Você vai aprender nesta série de artigos: Como investir em títulos públicos no Tesouro Direto. Os títulos costumam render mais que a Caderneta de Poupança, Fundos de Investimentos DI e de Renda Fixa oferecidos pelos bancos. É um investimento seguro por ser garantido pelo Governo Federal através Tesouro Nacional.

Pela internet, qualquer pessoa pode ganhar dinheiro comprando e vendendo títulos públicos federais. Com R$ 75,00 já é possível comprar frações de títulos públicos. Estes papéis são exatamente os mesmos que os bancos compram, com o seu dinheiro, quando você aplica em fundos de renda fixa e DI. São os mesmos papéis que os fundos de previdência privada compram para fazer o dinheiro da sua aposentadoria render.

Para fazer este trabalho por você os fundos e planos de previdência cobram taxas administrativas elevadas. Estas taxas são grande fonte de lucro e motivo da baixa rentabilidade destes fundos. É por isto que o gerente do seu banco gosta de propor investimentos em fundos e planos de previdência ao invés de falar sobre as oportunidades oferecidas no Tesouro Direto.

O Governo Federal vende títulos porque precisa de dinheiro para investir em infraestrutura, saúde, educação além de cobrir o rombo da sua ineficiência. Os impostos que pagamos não são suficientes e por isto o governo precisa se endividar.

Pelo Tesouro Direto qualquer um pode emprestar seu dinheiro para o Governo Federal comprando títulos. Na data de vencimento, o título será recomprado pelo governo e você receberá mais do que pagou, são os juros. Você pode antecipar a venda do seu título, algumas vezes esta antecipação é vantajosa, outras não.

Recentemente o Tesouro Direto atingiu a marca de R$ 10 bilhões em títulos vendidos para pessoas físicas. Isto é pouco já que o serviço está disponível desde 2002 e os bancos privados possuem fundos com centenas de bilhões de reais de correntistas que ainda não conhecem as vantagens do Tesouro Direto.

Leia também

Se você aplicar R$ 100.000,00 em um fundo de renda fixa ou DI oferecido pelo seu banco, e ele cobrar 2% de taxa administrativa anual, isto significa que você pagará R$ 2.000,00 por ano para o banco comprar títulos federais para você. Comprar títulos públicos é um procedimento fácil e pode ser feito por você mesmo pela internet. Os custos para compra de títulos são bem menores e isto torna os títulos mais rentáveis que os fundos dos bancos.

Com os artigos que pretendo publicar, você vai aprender tudo que precisa para investir através de uma linguagem fácil de entender pelos mais leigos. Isto permitirá que você diversifique seus investimentos pagando menos taxas administrativas. Aprender a investir no Tesouro Direto pode significar mais dinheiro no seu bolso se comparar o que você ganha atualmente em fundos DI, Renda Fixa, Poupança e planos de previdência privada (Leia: Previdência Privada e suas desvantagens).

Vantagens dos títulos públicos

  • Baixo risco. Por ser uma aplicação que é garantida pelo Governo Federal, é considerada de baixo risco, quando comparada com outras opções no mercado. Lembre-se que o Governo Federal é dono da impressora de dinheiro que fica na Casa da Moeda. E as contas do Governo são garantidas pelo bolso de todos os brasileiros através dos impostos. Para o Governo Federal falir, todo Brasil precisa falir primeiro.
  • Baixo custo. Comparadas com outras opções de investimento em renda fixa (como fundos), em geral as aplicações no Tesouro Direto têm menor custo com taxas administrativas.
  • Previsibilidade. Por ser uma aplicação versátil (compatível com pequenas e grandes somas, diversos vencimentos e modalidades de pagamento variadas), permite que o investidor programe os resgates em função das suas necessidades futuras.
  • Liquidez. Se for preciso, você pode resgatar sua aplicação antes do vencimento: o Tesouro Nacional garante a recompra dos títulos todos os dias úteis. Como você verá nos próximos artigos, nem sempre antecipar o resgate é vantajoso.
  • Diversificação. Como existem vários tipos de títulos, o Tesouro Direto permite que o investidor diversifique suas aplicações, com base em cenários de alta ou baixa de juros e variação da inflação. Sempre existe um título vantajoso para cada situação econômica que o país atravessa.
  • Acessível. Com R$ 30 já é possível iniciar uma aplicação. Já os fundos com melhor rentabilidade oferecidos pelos bancos são exclusivos para pessoas que possuem grandes quantias para investir.
  • Comodidade. O investidor aplica, acompanha e resgata os recursos pela Internet e ainda pode programar as compras.
  • Vantagem tributária. O Imposto de Renda (IR) só é cobrado no momento de saída do investimento, ou no recebimento das parcelas semestrais, depende do tipo do título. Nos fundos de investimentos de renda fixa, por outro lado, o imposto é recolhido semestralmente, pelo mecanismo conhecido como “come-cotas”. Como a parcela do IR permanece na carteira do investidor do Tesouro Direto até o resgate, continua a render juros que serão seus.

Todo investimento possui vantagens e desvantagens ou pontos fortes e fracos.. Vamos conhecer as características de cada título. Veja outros artigos que já escrevi:

  1. Tipos de títulos públicos do Tesouro Direto
  2. Como investir em Tesouro Prefixado (LTN)
  3. Como investir em Tesouro Selic (LFT)
  4. Como investir em Tesouro IPCA+ NTN-B e NTN-B Principal
  5. Como escolher uma corretora
  6. Curso de Tesouro Direto para Iniciantes
  7. Curso Tesouro Direto Descomplicado (Curso Completo)
  8. Curso Tesouro Direto Carteira Rica (Curso Completo)
  9. Livros e Cursos Recomendados

Mas diante de tantas vantagens, o Tesouro Direto só não é mais popular porque o sistema financeiro lucra mais oferecendo fundos e planos de previdência privada. Investir no Tesouro também é um pouco mais complicado já que você precisa fazer escolhas. E para fazer escolhas você precisa se informar e pensar. E normalmente as pessoas não gostam de pensar para fazer escolhas já que sentem medo de escolher errado. A escolha certa só depende do seu conhecimento. O risco de errar é proporcional a sua desinformação sobre o investimento.

Se você ainda não recebe os emails semanais do Clube dos Poupadores cadastre seu endereço em www.clubedospoupadores.com/assinatura. Você receberá um aviso sempre que novos artigos forem publicados aqui. A inscrição é gratuita. Acompanhe o material que publicamos diariamente no nosso Canal do Facebook que fica em www.facebook.com/ClubedosPoupadores. Para receber as novidades do Clube pelo Twitter visite twitter.com/cpoupadores. Convide todos os seus amigos e parentes.

Livros sobre investimento que recomendo