Eu sou um crítico da previdência privada no Brasil. Recentemente dei uma entrevista para a jornalista Fabíola Costa do Tribuna de Minas (veja aqui) criticando os planos de previdência privada e muitos leitores entraram em contato comigo pedindo mais informações e recomendações de livros para aprenderem mais sobre o que falei. Vou passar mais informações aqui e indicarei um bom livro.

Todo produto financeiro possui características vantajosas e desvantajosas. Para saber se o produto será bom ou ruim para você é necessário avaliar a importância que você dá para cada característica do produto.  Sim, eu já tive plano de previdência privada de um grande banco. Contratei o plano quando era muito jovem e inexperiente. Perdi dinheiro. O plano oferecido pelo grande banco cobrava taxas elevadas e tinha baixa rentabilidade. Resolvi cancelar o plano de previdência e perdi dinheiro novamente. Poderia ter feito a portabilidade para uma instituição que cobrasse taxas menores e tivesse uma rentabilidade maior.

Por isto as escolhas sobre investir ou não em previdência privada dependem do seu nível de conhecimento sobre os pontos fortes e principalmente os fracos. O problema é que a maioria da população não sabe nada sobre previdência privada aberta. Essas pessoas vão perder dinheiro, como eu perdi no passado.

O pouco que as pessoas sabem sobre previdência privada são informações transmitidas através de ações publicitárias das corretoras dos grandes bancos. Uma campanha publicitária só divulga as vantagens dos produtos vendidos. As desvantagens nunca aparecem de forma fácil e didática.

Não adianta ir até o banco conversar com seu gerente. Ele é um funcionário do banco, defende os interesses do banco e precisa cumprir metas para elevar os lucros da empresa onde trabalha. O emprego do seu gerente depende disso. Ele vai gastar muito tempo falando claramente sobre as vantagens da previdência privada. Eles são treinados para elogiar os produtos do banco.

Já as desvantagens, você terá que descobrir sozinho lendo um contrato complexo, cheio de palavras técnicas e frases difíceis de entender. Da até a impressão que os contratos são escritos com o principal objetivo de dificultar o entendimento de tudo que possa dificultar a venda do produto. Muitas pessoas que conheço sentem vergonha de perguntar o que significa determinada frase ou palavra de um contrato.

Para mim, as desvantagens da previdência privada aberta oferecidas pelos grandes bancos são tão grandes que eu simplesmente não recomendo para ninguém. Alguns educadores financeiros indicam previdência privada alegando que nem todo mundo tem conhecimento para administrar o dinheiro da própria aposentadoria. Ao contratar o plano você teria acesso a profissionais detentores do conhecimento que fariam esta administração, cobrando taxas administrativas e de carregamento.segredos-previdencia-privada

Eu como educador sou totalmente contra este argumento. Eu acredito que todos devem aprender a cuidar do próprio dinheiro. Não faz sentido este tipo de argumento nos dias de hoje, ainda mais partindo de um educador financeiro. Veja os artigos que já escrevi sobre aposentadoria e previdência privada.

Quero aproveitar para indicar um ótimo livro digital que li recentemente e que fala de forma clara e independente sobre todas as características (negativas e positivas) dos planos de previdência. O autor não é corretor de planos de previdência, não trabalha para corretoras e nem para bancos. Ele só tem compromisso com as pessoas e não com as instituições financeiras. Provavelmente ele nunca será convidado para palestrar em evento patrocinado por estas instituições. Se você tem um plano de previdência privada e não sabe o que fazer com ele, é fundamental investir em conhecimento.
Por este motivo eu recomendo o livro do Christian Fernandes: Segredos da Previdência Privada. Se este livro existisse quando fiz minha primeira previdência e se eu tivesse tido a oportunidade de adquiri-lo, com certeza teriam evitado a perda de milhares de reais com um plano de previdência privada mal escolhido. Provavelmente teria feito a portabilidade entre o plano ruim que eu tinha no banco grande para outro gestor de fundos, evitando grande prejuízo.

O Christian também fornece planilhas que ajudam a tomar decisões importantes que se não forem tomadas corretamente vão representar enorme prejuízo no longo prazo. Uma delas é a planilha para determinar a melhor modalidade de previdência a adotar (VGBL ou PGBL). Existe outra planilha que ajuda o leitor a determinar o modelo de tributação que pode ser Progressivo ou Regressivo. Você ainda pode fazer simulações de Tempo de Contribuição e Benefícios. Ele ainda oferece garantia de satisfação que eu acho muito importante, todo livro deveria oferecer esta garantia. Se você comprou, leu, e não gostou o dinheiro volta para o seu bolso. Só quem confia na qualidade do que faz pode oferecer este tipo de garantia.

Conhecer o Livro

Livro: Destrinchando a Previdência Privada

Recomendo não fazer Previdência Privada antes de ler este livro. Conheça os riscos e os perigos dos planos oferecidos no Brasil. Não caia em armadilhas e nem seja induzido a tomar decisões erradas.
Conhecer o Livro
Livro recomendado: Independência Financeira (clique para conhecer). Conheça todos os nossos livros sobre investimentos visitando aqui.

Receba novos artigos por e-mail: