Você sabe dizer o quanto enriqueceu ou empobreceu nos últimos 12 meses? Você sabe o valor de tudo que possui nesse exato momento e quanto você teria se resolvesse quitar todas as suas dívidas?

A primeira coisa que você deve fazer para se educar financeiramente é medir a sua riqueza ou sua pobreza. Você pode fazer essa medição anual de uma forma rápida e simples através do seu “Balanço Patrimonial Pessoal”.

Pelo menos uma vez por ano é importante fazer um balanço para ter consciência sobra a sua situação financeira. Quando sabemos onde estamos, fica mais fácil escolher o caminho que devemos trilhar para chegar onde queremos chegar. Ignorar nossa situação financeira é como caminhar com uma venda nos olhos.

Sua riqueza é…

Sua riqueza é o resultado de tudo que você tem menos tudo que você deve.

Existem famílias que moram em imóveis luxuosos, ostentam carros caros e possuem enormes dívidas. São aparentemente ricas, mas na realidade são financeiramente pobres.

Existem famílias que moram em imóveis simples, andam em carros comuns e no lugar das dívidas possuem dinheiro investido que rende juros. São aparentemente pobres, mas na realidade são ricas.

Observe que no mundo das finanças existe uma enorme diferença entre ser rico e parecer rico. O seu balanço pode indicar se você é o que realmente pensa que é ou se você está vivendo apenas uma riqueza aparente.

Para saber qual é o tamanho da sua riqueza ou pobreza baixe a planilha. Ela já possui alguns dados preenchidos como exemplo. Você deve editar os campos com os seus próprios dados referente aos resultados dos seus últimos 12 meses. Veja uma foto da planilha:

Leia também:  Planilha Rendimento LCI e LCA pós-fixadas

Baixar Planilha:

Para baixar a versão atualizada da planilha clique aqui.

Versão online:

Se você não tem Excel pode utilizar a versão online do balanço patrimonial clicando aqui.

Como usar:

Os nomes utilizados nos campos podem ser editados por você livremente. Você pode adicionar outros tipos de receita, bens e dívidas. Uma riqueza líquida negativa é um resultado ruim. Significa que se você fosse obrigado a pagar todas as suas dívidas naquele exato momento perderia tudo que possui e mesmo assim ficaria no vermelho. Quanto maior sua riqueza líquida mais rico você é.

No primeiro grupo de campos coloque suas disponibilidades. É o dinheiro que você tem no bolso, conta corrente e investimentos que podem ser sacados imediatamente, é o caso da Caderneta de Poupança.

Depois preencha suas receitas como: salários, aluguéis, pró-labore, e outras fontes de renda.

Existes campos para digitar outros investimentos como Tesouro Direto, CDB, Previdência Privada, Ações, etc.

No final da tabela verde (ativos) você encontra os ativos “não circulantes”. Preencha o valor atualizado do seu carro, imóveis, jóias e etc. Deve ser o valor que você conseguiria vender se desejasse fazer isto hoje. Você pode fazer uma pesquisa em sites de classificados para descobrir por quanto as pessoas estão vendendo bens parecidos ou iguais aos seus.

No lado do passivo você deve preencher com suas dívidas. Observe que existe o bloco de campos para colocar seus financiamentos de imóveis, carros e empréstimos.

Ao fazer um balanço anual é possível verificar se naquele ano você empobreceu ou enriqueceu. Também podemos ver claramente o tamanho das nossas dívidas em relação ao nosso patrimônio. Você rapidamente vai perceber o significado da frase: “Quem tem 100 e deve 100, nada tem“.

Leia também:  Planilha simulador Tabela SAC para EXCEL

Sua riqueza não é medida pelo tamanho da sua renda mensal e nem pela quantidade de coisas caras que você conseguiu comprar durante a sua vida.

A sua riqueza é aquilo de valor que você conseguiu acumular para construir sua liberdade financeira para conquistar mais tranquilidade e conforto no futuro.

Para iniciar uma profunda mudança na sua vida financeira adquira todos os conhecimentos conheça o meu novo livro sobre Independência Financeira.

Livro recomendado: Como investir em CDB, LCI e LCA. Conheça todos os nossos livros sobre investimentos visitando aqui.