Valor Aplicação Atualizado” você descobrirá que os R$ 10 mil investidos se transformarão em R$ 13.698,06. O governo ficará com R$ 554,71 que é os 15% dos R$ 3.698,06 dos rendimentos que você teve no período. Sobrarão R$ 13.143,35 e isto representa uma rentabilidade de 31,43% entre o início e o final do investimento.

É muito importante observar que a rentabilidade diária de um CDB pós-fixado poderá aumentar ou diminuir sempre que ocorrer uma mudança na taxa DI divulgada no site da Cetip em www.cetip.com.br. Como a taxa DI acompanha a taxa Selic de perto, sempre que o Banco Central, através das reuniões do COPOM, modifica a taxa Selic, isso resultará em mudanças na taxa DI. Isto significa que a simulação da planilha não é capaz de prever essas mudanças diárias nas taxas. O resultado da simulação leva em consideração que a taxa DI informada seria a mesma por todos os dias entre o início e o final do investimento. Por ser um investimento pós-fixado, você só saberá sua verdadeira rentabilidade no vencimento do CDB ou no momento do resgate.

Baixar Planilha:

Clique no botão para baixar sua planilha.

Baixar Planilha CDB pós-fixado

Como investir em CDB:

Você só deve investir seu dinheiro naquilo que você entende. Para entender como funciona o CDB de forma detalhada, leia esse artigo aqui onde ensino como investir em CDB.

Simulador online de CDB:

Para facilitar a vida de quem não possui Excel ou prefere fazer as simulações online, criei um simulador com base na mesma planilha que disponibilizei neste artigo. Acesse  Simulador de CDB pós-fixado.

Aprenda mais

Invista na sua educação financeira e torne-se um investidor consciente. Conheça nossos livros sobre reeducação financeira e investimentos.

Importante:

Esta ferramenta é de uso educativo, não serve como recomendação de investimento. Você será o único responsável, caso tome qualquer decisão de investimento com base nesta ferramenta. Essa ferramenta não está livre de erros. Se você encontrar algum erro entre em contato conosco. Os cálculos utilizados pelos bancos são complexos, utilizam especificações bem definidas quanto ao número de casas decimais de cada variável e adotam o número exato de dias úteis entre a compra e o vencimento de cada título. Para mais informações técnicas sobre os cálculos visite o caderno de fórmulas no site da CETIP.

By |01/06/2015|Categories: Ferramentas|57 Comments

About the Author:

Leandro Ávila é administrador de empresas, educador independente especializado em Educação Financeira. Além de editor do Clube dos Poupadores é autor dos livros: Reeducação Financeira, Investidor Consciente, Investimentos que rendem mais, e livros sobre Como comprar e investir em imóveis.

57 Comments

  1. Armando 2 de junho de 2015 at 10:08 - Reply

    Leandro muito obrigado por compartilhar.
    Um abração.

  2. Jorge 2 de junho de 2015 at 11:51 - Reply

    Oi Leandro, eu tinha essa necessidade e acabei criando um app para Android, primeiramente para uso próprio, mas acabei publicando na loja.

    Para quem tiver interesse, o app é esse:

    https://play.google.com/store/apps/details?id=com.holycoder.investimentos

    Ele compara LCI/CDB/TD e poupança. Está sendo bem útil pra mim.

  3. Jorge Guerino 2 de junho de 2015 at 12:37 - Reply

    Prof Leandro,

    Uma aplicação em Tesouro SELIC – LFT (100% CDI bruto), após 730 dias, com taxa de administração de 0,5% a.a. e taxa de custódia de 0,3% a.a., qual será o percentual do CDI líquido?
    Abraço

    • Leandro Ávila 2 de junho de 2015 at 19:51 - Reply

      Oi Jorge. Eu ensino como fazer simulações no site do Tesouro Direto para ter uma ideia da rentabilidade do Tesouro Selic, veja aqui. Você vai encontrar a rentabilidade anual. Depois visite http://www.cetip.com.br para saber qual é a taxa DI atual. Agora basta dividir a rentabilidade do Tesouro Selic pela taxa DI atual para encontrar o percentual do CDI. Exemplo: Vamos imaginar que o simulador do Tesouro indicou uma rentabilidade líquida de 11,00% e que a Taxa DI está em 13,13%. Você fará a conta 11 / 13,13 e encontrará 0,8377. Se multiplicar por 100 terá 83,77% do CDI, só que isto já sem o IR.

      • Jorge Guerino 2 de junho de 2015 at 22:14 - Reply

        MInha conclusão: não vou resgatar meus investimentos em LCA com 84,50% do CDI, mas vou estudar onde investir novos valores em títulos indexados ao IPCA ou prefixados, buscando maiores rentabilidades. Abraço

  4. Fabio 2 de junho de 2015 at 13:14 - Reply

    Olá Leandro, obrigado pela planilha.

    Por favor, pode ajudar?

    Na corretora que trabalho tenho as seguintes informações (abaixo), o que é a Taxa DI ao ano?

    Obrigado.

    Banco emissor
    Banco Luso Brasileiro
    Prazo (d. corridos)
    721
    Taxa
    125,00 % do
    CDI
    Alíquota IR
    15,00%
    Valor mínimo
    3.000,00
    Liquidez
    no vencimento
    Banco Luso Brasileiro
    Prazo (d. corridos)
    1081
    Taxa
    125,00 % do CDI
    Alíquota IR
    15,00%
    Valor mínimo
    3.000,00
    Liquidez
    no vencimento

  5. Renato Vieira 2 de junho de 2015 at 17:22 - Reply

    Olá, Leandro. Sou leitor frequente de seus artigos, parabenizo você pela iniciativa. Seu trabalho é ótimo! Graças a ele, modifiquei minha vida financeira. Investirei em tesouro direto, mas uma dúvida ainda me permeia: um dos títulos em que decidi investir foi o Tesouro IPCA+ 2035 pensando na aposentadoria, uma vez que tenho 28 anos. Nao tenho uma quantia boa para investir nesse título, mas posso fazer depósitos semestrais de R$ 1000 nele. Minha dúvida é: devo investir 1000 reais nele todo semestre, ou devo aguardar para ter uma quantia razoável para fazê-lo? Espero que posso me ajudar! Agradeço a atençao!

    • Leandro Ávila 2 de junho de 2015 at 19:45 - Reply

      Oi Renato, a única desvantagem em fazer compras mais regulares seria a existência de custo com DOC ou TED. Existem pessoas que possuem contas bancárias onde não existe cobrança de DOC ou TED, neste caso não faz sentido esperar acumular uma quantia maior.

  6. Hevlin 3 de junho de 2015 at 16:43 - Reply

    Obrigada!! Muito útil 😀

  7. Roberto 3 de junho de 2015 at 23:37 - Reply

    Boa noite Leandro, parabéns pelos comentários. Então, estou recebendo 8000,00 mensalmente por um ano, de indenização. Gostaria de saber o que é mais indicado para deixar mais de 2 anos: CDB 99,5% CDI, LCI com 85,5% do CDI ou Fundo RF com Tx Adm. 0,7% ? Gostaria que se possível colocasse em ordem de rentabilidade. Mas, para ter essas taxas preciso ir juntando por meses , qual a estratégia que vc indicaria, vou colocando na poupança ate atingir o valor de aplicação para essas taxas, ou aplico num Fundo renda fixa?Pois a Selic está alta. obrigado

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:34 - Reply

      Oi Roberto. Se colocar em ordem de rentabilidade sem falar como fazer isso, todas a vezes que você se deparar com esse tipo de dúvida você terá que retornar aqui ou terá que perguntar para os outros. Por isso a educação financeira é tão importante, por isso investir um pouco de tempo ou até de dinheiro (comprando um curso) é o mais importante. É isso que vai trazer liberdade para tomar decisões (coisa que não tem preço). Para saber quanto é 85,5% do CDI primeiro você precisa saber qual é a taxa DI de hoje. Visite http://www.cetip.com.br e veja que a taxa DI está na parte superior do site. Hoje está 14,13%. Então transforme esse 85,5% em 0,855. Você faz isso dividindo 85,5 por 100. Agora multiplique os 14,13 x 0,855 = 12,08%. Faça a mesma coisa com os 99,5% do CDI. Agora você terá o problema de descontar o Imposto de Renda sobre o rendimento do seu CDB. Aqui no Clube dos Poupadores existe uma ferramenta para calcular a rentabilidade do CDB pós-fixado, visite aqui. Também tem o simulador de LCI e LCA. Descobrindo as taxas você pode comparar com o fundo RF do seu banco.

  8. Marina 4 de junho de 2015 at 10:33 - Reply

    Muito obrigada por compartilhar!

  9. Rogerio 8 de junho de 2015 at 4:07 - Reply

    Leandro, eu tinha uma planilha para calcular o valor liquido de uma aplicação em renda fixa pela taxa de retorno fixa (a planinha retornava os resultados por mês o que era excelente para mim). Tive um problema com essa planilha (ficou corrompida). Você saberia me informar onde consigo baixar algo relacionado? Obrigado e parabéns pelo excelente blog.

  10. camila 9 de junho de 2015 at 11:13 - Reply

    Olá, tenho umas aplicações em que há cobrança de taxa adm do banco sobre o rendimento, vcs não conseguem colocar um campo pra gente colocar o porcentual desta taxa e a planilha descontar ??? outra duvida: como sei a taxa cdi?? geralmente os sites colocam no mes e nos ultimos 12 meses…como ela é utilizada para cálculo num cdb por exemplo, é por dia, mês, ano???obrigada de novoo

  11. Roberto 10 de junho de 2015 at 20:27 - Reply

    Olá Leandro, excelente planilha, obrigado por compartilhar!

    Uma dúvida: No lugar de um percentual do CDI, minha corretora passou a oferecer LCI remunerados a partir de IPCA e IGPM acrescidos de um percentual fixo.

    Como faço para comparar esse modelo de remuneração com o clássico (% do CDI) ou CDB?

    Grande abraço e parabéns pelo trabalho,

    Roberto

    • Leandro Ávila 11 de junho de 2015 at 6:42 - Reply

      Oi Roberto. A LCI que paga IPCA + Juros na verdade remunera de duas formas ao mesmo tempo: pós-fixada (IPCA) e prefixada (juros fixos). O que você pode fazer é chutar um IPCA e somar com os juros fixos. Isto te daria uma ideia de quanto você pode receber.

  12. Pedro 15 de julho de 2015 at 11:42 - Reply

    bom dia, andei pesquisando sobre investimentos de renda fixa e conclui que a melhor opção é abrir uma conta em uma corretora – como a xp – e investir em bancos menores.

    Surgiu uma duvida, como tenho sobrando por mês cerca de 1500 reais – onde colocaria ele por exemplo após investir o valor inicial de uma cdb ou lci?

    Exemplo valor mínimo para LCI 98%CDI 20000, ok, coloco meus 20000 la. No mês seguinte teria mais 1500 pra investir, e como o valor mínimo pra aquela LCI é 20000, não poderia investir??

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:37 - Reply

      Oi Pedro. Você deverá buscar um investimento com liquidez, ou seja, onde o dinheiro não fique preso (esperando uma data de vencimento), até conseguir acumular valor suficiente para comprar alguma outra opção de investimento mais rentável. Você vai conseguir isso em um Fundo de Renda Fixa ou um Fundo DI.

  13. Alexandre 29 de julho de 2015 at 10:45 - Reply

    Muito bom Leandro Parabéns!!

  14. Jcsjesus 23 de agosto de 2015 at 15:54 - Reply

    Boa tarde Leandro,
    Quanto a questão: “O uso de dias úteis estimados já produz uma diferença entre a planilha e a realidade. …”, eu fiz uma modificação da sua planilha incluindo a função do excel: DIATRABALHOTOTAL()
    e resolvi esta pequena limitação da planilha. Quero lhe agradecer a disponibilização desta planilha pois com base nela e em outras eu fiz as minhas planilhas que me informam o lucro líquido de cada um dos investimentos que faço. Parabéns pelo seu trabalho.
    Att,
    Prof. Dr. José Carlos dos Santos Jesus

  15. Lourenco 1 de outubro de 2015 at 23:44 - Reply

    Muito obrigado, Leandro. Ótima planilha, e texto esclarecedor.

  16. Alexandre Cardoso 15 de outubro de 2015 at 11:13 - Reply

    Leandro, muito obrigado pelos ensinamentos e parabéns pelo conteúdo do site.
    Esta planilha tem sido muito útil para ajudar a tomar a melhor decisão na hora de investir.
    Gostaria da sua opinão sobre o racional que tenho utilizado após ler muito dos seus artigos; neste momento de instabilidade política e econômica, tenho procurado sempre olhar na minha corretora as melhoras opções entre produtos de Renda Fixa pós e pré fixadas e feito um equilíbrio nos investimento, exemplo CDB para 2 anos metade pos a 114% e outra parte pré a 17,5%, assim tento minimizar o impacto da oscilação dos juros em um país de incertezas. Isso é válido ou tendo a minimizar os meus ganhos ???

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:39 - Reply

      Oi Alexandre. Como não temos meios de adivinhar o que o Banco Central vai fazer com os juros no futuro, já que atualmente nem sabemos se o governo vai conseguir se manter até 2018, então não existe nada de errado em investir uma parte em pós-fixados e outra em prefixados.

  17. Evandro Bernardo Azevedo 2 de novembro de 2015 at 17:56 - Reply

    Tenho uma dúvida. Se eu aplicar 500 mil que tenha garantia do FGC em 2 instituições financeiras. Quanto eu receberia da cada Instituição?

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:41 - Reply

      O FGC garante R$ 250 mil por instituição financeira. Se você tem 500 mil o ideal seria dividir em 3 instituições ou mais. Se você colocar 250 mil em cada uma e esse dinheiro correr juros, você vai receber só os 250 mil e não os juros que receberá. Por isso é importante colocar menos de 250 mil para que no final do investimento (com os juros somados a isso) você sempre tenha menos de R$ 250 mil em cada instituição.

  18. Renan 14 de novembro de 2015 at 10:25 - Reply

    Leandro,

    Veja se pode me ajudar.

    Eu aplico valores baixos por mês. Ex: R$ 2,000.00, 1,500.00, 1,000.00 há dois anos.

    Você por acaso tem alguma planilha que calcula o rendimento diário da aplicação descontando o IR por aplicação conforme as taxas de IR (22,5, 20, 17,5 e 15.)

    Obrigado.

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:41 - Reply

      Oi Renan, não tenho uma planilha para simular depósitos mensais.

  19. Luciano Sobieski 26 de novembro de 2015 at 19:07 - Reply

    Olá Leandro,
    Sou um iniciante em pesquisas de investimento e me surgiu uma dúvida sobre os efeitos da inflação
    em um CDB. Suponhamos que fiz um CDB pós fixado com taxa DI atual de 14,14% a um percentual CDI de 114%, para 730 dias. Seguindo a planilha pesquisada, eu teria uma rentabilidade líquida anual, ou seja, já descontado o IR, de 13,98%. Porém, qual a influência da inflação, nesse caso, na minha rentabilidade, qual seria a taxa real de rentabilidade? Fique à vontade para corrigir qualquer incorreção na minha simulação!

  20. Antônio Souza 18 de fevereiro de 2016 at 9:47 - Reply

    Olá,

    No link que dá acesso a essa página para baixar a planilha existe a opção de colocar valores de aplicação, coisa que a planilha baixada não oferece. É isso mesmo?

    Grato

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:45 - Reply

      Oi Antônio. No artigo existe link para baixar as duas versões da planilha.

  21. Rodrigo 26 de fevereiro de 2016 at 7:19 - Reply

    Leandro, talvez voce possa me ajudar, quero calcular minha taxa de retorno dos investimentos que tenho, entretanto tenho valores diferentes com taxas diferentes, como posso fazer? Por exemplo, tenho 50,000 com 120% CDI e tenho 38.000 com 113%. Como posso fazer essa conta jah que tenho mais dinheiro aplicado com taxa maior. Obrigado.

    • Rodrigo 26 de fevereiro de 2016 at 7:20 - Reply

      Talvez eu tenha sido confuso, quero calcular a media mensal. Por exemplo hoje uma aplicacao a 120% do CDI da algo como 1,15% a.a jah 113% 1.09% Eu gostaria de saber a media.

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:45 - Reply

      Oi Rodrigo, seria necessário escrever um artigo separado sobre isso.

  22. Felipe 5 de março de 2016 at 19:54 - Reply

    Faltou falar da inflação.
    Inflação oficial fica em 10,67% em 2015…

    Descontando os 13% do cdb sobre a inflação não sobra quase nada.

    Ter algum lucro mesmo só com ações, e pra isso haja dor de cabeça.

