Calcular a rentabilidade real da poupança

Você vai aprender neste artigo como calcular a rentabilidade real da caderneta de poupança. Baixe a planilha e faça o cálculo de forma simples e rápida.

A conta errada

Para descobrir a rentabilidade real precisamos descontar a inflação da remuneração da poupança que você recebe mensalmente. Muita gente acredita que basta subtrair a taxa de inflação da taxa de remuneração da poupança. Se você fizer isto o resultado estará incorreto. Isto significa que se a poupança rendeu 6% ao ano e a inflação foi de 5% a rentabilidade real não será de 1%. A conta 6% – 5% não é 1%. O valor real seria 0,95% ou mais precisamente 0,9523%.

A fórmula para descobrir a taxa de juros real descontando a inflação é a seguinte:

Fórmula:

taxa real = ( (1 + remuneração da poupança) / (1 + taxa de inflação) ) – 1

Onde encontrar a remuneração da poupança

No passado era muito fácil entender a remuneração da poupança. Com as últimas mudanças a coisa ficou mais complicada. Você deve visitar o site do Banco Central (clicando aqui) para consultar taxa de “remuneração da poupança”. Você encontrará uma tabela atualizada com a remuneração. Para entender como funciona leia primeiro meu artigo chamado “Rendimento da Poupança“. Você vai aprender que na verdade a poupança é remunerada de duas formas diferentes. A primeira é a TR (Taxa Referencial) que é variável. Esta taxa é calculada pelo Banco Central. Quando a taxa Selic está muito baixa a TR pode ser igual a zero como ocorreu em diversos meses de 2012 e 2013. Ela sempre é igual ou maior que zero, nunca é negativa.

Leia também

A outra remuneração é chamada de “remuneração adicional” sendo composta por uma taxa fixa de 0,5% ao mês quando a taxa Selic for superior a 8,5%. Quando a Selic estiver igual ou abaixo de 8,5% a poupança renderá 70% da taxa Selic. Isto permite que esta remuneração adicional fique abaixo de 0,5% ao mês. Esta regra é válida apenas para aquele dinheiro que você guardou na poupança no dia 04/05/2012 em diante. Para depósitos anteriores continua valendo os 0,5% fixos. Para saber qual é a remuneração total que devemos usar na fórmula basta olhar a coluna “Remuneração Total” na tabela “Depósitos a partir de 04.05.2012 (*)” se você pretende calcular a remuneração de valores depositados na poupança depois desta data. Se o objetivo é calcular a remuneração de depósitos anteriores consulte a coluna “Depósitos até 03.05.2012”. Para saber qual é a taxa Selic atual clique aqui. Você também encontrará a taxa Selic e a remuneração da poupança no canto direito superior da página do Banco Central em http://www.bcb.gov.br/

Onde encontrar a taxa de inflação

Todo mês o IBGE divulga um índice chamado IPCA que significa (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Este índice mede a inflação ou o quanto os preços dos produtos e serviços subiram no último mês. Existem vários índices que medem a variação de preços. O IPCA é o índice oficial do governo. Quando ocorre inflação o seu dinheiro perde poder de compra. O que você podia comprar com R$ 100,00 hoje não poderá comprar no mês seguinte com os mesmos R$ 100,00. Podemos dizer que as coisas tendem a valer mais com o passar do tempo e o dinheiro tende a valer menos. Por este motivo se você está com seu dinheiro guardado na poupança é importante saber se a remuneração recebida foi suficiente para não permitir que seu dinheiro perca valor. Todos desejam poder comprar no futuro as mesmas coisas que podiamos comprar no passado com o dinheiro que ficou aplicado na caderneta de poupança.

Para saber o IPCA do mês passado visite o site a página do IBGE (clicando aqui) e clique no link “Índices de Preços ao Consumidor-IPCA/INPC”. Se preferir pode baixar a série completa com a  inflação em cada cidade, cada grupo e para diversos tipos de produtos (clicando aqui)

Uma inflação para cada família

É interessante observar que existe um IPCA geral e existe um IPCA para algumas capitais do Brasil. Você pode usar o IPCA geral ou se preferir adotar o índice que mediu a inflação da capital onde você mora. Quando estava escrevendo este artigo a inflação medida pelo IPCA em Porto Alegre foi de 0,63% no mês de setembro. Em Salvador no mesmo mês o IPCA foi de apenas 0,03%. Em Fortaleza o IPCA foi de -0,11 indicando deflação nos preços. Você também pode observar a variação de preços de diversos grupos como alimentos, vestuário, educação, transportes, etc. Logo vai perceber que o impacto da inflação no seu bolso é diferente no bolso de outras pessoas. Onde você mora e o que consome pode interferir na inflação que impacta sua família. Se o IPCA do mês sofreu pressões devido ao aumento do preço da carne as famílias vegetarianas não sentirão a mesma inflação nas compras do supermercado. Já se o preço das verduras e legumes subirem o poder de compra do dinheiro desta família vegetariana será mais afetado.

Simulador da Caderneta de Poupança

Você pode simular suas aplicações na poupança utilizando o nosso simulador de poupança clicando aqui. Você pode informar a remuneração atual da poupança ou se preferir pode calcular a remuneração real já descontando a inflação. Também temos uma ferramenta online que permite saber quanto você teria hoje se tivesse investido na poupança no passado. Este simulador que corrige valores pela rentabilidade da poupança faz uso de dados históricos fornecidos pelo Banco Central.

Calcular sem usar fórmula

Vamos imaginar que você aplicou R$ 1000,00 na poupança no início do ano. No final do ano você verificou que a rentabilidade anual da poupança foi de 6,5% e a inflação no mesmo período foi de 5,0%. Se a rentabilidade foi de 6,5% então os seus R$ 1000,00 se transformaram em R$ 1065,00 já que 1000 x 6,5% = 65. Só que durante o ano estes R$ 1000,00 perderam 5% do seu valor que equivale a R$ 50,00 já que 1000 x 5% = 50. Podemos dizer que R$ 1050,00 no final do ano tem o mesmo valor ou poder de compra de  R$ 1000,00 no ano passado já que todos os preços subiram. Podemos afirmar que 1000 ontem é igual a 1050 hoje.

Na prática você só ganhou R$ 15,00 já que 65 – 50 = 15. Apesar de ter R$ 1065,00 na poupança o poder de compra só aumentou em R$ 15,00 por causa da inflação. Podemos agora fazer uma regra de três: Se R$ 1050,00 é 100%, quantos porcento é R$ 15,00 ? Você encontra a resposta fazendo 15 / 1050 = 1,428%. Agora podemos dizer que a rentabilidade real foi de 1,428% e não 1,5% que podemos encontrar calculando 6,5 – 5,0 = 1,5. No longo prazo esta pequena diferença se torna importante.

Planilha Rentabilidade Real da Poupança

Receba novas planilhas e artigos por e-mail. Cadastre seu e-mail gratuitamente.

Planilha Rentabilidade Real da Poupança

 

By |22/10/2013|Categories: Poupança|52 Comments

About the Author:

Leandro Ávila é administrador de empresas, educador independente especializado em Educação Financeira. Além de editor do Clube dos Poupadores é autor dos livros: Reeducação Financeira, Investidor Consciente, Investimentos que rendem mais, e livros sobre Como comprar e investir em imóveis.

52 Comments

  1. Daniela 20 de novembro de 2013 at 17:06 - Reply

    Leandro,

    Qual é a dedução dessa fórmula da rentabilidade real da poupança?
    Não entendi porque não é a subtração simples das rentabilidades…

    Muito obrigada!
    Daniela

    • leandro 20 de novembro de 2013 at 22:10 - Reply

      Olá Daniela. No final do artigo coloquei um exemplo e uma nova planilha para entender o exemplo. Um abraço.

  2. Antonio Carlos 28 de fevereiro de 2014 at 20:30 - Reply

    Leandro, boa noite.
    Estou começando a gostar muito das suas explicações do tesouro direto, mas o que não consigo entender direito é: Quanto o agente de custodia vai cobrar por ano ou pelo tempo de aplicação?
    Vai cobrar na hora da compra, vai cobra na hora da venda + imposto de renda será que vale a pena no final? Gostaria se puder dar um exemplo quanto realmente vou receber em uma aplicação.
    Muito obrigado!

  3. Antonio Vinnie dos Santos Silva 1 de maio de 2014 at 1:50 - Reply

    Olá, Leandro!

    Gostaria de saber…

    Por exemplo, tenho 3 mil reais…

    Situação 1: deposito os 3 mil de uma só vez na poupança.

    Situação 2: deposito em 3 partes de 1 mil em dias diferentes durante o mês.

    O que é melhor para fim de rendimento na poupança? Ou tanto faz?

    • Leandro Ávila 1 de maio de 2014 at 3:01 - Reply

      Se você colocar em dias diferentes é melhor. O dinheiro aplicado no dia 10 terá sua rentabilidade depositada no dia 10, já a parte do dinheiro investida no dia 15 terá a data de aniversário em todo dia 15. Se você precisar sacar o dinheiro terá várias datas para sacar sem perder rentabilidade daquele mês.

  4. Rafael Botelho 9 de maio de 2014 at 22:50 - Reply

    Boa noite Leandro!

    Estou tentando baixar a sua planilha para fazer cálculos de rendimentos da poupança e não consigo.
    Já realizei o cadastro do meu e-mail como solicitado, porém, não chega nada em meu e-mail e nem consigo achar link aqui no seu site para obter a planilha.

    Qual seria o procedimento correto para obter as planilhas?

    Fio no aguardo de uma resposta sua.

    Att.

    Rafael Botelho

    • Leandro Ávila 10 de maio de 2014 at 0:00 - Reply

      Olá Rafael. Acabo de testar, baixei a planilha normalmente. Tente baixar através de algum outro computador para verificar se o problema não é no seu equipamento. Um abraço!

  5. Rubem 6 de julho de 2014 at 13:23 - Reply

    Não entendi como se chega a 0,95% fazendo a conta
    taxa real = ( (1 + 6) / (1 + 5 ) ) – 1
    taxa real = ( 7 / 6 ) – 1
    taxa real = 1,16666666667 – 1
    taxa real = 0,16666666667

    preciso de um professor de matemática, desculpe minha ignorância, mas onde estou errando ou o que estou deixando de fazer nesta conta?

    • Rubem 6 de julho de 2014 at 13:33 - Reply

      Desculpe pela pergunta descobri que a conta na verdade é está:
      taxa real = ( (1 + 6/100 ) / (1 + 5/100 ) ) – 1

      • André 26 de julho de 2014 at 10:47 - Reply

        Também estava errando, descuidos kkk

    • Edw 10 de junho de 2015 at 16:24 - Reply

      Tive que ver em outro site porque tb não encontrava.

  6. Sidney 23 de julho de 2014 at 21:45 - Reply

    Afinal, qual a melhor aplicação de dinheiro a curto prazo (6 meses a 1 ano)? Onde aplicar considerando que possa precisar utilizar dentro desse período?

    • Leandro Ávila 24 de julho de 2014 at 8:33 - Reply

      Olá Sidney, a melhor opção de investimento é aprender como identificar as melhores opções no contexto atual. O que é bom hoje pode não ser amanhã. E ao aprender como funciona as diversas possibilidades de investimento, você nunca mais precisará perguntar a ninguém qual é a melhor opção no momento. E isto significa uma enorme liberdade sobre o que fazer com seu próprio dinheiro. Aqui no site você encontra muita informação nas diversas categorias. Temos artigos sobre investimentos em títulos públicos, LCI e recomendações de diversos livros para iniciantes sobre investimentos.

  7. Vanusia 29 de julho de 2014 at 15:39 - Reply

    Ola! Leandro…no simulador de independecia financeira…o sr. fala que:Exemplo: Se neste mês você investiu R$ 100,00 e a inflação foi de 0,5% você deveria investir R$ 100,50 no próximo mês. Estes R$ 0,50 representam a inflação e com isto o valor investido manterá seu poder de compra….Isso quer dizer que posso ter a rentabilidade da poupança( 6,17%)..sem perder o poder de compra por esse metodo?

    • Leandro Ávila 29 de julho de 2014 at 16:28 - Reply

      Olá Vanusia. Você precisa corrigir o valor investido e precisa buscar investimentos que possam render mais que a inflação. Infelizmente não é o caso atual da poupança. A inflação está muito elevada. Recomendo que aprenda como investir em títulos públicos. Existem títulos pagando inflação + 5,5%. Hoje a inflação está em 6,5%. Veja o que já escrevi sobre investimento em títulos no Tesouro Direto.

      • vanusia 11 de agosto de 2014 at 17:07 - Reply

        Obrigada! Leandro…me ajudou muito.

  8. Luciano 20 de agosto de 2014 at 20:29 - Reply

    Olá estava pensando se existe uma planilha onde você posso colocar os dados do seu plano de privada e comparar com outras aplicações como: poupança, CDB, Títulos Públicos etc. Seria interessante uma planilha que pudéssemos ver como seria, no longo prazo, o comportamento da previdência privada.

  9. Alex 24 de agosto de 2014 at 15:09 - Reply

    Olá Leandro

    tenho uma grana guardada, quero juntar mais para comprar minha casa daqui 1 ou 2 anos.

    Até lá quero ver se invisto meu dinheiro em algo seguro.

    Seu site já está no meus favoritos

    Abraços

  10. Alex 25 de agosto de 2014 at 18:50 - Reply

    Leandro, desculpe te incomodar

    Atualmente tenho 17mil reais na poupança, pra chegar nesse valor graças aos depósitos de diferentes valores que fui fazendo do final de 2012 até o momento.

    o último depósito que fiz foi de 4000 de uma vez só, semanas atrás, seria mais viável eu ter feito esse deposito em 4 ou até mais partes.

    Seria viável eu transferir para conta corrente esse valor de 17mil e voltá-lo para a poupança, já que minhas contas são vinculadas no Itaú.

    Obrigado

    Alex

    • Leandro Ávila 26 de agosto de 2014 at 11:01 - Reply

      Olá Alex. A poupança é bem mais complexa como a maioria das pessoas imagina. Na verdade quando você tem uma poupança é como se tivesse uma poupança diferente para cada dia do mês. Dessa forma o dinheiro que você depositou no dia 5 só será remunerado com os juros no dia 5 do mês seguinte. Já o dinheiro investido no dia 6, 7, 8 só receberá juros nos dias 6, 7 e 8. Por isto existem pessoas que preferem distribuir o dinheiro em vários dias do mês. Espere receber a rentabilidade do próximo mês e depois se achar necessário distribua este dinheiro em dias diferentes.

  11. Eduardo 17 de setembro de 2014 at 4:32 - Reply

    Bom dia Leandro,

    leio com muita atençâo suas publicaçoes que me ajudam muito.
    Como estamos falando de poupança vai ai uma pergunta.
    Tenho uma parte do meu dinheiro em LCI e a outra metada em poupança você acha que o melhor é colocar uns 90% desse dinheiro da poupança em LCI?

    Obrigado

    • Leandro Ávila 17 de setembro de 2014 at 14:58 - Reply

      Olá Eduardo. LCI costuma ter rentabilidade maior que a poupança, vai depender da taxa do CDI que o banco está oferecendo. Outra questão que você deve avaliar é a sua necessidade de usar este dinheiro. As LCIs possuem uma data de vencimento e por isto você só deve investir em LCI aquela parte do seu dinheiro que você não vai precisar até o prazo de vencimento. Já na Poupança você pode sacar seu dinheiro a qualquer momento. Veja o artigo que já escrevi sobre LCI.

  12. Alex 25 de setembro de 2014 at 22:11 - Reply

    Boa noite Leandro

    Tenho uma dúvida, creio que seja simples, mas não encontrei a resposta ainda

    depositei 4000 na poupança no primeiro aniversário já rendeu 0,6% dando 24 reais

    minha dúvida é:

    Caso no próximo aniversário renda 0,6% de novo, vai ser sobre o valor de 4000 ou sobre o valor de 4024?

  13. Nivaldo Correia 21 de outubro de 2014 at 19:45 - Reply

    Boa noite Leandro, tenho uma dúvida..Se eu fizer um depósito na minha poupança de 1000,00 reais no dia 01/10 e mais outro de 500,00 R$ no dia 15/10 isso quer dizer que receberei no dia 01/11 os juros referentes aos 1000,00 investidos e no dia 15/11 recebo os juros referente ao 500,00?. Seria esse tipo de poupança conhecida como Multi-datas? Tenho poupança na Caixa, ela se enquadra nesse tipo de poupança?

    Obg, e Parabéns pelo site!!

    • Leandro Ávila 22 de outubro de 2014 at 0:27 - Reply

      Olá Nivaldo. Funciona exatamente como você falou. Na prática é como se você tivesse uma poupança para cada dia do mês. Todas as quantias que você depositar no dia 1 vão se somando com o tempo e sempre serão corrigidas no dia 1 do mês seguinte. Como você pode ver no site do Banco Central existe uma rentabilidade para cada dia do mês que é definida e divulgada pelo BC. Funciona desta forma em todos os bancos que conheço.

  14. Helio Paz 21 de novembro de 2014 at 22:26 - Reply

    Olá Leandro, parabéns pelo site.
    Minha dúvida é a sefuinte: vou poupar 1000 a partir de 1 de janeiro todo mês durante 3 anos, quanto terei ao final e como funciona essa poupança multidadas?
    Muito obrigado!!

  15. Livônios 18 de dezembro de 2014 at 7:51 - Reply

    Bom dia, Leandro
    Tenho investimento em LCA no BB (liquidez diária, sem carência ou IOF). Posso utilizar essa mesma fórmula para avaliar o quanto poderia sacar mensalmente deixando em conta a parcela de inflação para não perder o poder de compra?
    Abraço

  16. Laércio 27 de dezembro de 2014 at 21:35 - Reply

    Boa noite! Leandro, estou com uma duvida,tem 3000 na poupança da caixa e todo mês deposito 250 reais,ser eu investir os 3000 no CDB.Ele manterá seu poder de compra…

  17. Fábio 12 de janeiro de 2015 at 7:41 - Reply

    Ola Leandro! Possuo cerca de 100 mil reais na poupança. Mesmo sabendo que estou perdendo dinheiro neste investimento, e achando os preços de imóveis e bem de consumo estão muito altos para investir neste momento, ainda prefiro deixar na poupança mas querendo ou estudando novos investimentos mais rentáveis.
    Gostaria de saber se você acredita na possibilidade por parte de governo de confiscar a poupança no caso de se instaurar uma crise econômica agora em 2015?
    Att

    • Leandro Ávila 12 de janeiro de 2015 at 21:33 - Reply

      Oi Fábio. Eu não acredito que o governo tenha coragem de confiscar a poupança. Eles ainda lembram o que aconteceu com o Collor. A situação atual da economia não é tão ruim como no tempo do Collor.

  18. Andre 20 de janeiro de 2015 at 15:59 - Reply

    Boa tarde Leandro .

    Quero ajudar um amigo meu . Pois ele é do Haiti .
    Ele manda dinheiro para sua esposa que esta lá , e de 500,00 Reais ele paga 60,00 de taxa .
    Minha pergunta é : Não tem como ele pagar menos ou talves taxa nenhuma ?
    Desde já te agradeço

    • Leandro Ávila 20 de janeiro de 2015 at 17:39 - Reply

      Oi Andre, eu não sei informar. Não tenho muitos conhecimentos sobre envio de dinheiro por estrangeiros para o exterior.

      • Andre 21 de janeiro de 2015 at 5:04 - Reply

        Obrigado Leandro , E, parabéns pelo seu trabalho .
        Que tenho certeza faz BEM e AJUDA muitas pessoas .

  19. Daniel 29 de janeiro de 2015 at 19:32 - Reply

    Oi, Leandro!
    Quando que descontam o Imposto na Poupança? A cada mês? No fim do ano?
    Não sei se o meu raciocínio está certo, mas na poupança eu teria um rendimento médio anual real de 1,5% e em LCI 10%? É tão discrepante assim?
    E eu não entendi como se faz o cálculo mensal do LCI. Poderia me orientar com algum exemplo, por favor?

    • Leandro Ávila 29 de janeiro de 2015 at 23:29 - Reply

      Oi Daniel. Poupança ainda não paga imposto. A poupança rende 6,17% ao ano + TR, entenda aqui. LCI não tem rentabilidade mensal, ela é diária. O banco divide a rentabilidade anual pelo número de dias úteis e aplica os juros diariamente. Recomendo que baixe a planilha, visite aqui

      • Matheus 2 de fevereiro de 2015 at 13:53 - Reply

        TEnho 10.000 na poupança, 20.000 em CDB com 82,5% do DI
        Tenho tempo pois nao vou usar esse dinheiro nos próximos anos.

        O que recomenda para eu melhorar os rendimentos?
        Obrigado

        outra duvida se lci a xp ofereceu a 99% do dei para 24 meses banco Fibra no caso desse quebrar como é só 20.000 eu receberia isso de volta quando nessa hipotese dele quebrar. Obrigado

  20. Dayvson 1 de março de 2015 at 10:13 - Reply

    Bom dia Leandro,

    Tenho uma duvida, gostaria de saber se realmente é uma boa fazer uma aplicação de longo prazo em uma PREVIDÊNCIA PRIVADA. No atual cenário até quanto compensa pagar de taxa administrativa e de carregamento. Minha pretensão é depositar mensalmente um determinado valor que começaria na faixa de 400,00 e ao tempo iria aumentando durante um período minimo de 25 anos.

    Att.

  21. Leone Martins 13 de abril de 2015 at 14:41 - Reply

    Obrigado Leandro !!

    Gostei de aprender e também trabalhar em suas planilhas.
    Espero que você consiga em breve chegar ao seu objetivo,obrigado !!

  22. Lucas 28 de maio de 2015 at 15:04 - Reply

    Leandro boa tarde,
    estou fazendo um trabalho sobre a poupança nos seus últimos 35 anos, estava vendo o quanto ela rendeu nesses últimos anos, mas como tivemos muitas trocas de moeda e a inflação, o meu resultado final não ajudou em muita coisa.
    depois de ler muitas coisas na internet, resolvi achar um acumulado da poupança nos últimos 35 anos baseado na taxa de 0,5% ao mês que a poupança rende, mas a minha pergunta e a seguinte,

    ESSES 0,5% AO MES VEM DESDE QUANDO ?? pois conforme disse, estou fazendo o calculo desde 1980, e gostaria de saber se desde essa época, a poupança ja tinha essa taxa 0,5% ao mês.
    fico no aguardo, obrigado.

    • Leandro Ávila 28 de maio de 2015 at 18:48 - Reply

      Oi Lucas. Faz 154 anos que a Poupança foi criada pelo Dom Pedro II, em 1861. Desde o início ela paga 6% de juros ao ano. Em 1964 criaram a correção monetária para proteger a poupança da inflação, hoje essa se chama Taxa Referencial, em 64 se chamava Taxa Real. Aqui um pedaço do documento que criou a Caderneta de Poupança. A fonte dessa imagem é este livro aqui.

      • Lucas 29 de maio de 2015 at 9:24 - Reply

        Leandro, obrigado ajudou.
        somente mais uma pergunta, portanto desde sempre ela vem com essa taxa de 0,5% ao mês, somente em maio de 2012 que mudou certo ? quando mudaram a regra.

Leave A Comment

Share this

Compartilhe com um amigo