Neste artigo vou fazer um review ou um avaliação com minhas impressões sobre o primeiro curso autorizado pelo investidor brasileiro Luiz Barsi Filho. Citei o curso no artigo anterior e recebi muitos e-mails de leitores pedindo uma avaliação. Atualmente Barsi é um dos maiores investidores da bolsa brasileira (pessoa física) com uma fortuna próxima de R$ 2 bilhões em ações.

Um ponto curioso na história do Barsi é o motivo que o levou a investir na bolsa. Ele percebeu que precisava poupar e investir para garantir uma boa aposentadoria.

Ficar bilionário não era o objetivo principal, tanto que Barsi continua mantendo um estilo de vida simples.

Na foto logo abaixo temos Barsi e sua filha, Louise Barsi, dentro de um transporte público indo para o trabalho. Apesar de ter 80 anos e ser um aposentado bilionário, Barsi não se aposentou.

Normalmente nossa imaginação nos leva a crer que milionários ou bilionários levam uma vida exibicionista e cheia de exageros. Na prática não costuma ser assim. Quem gasta muito tempo e dinheiro tentando exibir riqueza, normalmente é bem menos rico do que aparenta.

Barsi começou a trabalhar ainda criança como engraxate. Na juventude conseguiu concluir um curso técnico de contabilidade (1955) onde se especializou em “estrutura e análise de balanços”. Sem dúvida é um tipo de conhecimento técnico de grande utilidade para a análise financeira de empresas listadas na bolsa.

Isso permitiu que ele conseguisse um emprego em uma corretora de valores com pouco mais de 20 anos da idade. Logo percebeu que ao invés de comprar e vender ações, como muitos faziam para obter lucros rápidos, ele poderia destinar uma parte do salário para acumular o maior número possível de ações de empresas que pagassem dividendos.

Ele viu que dessa forma poderia atingir a independência financeira ou mesmo uma aposentadoria confortável.

Então ele estabeleceu a meta de acumular 100.000 ações da empresa CESP (Companhia Energética de São Paulo). Parece muitas ações, mas naquele tempo cada ação custava 0,5 cruzeiros e pagava uma boa quantia em dividendos que o ajudaria a comprar mais ações. Na década de 70, depois de 10 anos seguindo essa estratégia, Barsi resolveu produzir um pequeno estudo de 20 páginas para convencer as pessoas (amigos, parentes e clientes da corretora) a seguirem esse caminho.

A corretora onde ele trabalhava ajudou a fazer um pequeno livreto onde ele descrevia a estratégia de investimentos em ações que pagavam dividendos de tal forma que em alguns anos os próprios dividendos seriam suficientes para comprar cada vez mais ações.

Quanto mais ações, mais dividendos e quanto mais dividendos mais ações. Foi graças a isso, aliado a outras estratégias que aproveitam oportunidades durante as crises e quedas na bolsa, Barsi conseguiu acumular uma grande fortuna em ações de diversas empresas.

Seu foco sempre foi aumentar o número de ações para aumentar o recebimento de dividendos, já que esses são distribuídos pelo número de ações que cada investidor possui. Quanto mais ações, melhor.

Aqui vale destacar um ponto importante. Barsi não é um ex-engraxate que ficou bilionário como aparece em muitas reportagens. Barsi é um ex-engraxate que primeiro investiu na sua educação para se tornar um grande investidor. Barsi não parou de se qualificar enquanto aumentava sua carteira de ações. Ele também fez faculdade de direito e de economia. Agora, além de compreender a contabilidade das empresas ele também conquistou o conhecimento necessário para entender as leis, contratos e questões que envolvem a economia.

Sua filha seguiu seu exemplo e fez faculdade de ciências econômicas, ciências contábeis e pós-gradução em mercados de capitais. Atualmente Louise Barsi é analista de investimentos e investidora como o pai. Como filha de um dos investidores mais ricos do país, ela está se preparando para se tornar uma das mulheres mais ricas do mercado financeiro. Veja que o preparo é a base de tudo.

Em 2012 Barsi e outros grandes investidores brasileiros, que também começaram do zero até o primeiro bilhão, foram capa da revista Exame (imagem logo abaixo).

Sobre a estratégia

Primeiro é importante perceber que não é todo dia que você encontrará algum bilionário ou o familiar de um querendo compartilhar com você suas estratégias de investimentos.

Basta se imaginar na condição de bilionário ou de filho(a) de um bilionário e refletir sobre o que você estaria fazendo neste momento com tantas opções para ocupar o seu tempo. Provavelmente a última coisa que você faria seria um curso para compartilhar os segredos da sua família com pessoas que você não conhece.

Por esse motivo, esse tipo de curso é uma oportunidade para ter contato com ideias de pessoas que pensam de uma forma diferente do modo de pensar da maioria das pessoas que conhecemos (amigos, colegas de trabalho e parentes).

Confesso que não sou muito entusiasta de estratégias que tenham como objetivo acumular uma enorme quantidade de ações de forma concentrada em um número pequeno de empresas por muitos anos/décadas. Não encaro investimentos em ações como se eu fosse dono da empresa (acho isso uma gostosa fantasia). Não me envolvo com a empresa onde invisto de forma emocional ao ponto de ficar defendendo a empresa ou o projeto que desenvolvem.

Também não sou fã do hábito que o Barsi e outros grandes investidores possuem de divulgar suas carteiras de ações na imprensa quando são entrevistados, pois entendo que isso motiva o iniciante a copiar sua carteira, ou seja, motiva a compra de ações onde eles investem. Certamente eles não ficaram bilionários com recomendações de compra de terceiros, eles buscaram qualificação para não dependerem de recomendações que aparecem na imprensa. Só que eu entendo que os jornalistas pressionam esses investidores para que divulguem suas carteiras e recomendem seus investimentos ao público. Isso atrai audiência, pois as pessoas comuns querem o peixe, não querem aprender a pescar.

O fato de não gostar de algumas coisas, não significa que não goste de outras. Como já falei em outros artigos, você deve encarar os autores de livros e cursos como se fossem árvores cheias de frutos. Nem todos os frutos são doces. Você deve colher somente os frutos que você gosta ou que combinam com seus objetivos e preferências. É exatamente isso que faço quando entro em contato com um modo de pensar diferente do meu.

O que gosto da estratégia do Barsi é a parte relacionada com a geração de renda passiva. Considero muito interessante a ideia de acumular um número suficiente de ações até o ponto em que os dividendos pagos por elas possam ser utilizados para comprar novas ações. A renda passiva do dividendo permite comprar mais fontes de renda passiva (mais ações que pagam dividendos). Isso cria um efeito bola de neve que faz o número de ações que acumulamos crescer cada vez mais com o tempo.

Também gosto de pensar que os dividendos são como uma devolução do dinheiro que pagamos pelas ações (retorno do capital investido para o bolso do investidor). Com o tempo, receberemos tantos dividendos que o custo de aquisição de cada ação tenderá a zero. Isso sim é muito interessante. É como se você tivesse comprado um imóvel para alugar e depois de algum tempo todo o dinheiro pago pela compra do imóvel retornasse para o seu bolso na forma de aluguéis.

Depois, as próprias ações irão trabalhar (gerar renda) que usaremos para comprar cada vez mais ações. Isso significa que só precisamos colocar o nosso próprio dinheiro na compra de ações no decorrer dos primeiros anos ou da primeira década.

O curso

O principal objetivo do curso é apresentar o “Jeito Barsi de Investir” e isso significa transmitir para o participante do curso uma maneira diferente de enxergar os investimentos em ações. Sim, é bem diferente do modo de pensar mais especulativo que as corretoras preferem divulgar. Nada contra destinar uma parte do seu dinheiro para aproveitar oportunidades, no curso do Barsi fica claro que ele também aproveita oportunidades justamente por já ter sua carteira de ações para aposentadoria.

Boa parte do curso é focada na transmissão de uma espécie de filosofia, um modo de pensar e agir diante dos investimentos de renda variável. É importante deixar claro que esse não é um curso que vai tratar detalhadamente sobre questões contábeis e análise de balanços das empresas. Não se trata de um curso de análise fundamentalista de ações.

Qualquer livro sobre contabilidade básica possui esse tipo de conhecimento técnico que permite entender um balanço ou demonstração financeira de empresa. Não é esse tipo de conhecimento técnico que fará alguém se tornar milionário ou bilionário na bolsa de valores, pois se fosse somente isso todos os graduados em contabilidade e administração de empresas seriam milionários ou bilionários na bolsa, pois todos dominam grande conhecimento técnico sobre os fundamentos das empresas.

O que faz a diferença é justamente assimilar a cultura, o modo de pensar, agir e a visão de mundo que um investidor precisa ter caso queira montar uma carteira de investimentos com objetivo de obter renda passiva na aposentadoria.

Se o seu objetivo é aprender a selecionar ações através da análise fundamentalista, ou seja, análise dos indicadores financeiros gerados através dos balanços e demonstrações das empresas, será mais barato e objetivo comprar o meu livro sobre o assunto (análise fundamentalista), veja aqui. O problema é que se você não estiver com a mentalidade correta, se não possuir a motivação correta para encarar o desafio de aprender uma série de conhecimentos técnicos para atingir grandes objetivos, você provavelmente vai comprar o meu livro e não vai se sentir motivado para estudar e colocar todo o conhecimento técnico em prática.