    Porém é melhor que deixar o dinheiro desvalorizar na poupança.

    • Leandro Ávila 6 de março de 2016 at 8:49 - Reply

      Oi Felipe. Lucro mesmo você consegue trabalhando ou empreendendo. Quando você é empregado, se investir em qualificação pode conseguir uma promoção ou pode conseguir um emprego que ofereça salários maiores para quem tem qualificações e habilidades maiores. Quem é empreendedor, consegue muitos lucros quando investe no seu negócio. A construção de riqueza sempre ocorre através do trabalho. Os investimentos em renda fixa servem para manter o poder de compra do seu dinheiro e tirar proveito do efeito dos juros compostos no decorrer de muitos anos. Na bolsa você investe em negócios administrados pelos outros e pode dar lucro, como também pode fazer você perder tudo. Já deixar dinheiro na poupança é garantia de rentabilidade negativa, ou seja, você nem mesmo vai conseguir manter o valor do dinheiro no tempo.

  23. Fernando 23 de março de 2016 at 14:36 - Reply

    Oi Leandro, excelente iniciativa esse seu site, muito bom!
    Gostaria de tirar uma dúvida, como se calcula a rentabilidade final em reais de um CDB feito em 2010 e vencido em 2015, sendo que o mesmo teve uma série de resgates ao longo da vigência e venceu com um determinado valor, muito menor que o aplicado

    • Leandro Ávila 3 de agosto de 2016 at 11:27 - Reply

      Oi Fernando. Você terá que fazer uma planilha personalizada prevendo os ganhos e os resgates durante todo esse tempo.

  24. Carlos 6 de abril de 2016 at 22:45 - Reply

    Oi, se eu tiver m bom dinheiro, digamos 200.000R$ e quiser colocar para retirar a cada dois anos, qual seria a melhor opção?. Seria uma que da dinheiro semestralmente?

    • Leandro Ávila 3 de agosto de 2016 at 11:25 - Reply

      Oi Carlos. Quando você investe em CDB a menor alíquota de imposto de renda sobre os rendimentos ocorre depois que o dinheiro fica aplicado por mais de 2 anos.

  25. Matheus 28 de maio de 2016 at 13:46 - Reply

    Olá Leandro! Primeiramente, muito obrigado pela iniciativa!

    Tenho uma dúvida sobre a planilha, observei que o cálculo realizado é de juros simples. Entretanto, em algumas literaturas relacionadas a CDB, LCI e LCA, sou informado que o rendimento é feito com base em juros compostos. Será que não estou sabendo ler a planilha, ou talvez o que li está equivocado?

    Obrigado!

    • Leandro Ávila 3 de agosto de 2016 at 11:24 - Reply

      Oi Matheus. Os cálculos da planilha utilizam juros compostos, com remuneração diária. Por isso que eu preciso descobrir o número de dias, pois o cálculo será feito com base na fórmula de juros compostos aplicados diariamente.

  26. Nonato 2 de agosto de 2016 at 23:42 - Reply

    Olá Leandro Ávila, fiquei de queixo caído com a qualidade do seu artigo. Já vi muitos artigos sobre CDB na internete buscando exatamente essa forma de calcular, mas não encontrei. E aqui está tudo explicadinho. Parabéns. Para não dizer que só elogiei, senti falta apenas da inflação nos cálculos, abraços.

  27. Tobias 28 de outubro de 2016 at 10:49 - Reply

    Olá. Sua planilha não leva em consideração IOF, correto?

    abs

  28. Douglas Vinicius Bariani 24 de janeiro de 2017 at 11:38 - Reply

    muito bacana essa planilha, porem esta furada não? ela não calcula a rentabilidade real, só a nominal.
    a planilha não considera a inflação, ou seja, nao adianta de nada. pq pra usar a planilha e ter que fazer mais conta, é mais facil calcular tudo já.

    • Leandro Ávila 24 de janeiro de 2017 at 13:50 - Reply

      Oi Douglas. Assim que você terminar sua planilha que considera a inflação me envie para que eu possa ajudar pessoas como você que buscam uma planilha que calcula a rentabilidade líquida e real. Essa que publiquei aqui serve apenas para calcular a rentabilidade líquida de impostos.

Leave A Comment

Share this

Compartilhe com um amigo