Vou propor um desafio para você. Talvez você consiga economizar dezenas ou até centenas de milhares de reais nos próximos anos se conseguir cumpri-lo. Esse dinheiro ficará livre no seu bolso e você poderá gastar ou investir da forma que quiser.

Você verá neste artigo que os valores envolvidos são pequenos no curto prazo, mas no longo prazo eles crescem como uma bola de neve e irão fazer grande diferença no seu patrimônio. Esse desafio fará você entender o poder destrutivo das pequenas despesas recorrentes e o poder mágico do pequeno investimento recorrente. No final da leitura, lembre-se de compartilhar com os seus amigos.

Bilhões de reais

Todos os anos os brasileiros gastam mais de R$ 27 bilhões com tarifas pagas para os cinco grandes bancos do país (fonte). Alguns desses bilhões saem do bolso dos brasileiros na forma de desperdício de dinheiro. Estamos falando de bilhões que as pessoas poderiam gastar de forma mais inteligente ou investir para realizar algum sonho no futuro.

Faz quanto tempo que você não revisa suas despesas com tarifas e taxas bancárias? Ninguém gosta de jogar dinheiro no lixo, mas é isso que você está fazendo quando paga tarifas e taxas que poderiam ser evitadas. O pouco tempo que você gastará para eliminar esse custo produzirá ganhos pelo resto da vida.

Recentemente escrevi um artigo falando sobre a importância de você iniciar as reformas na sua vida. Se você tem tempo e disposição para ficar discutindo as reformas que os políticos e os governos querem fazer no país, você poderá destinar uma parte desse tempo para fazer aquelas reformas que mais ninguém poderá fazer, que são reformas na sua vida financeira, na sua profissão, nos seus investimentos e nos seus projetos para futuro.

Durante o ano, pretendo lançar uma série de pequenos desafios como este para motivar você a iniciar essas reformas na sua vida. Ninguém mais fará isso por você.

Políticos, bancos, empresas e a própria mídia não se importam com as reformas financeiras que você pode implementar na sua vida, pois, na maioria das vezes, isso afeta os “negócios” deles.

Objetivo do desafio número 1

Caso aceite o desafio, o seu objetivo principal será reduzir sua despesa anual com pagamento de taxas e tarifas bancárias. Para isso, você deverá cumprir algumas missões nos próximos 30 dias.

Missão 1:

Descubra quanto você paga por mês com taxas de manutenção de todas as contas bancarias que possui. Você pode fazer isso observando todos os valores que foram descontados da sua conta no último mês. Eu recomendo pegar o extrato dos últimos 12 meses e somar todas as despesas com taxas e tarifas bancárias.

Procure todas as tarifas que você pagou nos últimos meses como transferência de dinheiro. Normalmente os bancos cobram tarifas elevadas para transferir dinheiro para outras contas através de DOC e TED. Veja quantas transferências você realmente precisa fazer mensalmente. Reflita sobre como você poderia reduzir essas despesas com transferências.

Se você acessa sua conta pela internet, verifique se existe alguma opção no site do banco onde você possa visualizar se está pagando por algum pacote de serviços para o uso da sua conta corrente. Verifique se esse pacote de serviços não está superdimensionado, ou seja, talvez ele ofereça mais recursos do que você realmente precisa.

Caso tenha dificuldade para identificar se você está pagando alguma mensalidade para manter sua conta, consulte o gerente. Se estiver pagando por um pacote, solicite a ele uma descrição de todos os serviços do pacote que você paga. Veja se realmente precisa desses serviços e se não existe um pacote mais barato no banco.

Missão 2:

Pesquise os serviços oferecidos por outros bancos. Infelizmente temos o mau hábito de manter fidelidade ao banco onde abrimos a nossa primeira conta bancária. Não faça isso. Banco não é time de futebol. Sua relação com o banco não é a de um casamento que deva ser mantida até que a morte os separe. Pratique a infidelidade bancária sempre que for necessário. Visite o site dos bancos concorrentes e consulte os serviços que eles oferecem e os custos. Após a pesquisa dos concorrentes, entre em contato com o gerente da sua conta e pergunte a ele se o banco tem alguma proposta melhor do que a do concorrente. Avise que se não existir nada melhor, você marcará uma visita para fechar sua conta. Os bancos não gostam quando seus gerentes perdem clientes. Provavelmente o seu gerente vai oferecer alguma coisa melhor para não perder você.

  • Dica: no site do Banco Central existe um sistema de pesquisa que permite consultar as tarifas e pacotes de conta corrente de todos os bancos. Visite aqui.
Leia também:  Onde investir primeiro, degrau por degrau

Missão 3: 

Verifique se o tipo de serviço que você precisa do banco pode ser atendido por algum banco digital. Atualmente existem diversos bancos que oferecem “contas digitais” gratuitas. Se você fizer uma busca no Google por “conta digital grátis” ou “banco digital” encontrará diversos anúncios e reportagens sobre contas digitais que oferecem contas com serviços gratuitos.

Esses bancos são ideais para quem já está acostumado a fazer tudo pela internet, pois eles não possuem uma agência em cada esquina, como ocorre com os grandes bancos. Como não possuem agências, os depósitos em dinheiro vivo são feitos através do pagamento de boletos. Você emite um boleto, paga em qualquer banco e o dinheiro pago aparecerá na sua conta. Eles também aceitam transferências vindas de qualquer banco.

Como não custa nada abrir conta em um banco digital, pois normalmente isso é feito através de um aplicativo de celular ou no site e sem tarifas, experimente abrir a conta. Utilize por um tempo e se gostar não pense duas vezes, elimine os custos com tarifas da sua vida para sempre.

  • Dica 1: todo banco é obrigado a oferecer um pacote gratuito de serviços bancários aos clientes (pessoa física) que possuem conta corrente. É claro que os bancos não informam isso aos clientes. Eles preferem oferecer os pacotes pagos. O pacote de serviços essenciais tem as características descritas aqui. Se os serviços gratuitos atendem sua necessidade, solicite esse pacote ao gerente do seu banco. Ele não fará a mudança sem resistir. Ele é treinado para fazer a propaganda dos pacotes caros que oferecem. Se ele informar que não é possível ou fingir que desconhece tudo isso, mostre a resolução do Banco Central, veja aqui. Segundo o IDEC (fonte) “Qualquer consumidor pode abrir uma conta só com serviços essenciais, em vez de aderir a um pacote de serviços tarifado oferecido pelo banco. Da mesma forma, o cliente que já tem uma conta aberta pode migrar para essa modalidade a qualquer momento”.
  • Dica 2: Se mesmo assim o banco se recusar a atender seu pedido de mudança de pacote, informe a eles que você abrirá uma reclamação no Banco Central através desse endereço aqui. Todo trimestre o Banco Central divulga um ranking dos bancos que recebem mais reclamações, veja aqui.
  • Dica 3: Se você possui uma boa quantia investida no banco, exija desconto nas tarifas de manutenção de conta. Vários bancos grandes oferecem descontos ou isenção de tarifas para clientes que possuem investimentos. Pesquise os concorrentes que oferecem essas vantagens. Mostre para o seu gerente as vantagens que os concorrentes oferecem e pergunte se ele pode ajudar de alguma forma. Permita que ele saiba que você vai transferir seus investimentos para o banco que oferecer mais vantagens.

Missão 4: muitos brasileiros possuem pequenas empresas por serem pequenos prestadores de serviço ou pequenos comerciantes. Muitas vezes são empresas sem qualquer funcionário ou com apenas 1 ou 2 funcionários. Os bancos grandes costumam cobrar caro pela manutenção de conta corrente para pessoa jurídica (empresas). O Banco Central não exige a oferta de pacotes gratuitos para pessoas jurídicas, como acontece com as pessoas físicas. Se você é um pequeno empresário ou uma “EUpresa” (empresa de uma pessoa só), recomendo que você faça uma pesquisa no Google sobre bancos que oferecem contas digitais para pessoa jurídica. Já existem bancos digitais (que atendem somente pela internet) que possuem contas gratuitas ou de baixo custo para pequenas empresas.

Se você possui conta em um grande banco por depender daquelas máquinas para receber dos seus clientes através de cartão de crédito, pesquise a possibilidade de testar máquinas mais baratas e que não exigem uma conta aberta em um grande banco. Você verá que algumas máquinas já oferecem conta digital e isenção de taxas mensais. Sempre busque formas de redução de custos para o seu pequeno negócio. Já existem muitas empresas oferecendo opções baratas para receber por cartão de crédito. Aproveite essa concorrência crescente neste setor para reduzir seus custos.

Leia também:  Viajar ou juntar dinheiro?

Missão 5:  Faça planos para o dinheiro que você irá economizar ao cumprir essas missões. Isso dará a força de vontade necessária para agir. Vamos supor que você descubra que tem uma despesa mensal de R$ 50,00 com tarifas bancárias e que essa despesa recorrente pode ser eliminada para sempre. Vamos supor que você migrou sua conta para outro banco ou conseguiu zerar o custo no banco onde já tem conta. Cumprir esse pequeno desafio representará uma economia anual de R$ 600,00 por todos os anos da sua vida (50 x 12 = 600).

Você poderá usar esse dinheiro para comprar livros e cursos sobre investimentos e isso ampliará a sua capacidade de fazer o seu dinheiro render no longo prazo. Você poderá investir esse dinheiro em treinamentos que melhorem o seu desempenho profissional para aumentar a sua renda no longo prazo. Você pode gastar com mais lazer ou pode planejar a compra de algum presente para você todos os anos.

Qualquer destino que você dará para esse dinheiro será melhor do que o desperdício provocado por uma falta de iniciativa diante de despesas recorrentes como as tarifas bancárias.

Veja o que acontece se você investir esses R$ 50,00 todos os meses durante muitos anos:

A simulação acima mostra quanto você terá se investir esses R$ 50,00 de tarifa durante 45 anos recebendo uma taxa de juros de 0,7% ao mês.  Aprendendo a investir o seu dinheiro é possível conseguir taxas muito maiores.

Esses 45 anos seria o equivalente a uma vida inteira de trabalho (entre os 20 e 65 anos de idade). Observe que o resultado final representa o equivalente ao preço de 6 carros de R$ 50 mil ou um apartamento de R$ 301 mil. Isso é o que uma simples tarifa recorrente de R$ 50 pode representar na vida de alguém.

Os bancos adoram receber dinheiro recorrente, como uma renda passiva, na forma de tarifas, taxas e cobrança de juros. Eles sabem que essa é a fonte de grande riqueza. Eles sabem o poder que isso representa no longo prazo.

Agora experimente fazer a mesma simulação de juros compostos (visite aqui) por um prazo de 70 anos pagando essa tarifa de R$ 50. Isso seria o equivalente a despesa de alguém que começou a pagar tarifas com 20 anos de idade e terminou de pagar com 90 anos. Você verá um número assustador aparecendo no simulador. E esse número será bem maior, já que as tarifas bancárias são reajustadas todos os anos e muitas vezes esses reajustes são acima da inflação. Imagine o quanto os bancos lucram durante a vida inteira dos seus clientes. Agora multiplique isso pelos milhões de clientes que eles possuem. É por isso que os bancos são os maiores pagadores de dividendos para aqueles que investem em suas ações na bolsa.

Infelizmente, ainda são poucos os brasileiros que compreendem que devem eliminar as despesas recorrentes e ao mesmo tempo devem investir para conseguirem cada vez mais fontes de renda recorrente (juros, dividendos e proventos dos investimentos que fazem). É isso que vai garantir um maior nível de independência financeira, como ensino no meu livro.

Missão 6: compartilhe esse desafio com seus amigos e parentes e combine alguma coisa para que vocês possam fazer juntos com o dinheiro economizado. Pode ser um jantar, um churrasco ou uma troca de presentes. Se você tem 3 ou 4 amigos que pagam tarifas desnecessárias aos bancos, a economia gerada no primeiro mês já permitirá fazer uma boa comemoração. No longo prazo, como vimos no artigo, essa pequena economia fará uma grande diferença na qualidade de vida de todos. É esse tipo de reforma que todos precisam fazer imediatamente.

Critério para o sucesso do desafio:

Cumpra pelo menos três missões das sete que foram apresentadas neste artigo e você já terá sucesso com este desafio. Se você já eliminou ao máximo suas despesas bancárias, envie esse desafio para um amigo e o ajude a reduzir também. No próximo mês teremos um novo desafio com base nas reformas que você pode implementar para melhorar a sua qualidade de vida imediatamente.

Livro recomendado: Independência Financeira (clique para conhecer). Conheça todos os nossos livros sobre investimentos visitando aqui.