As livrarias estão cheias de livros produzidos pelos maiores autores do planeta e nem por isso as pessoas estão motivadas a entrar nas livrarias para ler, estudar, entender e praticar o que os livros ensinam. As pessoas precisam de inspiração, de motivação e exemplos a seguir.

A função de cursos como esse é o de fazer a parte mais difícil, que é motivar você a encarar um grande desafio tendo alguém como exemplo a seguir, ou seja, alguém que permita a você dizer assim: “Se ele conseguiu, eu também posso conseguir“. Virar essa chave na sua cabeça é a parte mais difícil. Depois que ela girar você terá a força de vontade para buscar tudo que precisa saber e fazer (sobre a parte técnica) para atingir o seu grande objetivo ou o seu “sonho grande”.

A atividade do investidor é muito solitária e essa solidão pode ser desestimulante. Quando você faz um curso online, presencial ou participa de uma palestra com pessoas inspiradoras, isso faz você perceber que não está sozinho(a). Isso motiva você a aprofundar suas leituras solitárias, estudos e prática.

Por esse motivo o que mais faço aqui no Clube dos Poupadores é motivar o leitor a acreditar que é possível (vencer a resistência, como falo no meu livro de mesmo nome), pois entendo que o resto será uma consequência.

Conteúdo do curso

Introdução: o curso inicia com diversos vídeos que apresentam a biografia do Luiz Barsi. Você verá que ele é uma pessoa comum, que começou a vida em uma situação pior do que a sua, mas que deu muito valor para a busca de conhecimento, pois foram os cursos que ele fez e o estudo sobre o mercado financeiro que fizeram ele sair das ruas até chegar nas capas das revistas. Nessa parte o curso apresenta histórias inéditas, contadas sob a perspectiva da filha de Louise Barsi. Eles apresentam fotos do acervo pessoal do investidor e detalhes da sua trajetória.

Foto da sala de aula da turma que participei onde as aulas em vídeo ficam agrupadas dentro de diversos módulos:

Primeiro Módulo: esse primeiro módulo é para quem está começando do zero. Se você já tem algum conhecimento é possível assistir os vídeos na velocidade de 1,5 ou 2 vezes utilizando uma ferramenta que utilizo muito no Chrome, que é essa aqui. Cada módulo é composto por diversas aulas em vídeo. Somando as aulas em vídeo, transmissões ao vivo com alunos e outros materiais foram 67 aulas a serem concluídas.

Segundo Módulo: este módulo fala sobre como nossas emoções podem atrapalhar nossos investimentos. Existem fatores psicológicos que impedem ou atrapalham o ganho na bolsa de valores a aula fala sobre armadilhas do comportamento. Existem aulas que destacam a importância da disciplina e paciência para o sucesso da estratégia adotada pelo Barsi.

Terceiro Módulo: aqui começam o material sobre a filosofia de investimentos. As vantagens de se investir no Brasil e montar sua própria carteira de investimentos em ações. Fala sobre como traçar metas realistas na bolsa e ter consistência para atingir seus objetivos de vida. Fala sobre a ideia de “investidor-parceiro” e qual tipo de filosofia de investimento realmente tem relação com a estratégia do Barsi. Nessa parte eles fazem uma comparação entre as filosofias do Buy and Hold e Value Investing. Eles mostram mais detalhes sobre o estudo original feito pelo Barsi na década de 70 sobre a compra de ações que pagam dividendos como uma forma de garantir a sua aposentadoria. Eles apresentam exemplos da metodologia. Como falei, cada módulo é composto por diversos vídeos.

Quarto Módulo:  diversos elementos da estratégia que Barsi adotou para montar usa carteira de ações tem como base as teorias de autores muito conhecidos como Benjamin Graham, autor de livros importantes como “O investidor inteligente“. e Philip Fisher que possui diversos livros interessantes sobre investimentos, veja aqui.  O único problema é que nem tudo que esses autores falam se aplicam exatamente da mesma forma na análise de ações de empresas brasileiras. Por isso, somente alguns elementos desses autores fazem parte da estratégia do Luiz Barsi. O curso fala sobre indicadores quantitativos utilizados na seleção das ações, mas não espere aqui um curso de contabilidade ou de análise fundamentalista detalhado. Nesse módulo também temos aulas muito interessantes sobre conceito do dividendo inteligente e a filosofia do jacaré de boca aberta, onde fica bem claro que preço importa muito na hora de comprar ações que pagam dividendos.

Existe uma aula nesse módulo onde é apresentada a carteira de ações que o Luiz Barsi mantém como sendo a sua previdência, ou seja, eles listam as ações que fazem parte da carteira previdenciária do Barsi. Aqui fica minha recomendação. Não copie a carteira do Barsi, pois algumas das ações listadas foram compradas no passado distante, por preços diferentes do que temos hoje e quando as empresas apresentavam fundamentos diferentes dos atuais. Existe uma aula separada onde ocorre a apresentação de uma simulação real da construção mês-a-mês de uma carteira previdenciária ao longo de 4 anos. Essa estratégia que você poderá adotar com ações que apresentam bons fundamentos nos dias de hoje ou em qualquer momento no futuro.

Quinto módulo: um ótimo módulo onde eles não só apresentam os casos de sucesso, mas também mostram os casos de fracasso do Barsi. Nem sempre as coisas deram certo e na minha opinião muitas vezes a insistência em não vender as ações fizeram Barsi perder muito dinheiro em algumas situações no passado. Existem momentos em que as empresas apresentam sinais claros de que deixaram de ser um bom investimento e, na minha opinião, o investidor deve se desfazer de suas ações sem qualquer apego ou envolvimento emocional com a empresa. No meu ponto de vista, o maior risco do investidor que compra ações com a ideia de se tornar um grande sócio é o risco de se envolver emocionalmente com o negócio.

A filha do Barsi e sua equipe (que são bem mais jovens que o Barsi) falam sobre a trajetória que estão seguindo montando uma carteira de ações para a aposentadoria. Existe um vídeo onde eles listam sites que consideram confiáveis para obter informações sobre as empresas, dados fundamentalista e cotações. Curiosamente são os mesmos sites que eu ensino a utilizar no meu livro sobre análise fundamentalista.

Sexto módulo: aqui temos as aulas finais do curso com perguntas e respostas parar tirar dúvidas comuns dos alunos. Eles produziram um checklist muito interessante, pois a ideia é utilizar alguns critérios para “filtrar” as ações que merecem sua atenção como investidor. Exemplo: existem setores de atuação das empresas que são melhores para compor uma carteira de ações com foco na sua aposentadoria. Nessa aula do checklist eles apresentam um cálculo muito simples de como definir o preço justo de uma ação com base no pagamento de dividendos. Neste módulo existe uma aula sobre a importância do investidor criar o hábito de visitar as empresas onde investe. Certamente é um procedimento que ajuda muito a manter a mente saudável com seus investimentos nos momentos de maior crise, pois existe a ideia de que você é dono de uma parte de um bem físico e não apenas de ações negociadas na bolsa. Eles também estimulam o investidor a visitar e conhecer em detalhes os sites das empresas onde iremos investir.

Módulo Bônus: na turma que participei existia um módulo bônus com aulas sobre IPO, sobre o conceito de bolsa cara ou barata, bancos digitais x bancos tradicionais para investir e uma aula sobre reserva de emergência e investimentos em ações. Eles também forneceram um mapa de dividendos que é uma espécie de calendário com os meses de pagamento de dividendos das principais ações. Faz parte da estratégia do Barsi comprar ações antes do pagamento de dividendos e por isso existe o monitoramento das datas dos pagamentos. É possível baixar uma cópia do estudo original que o Barsi fez na década de 70 mostrando a estratégia exatamente como ele desenvolveu no início de tudo. É uma estratégia atemporal, ou seja, pode ser aplicada nos dias de hoje selecionando outras ações.

Módulo de Lives: existem cópias de 5 transmissões ao vivo com a turma. Eu não sei se essas transmissões serão mantidas na sala das turmas futuras ou se eles vão exibir somente as novas “lives” (transmissões ao vivo) que serão feitas com a nova turma.

Módulo Direct: existem diversas aulas adicionais em vídeo sobre rentabilidade da carteira sem vender ações, diversificação x concentração da carteira (no início eles recomendam concentrar e não diversificar), criação de metas para a sua carteira de ações de aposentadoria e uma aula sobre a participação do investidor nas reuniões das empresas.

Conclusão

Como já falei, a proposta do curso é proporcionar uma mudança de mentalidade e motivar você a iniciar uma jornada de décadas montando uma carteira de ações pensando na aposentadoria.

O conhecimento técnico que envolve análise dos dados financeiros de uma empresa você vai encontrar de forma mais fácil em livros. Como falei, não é o conhecimento técnico que produz bilionários, pois se fosse só isso os técnicos não buscariam empregos, salários e direitos trabalhistas nas empresas dos bilionários. Esqueça a ideia de copiar a carteira de investimentos dos bilionários. Melhor seria aprender a pensar como eles pensam e aprender o que eles aprenderam para que você possa escolher suas ações.

O que faz a diferença é a mudança de mentalidade. Recomendo que, sempre que possível, você procure conhecer a mentalidade de pessoas que pensam diferente de você e esteja aberto para colher aquilo que faz sentido e deixar aquilo que não faz. O saldo da sua conta bancária tem forte ligação com as coisas que você sabe e as coisas que você ainda precisa saber. Para saber mais sobre o curso visite aqui.



Receba novos artigos por e-mail: