Vou mostrar como você pode descobrir quais são os maiores fundos de investimentos do Brasil. Com isso você terá mais liberdade para consultar as informações sempre que precisar delas. Também vou mostrar alguns fatos “estranhos” sobre os grandes fundos.

Podemos considerar os fundos com maior patrimônio e os fundos com maior número de cotistas. 

Cotistas são as pessoas (físicas e jurídicas) que compram as cotas de um fundo. Muitos não percebem, mas quando investimos em fundos de investimentos estamos comprando cotas.  O dinheiro investido na compra das cotas é o dinheiro que o gestor do fundo utilizará para investir em ativos que se valorizam, pagam juros ou dividendos.

Já o patrimônio líquido do fundo representa o valor de todos os ativos que o fundo adquiriu menos custos e despesas que teve. As cotas que compramos quando investimos em fundos de investimentos representam pequenas partes desse patrimônio.

Dessa forma, um fundo com 800 mil cotistas e R$ 8 bilhões de patrimônio é um fundo onde 800 mil pessoas juntas possuem cotas que equivalem a R$ 800 bilhões em ativos como títulos públicos, títulos privados, ações, debêntures, compromissadas, moedas, cotas de outros fundos etc.

Primeiro visite o serviço online que permite listar e filtrar fundos de investimento visitando aqui. Na metade da página você encontrará um campo de filtro com a frase “Escolha um Filtro”. Clique e selecione “Patrimônio”. Veja que além do filtro por patrimônio podemos filtrar utilizando outras informações e posso comentar sobre elas em outros artigos.

Agora você terá uma segunda caixa de filtro para selecionar a filtragem pelo patrimônio líquido atual ou a média dos últimos 12 meses.

 

Agora selecione “maior que” e digite o valor. No exemplo utilizei R$ 1 bilhão representado pelo número 1000000000.

 

Parabéns, agora você já tem uma lista com os maiores fundos de investimentos do Brasil com base no patrimônio líquido. Sempre que você quiser saber quais são esses fundos basta repetir esse mesmo processo.

Neste exemplo encontramos 1.277 fundos que possuem mais de R$ 1 bilhão de patrimônio líquido listados em ordem decrescente com relação a quantidade de cotistas.

Observando a lista dos fundos que aparecem nas primeiras posições você vai perceber alguns “fenômenos” interessantes:

  1. No topo da lista temos fundos dos dois maiores bancos públicos do Brasil que podemos chamar de Banco Azul e Banco Amarelo e fundos dos dois maiores bancos privados do país que podemos chamar de Banco Vermelho e Banco Laranja. Você logo perceberá que grande parte dos recursos dos brasileiros investidos em fundos estão em meia dúzia de bancos.
  2. Os maiores fundos de investimentos do Brasil não são os maiores por serem os melhores. Parece contraintuitivo, pois quando você passa na porta de um restaurante e percebe que ele está lotado de clientes, você tende a acreditar que a comida é boa ou a comida é muito barata. No caso dos fundos as coisas não funcionam dessa forma. Os fundos com maior número de cotistas não costumam ser bons e nem baratos, ou seja, não entregam boa rentabilidade e cobram taxas administrativas muito elevadas pelo que entregam.
  3. Você verá entre os maiores fundos aqueles fundos “automáticos” onde os grandes bancos aplicam o saldo que está parado na conta corrente dos clientes, ou seja, são fundos grandes não por terem sido livremente escolhidos pelos clientes. A maioria nem sabe que o banco aplica o saldo nesses fundos que cobram taxas administrativas tão elevadas que no fim o banco ganha mais do que o próprio cliente com os investimentos feitos.
  4. Quando você não tem liberdade, você sempre acaba pagando caro. São os fundos automáticos que possuem as maiores taxas administrativas. Infelizmente os bancos não permitem que você escolha outros fundos para aplicação automática e eles aproveitam essa oportunidade para ganhar muito dinheiro com o saldo que você deixa parado na sua conta por muito tempo. Quando as pessoas não entendem como as coisas funcionam, as coisas acabam funcionando da forma que beneficia quem entende. Seria muito bom se as pessoas pesquisassem qual é a taxa administrativa cobrada pelos fundos automáticos e qual a rentabilidade desses fundos, para que pudessem escolher bancos que tenham fundos automáticos com melhor rentabilidade.
  5. O próprio ministro da economia disse recentemente em uma entrevista que o Brasil é um país onde 200 milhões são explorados por meia dúzia e pelo governo (fonte). É um fato. O problema é ser explorado sem saber que está sendo explorado.

Fundos com dezenas ou até centenas de bilhões de patrimônio costumam ser os que cobram as maiores taxas administrativas e entregam as piores rentabilidades. Também são eles que costumam ter o maior número de cotistas. A maioria são investidores leigos ou que nem sabem que possuem dinheiro investido em fundos através dos fundos automáticos de conta corrente.

Por esse motivo, aprender a buscar, filtrar, comparar e investir em fundos é muito importante e pode melhorar a situação financeira de milhões de pequenos investidores que literalmente são explorados por tudo que não sabem sobre o assunto.

Se você tem muito dinheiro investido em fundos, recomendo que invista em livros e cursos que ensinam a avaliar fundos (como esse aqui) ou a investir por conta própria nos ativos onde os fundos investem (exemplos de livros) e com isso pare de pagar taxas administrativas.

Tenha a certeza de que os gerentes dos grandes bancos só estão autorizados a divulgar os fundos do banco onde trabalham e normalmente os melhores fundos para o banco ganhar dinheiro costuma ser o pior fundo para você ganhar dinheiro. Existem muitos fundos independentes, que normalmente os bancos só oferecem para os clientes de alta renda, mas que podem ser acessados por qualquer pessoa através de corretora.

No próximo artigo devo falar sobre comparações entre fundos.

Leitura recomendada: lista de livros sobre investimentos.

Receba novos artigos por e-mail

Gostaria de receber atualizações do Clube dos poupadores gratuitamente por e-mail?

Esse artigo foi útil?