Versão 2019: Essa é a ferramenta que vai te ajudar a tirar os seus sonhos do papel durante esse ano.

Muitos enxergam o orçamento familiar como uma ferramenta útil apenas para aqueles que enfrentam problemas financeiros e encontram dificuldades para gastar só aquilo que ganham.

O orçamento é mais do que isso.

O orçamento é a base do seu planejamento. Ele que permite transportar sonhos para o mundo real. Sem orçamento e planejamento os seus sonhos continuarão existindo apenas na sua cabeça e assim será ano após ano.

Todas as grandes fortunas, grandes empresas, grandes projetos e até governos que representam países inteiros iniciam o ano criando um orçamento. Não fazem isso por serem grandes. É justamente o contrário. Se tornam grandes por utilizarem ferramentas que permitem planejar o futuro.

É isso que você precisa fazer todos os anos: planejar o seu próprio futuro. Ninguém fará isso por você.

Esta planilha gratuita de orçamento vai te ajudar a planejar quanto você pretende gastar com lazer, saúde, educação, alimentação, habitação, etc. em cada mês do ano.

Depois de orçar cada despesa basta preencher a planilha e verificar, todos os meses, quanto você realmente gastou.

A planilha vai comparar o que você orçou (planejou) e o que você realmente gastou. Vai exibir a diferença entre suas projeções e a realidade através de números e gráficos.

Com isto, você poderá prever todas as receitas que você terá durante o ano e planejar toda as suas despesas. Você poderá acompanhar se conseguiu atingir o principal objetivo de todo orçamento familiar que é gastar o seu dinheiro com inteligência.

O orçamento é uma ferramenta que mantem você consciente sobre de onde vem e para onde vai o seu dinheiro. É essa consciência constante que permite tomar decisões para manter a sua vida financeira na direção que você deseja.

Além disso, o orçamento obriga você a ter consciência sobre cada despesa. Quando temos consciência somos convidados a fazer uma reflexão se aquela escolha que gerou a despesa foi a melhor escolha, se ela está gerando o maior e melhor benefício possível para cada R$ 1,00 que foi gasto.

Muitas vezes uma despesa fixa deixa de fazer sentido. Muitas vezes é comum identificar que estamos desperdiçando dinheiro, tempo e saúde com determinadas despesas que poderiam ser destinadas para outras áreas mais importantes da nossa vida.

Depois dessas reflexões, que vão ocorrer naturalmente, você vai desejar compensar os exageros do mês anterior fazendo algum ajuste ou economia no mês seguinte. Você vai querer trocar uma despesa que prejudica a sua vida por uma que melhora sua qualidade vida. Tudo fica mais fácil quando você pode visualizar o que está acontecendo com o seu dinheiro através da planilha.

O seu orçamento é o mapa que mostra onde está sua situação financeira e para onde ela está indo. Com esse mapa, atualizado mensalmente, é possível tomar decisões conscientes que alteram o curso das suas finanças.

Passo 1: Edite as categorias e subcategorias livremente. Todas as categorias de renda, poupança e despesas podem ter seus nomes modificados. As que existem na planilha são apenas exemplos e sugestões.

Passo 2: Opcionalmente você pode preencher o campo “Fundo de Emergência” que seria aquele dinheiro que você possui na sua conta ou na poupança que serve para te socorrer caso suas despesas sejam maiores do que suas receitas em um determinado mês. Se você não possui um fundo de emergência e já está no vermelho (saldo negativo usando cheque especial) pode colocar um valor negativo neste campo.

Passo 3: Crise seu orçamento. Preencha todos os campos de orçamento (das colunas: Orçado) com a previsão de quanto você pretende gastar naquele mês e nos meses seguintes com relação a cada categoria. É muito importante que você estabeleça valores compatíveis com a sua realidade. Se você sabe que todos os meses gasta R$ 300,00 de energia, não adianta estabelecer com orçamento R$ 100,00. Fracassar será desestimulante. Se você gasta R$ 300,00 de energia pode começar o mês orçando R$ 280,00 caso realmente queira poupar através da energia. Se conseguir economizar mais do que isso, parabéns! Metas possíveis de serem cumpridas são mais estimulantes. Caso tenha conseguido atingir o que foi orçado no mês anterior com facilidade modifique o orçamento do próximo mês. Avalie o que você pode fazer para melhorar o seu resultado. Isto vale para todas as despesas. O seu foco sempre deve fazer o corte de desperdícios e o uso inteligente que garanta o maior retorno possível para cada R$ 1,00 gasto em cada área do seu orçamento.

Uma boa forma de estabelecer um valor no campo “orçado” seria descobrir qual foi sua média de gastos naquele item nos últimos 3 meses. Exemplo: Descubra quanto você gastou com alimentação comprada no supermercado nos últimos 3 meses, some e divida o valor por 3. Você encontrará um valor médio que pode ser usado como base para estabelecer um objetivo igual ao da média ou até menor caso você acredite que é possível economizar alguma coisa nas compras do supermercado.

É importante que você termine o mês gastando só aquilo que você planejou (orçou). Se você gastar mais do que o orçado, terminará um mês com um déficit (dívida) e não terá cumprido com o que foi planejado. Se sobrou algum dinheiro use esta sobra na categoria “Poupança” de tal forma que o seu resultado final entre as entradas e saídas de dinheiro fiquem iguais a zero. Poupança representa o que você poupou. Não importa onde você colocou o dinheiro poupado (se foi na poupança ou em outro investimento mais rentável).

Desta forma o campo “Entradas – Saídas=” deve ter uma variação zero. Se sobrou dinheiro use nos campos de poupança ou reduza suas dívidas.

Para cobrir resultados negativos você terá que cortar despesas ou aumentar sua renda. Não existem milagres. Pedir dinheiro emprestado na maioria das vezes não resolve o problema, só aumenta e adia o problema. Sua vida precisa caber no seu orçamento. Se ela não cabe você precisa reduzir seu custo de vida ou aumentar a sua renda.

 

Você é livre para editar todos os campos e fórmulas desta planilha. Não existe nenhum tipo de bloqueio. Ela é apenas um exemplo, um modelo que você pode utilizar como base para criar a sua própria planilha.

Você também pode aproveitar a ideia para criar uma planilha de orçamento utilizando uma folha de papel.

Se você não tem conhecimentos sobre como usar planilhas, como editar e utilizar o Excel, eu recomendo que você pense na possibilidade de fazer um curso sobre Excel. Planilhas de Excel serão importantes por toda sua vida, principalmente se você aprender a criar suas próprias planilhas.

Da mesma forma que as empresas e os governos elaboram orçamentos para o ano inteiro você também deveria criar um orçamento para sua família. Você não nasceu apenas para pagar contas, prestações, juros, taxas e despesas fixas. É importante que você tenha seus planos e sonhos e ajuste seu orçamento para que eles possam ser realizados.

Além dessa ferramenta existem muitas outras que podem ajudar no seu crescimento financeiro. Conheça essa série de livros e as ferramentas que você ganhará.

Baixe a planilha

Para baixar a planilha use o botão abaixo:

Dica para baixar a planilha: ao clicar no botão acima você será direcionado para a demonstração da planilha. Observe que existe uma barra superior com diversas opções no canto direito. Uma das opções é o botão “Baixar“.

Livro recomendado: Como investir em CDB, LCI e LCA. Conheça todos os nossos livros sobre investimentos visitando aqui.

Receba novos artigos por e-mail: