Vou ensinar nesse artigo como você pode descobrir quais são os melhores fundos de renda fixa do ano ou dos últimos 12, 24 e 36 meses.

Esse roteiro de estudos vale para que você possa fazer suas pesquisas de fundos mais rentáveis em qualquer momento no futuro.

O meu objetivo aqui é mostrar como você pode acessar esse tipo de informação sem ficar dependendo de influenciadores, garotos ou garotas-propaganda de corretoras, bancos e reportagens que a imprensa “especializada” costuma publicar sobre os melhores fundos de investimentos dos últimos tempos.

Sabemos que atualmente muitos sites de notícias sobre investimentos são de propriedade de bancos, corretoras e gestoras de fundos. Por isso é sempre bom que você domine as ferramentas de análise, leia livros sobre investimentos e faça cursos para que possa cuidar das suas decisões dependendo o mínimo possível da influência de terceiros.

Até quando você prefere receber recomendações de pessoas de confiança, não custa nada dedicar alguns minutos para estudar essas informações por conta própria.

Fundos de renda fixa que renderam mais:

Vamos iniciar os passos para buscar e filtrar os fundos de renda fixa:

Passo 1.

Visite o site da ferramenta de pesquisa de fundos visitando aqui. Procure na parte central da página o título “Comece agora a buscar os fundos” onde existe a primeira caixa de filtro que iremos utilizar.

Passo 2.

Vamos aplicar dois filtros, mas você poderá aplicar diversos filtros ao mesmo tempo. No primeiro filtro vamos selecionar fundos da Classe: “Renda Fixa” e da subclasse: “Simples“. Como vimos no artigo sobre os tipos de fundos de renda fixa (leia caso não tenha lido), esse costuma ser o tipo de fundo de renda fixa de baixo risco e baixo custo (menor taxa administrativa).

São bons fundos para uma reserva de emergência para quem não sabe investir ou não tem acesso a CDBs pós-fixados de liquidez diária com boas taxas (próxima sou acima de 100% do CDI) ou mesmo para quem não sabe investir diretamente em Títulos Públicos como o Tesouro Selic.

Siga os passos da imagem abaixo de configuração do primeiro filtro visitando aqui:

Você verá algumas dezenas de fundos aparecendo no resultado. A maioria são fundos de grandes bancos que cobram taxas administrativas elevadas e por isso apresentam desempenho ruim (a taxa está descontada no rendimento). Para eliminar os piores fundos vamos filtrar para que possamos destacar aqueles que tiveram melhor desempenho nos últimos meses (12, 24 ou 36 meses). Isso será feito no próximo passo.

Passo 3.

Agora precisamos saber qual foi a rentabilidade do CDI ou Taxa DI do período que pretendemos filtrar. Essa é a taxa utilizada como base para medir o desempenho dos fundos de renda fixa.

Se você tem uma conta gratuita no GuiaInvest, basta acessar esses dados rapidamente na opção “Monitor de Mercado” como mostro na figura logo abaixo. Se não tem conta gratuita basta clicar aqui e depois clicar em “cadastrar”.

Observe na figura acima que quando esse artigo foi escrito o desempenho do CDI foi de 6,03%, 12,80% e 24,32% nos últimos 12, 24 e 36 meses respectivamente.

Agora vamos aplicar um filtro para selecionar os fundos de renda fixa com melhor desempenho nos últimos 12 meses. Podemos repetir o mesmo processo para filtrar com base nos últimos 24 e 36 meses.

Na figura acima podemos verificar que o CDI acumulou 6,03% nos últimos 12 meses. Considerando que ao investir diretamente em títulos públicos, como o Tesouro Selic, o seu custo anual seria de 0,25% (taxa cobrada pela B3 e Tesouro Direto), vamos buscar fundos que tenham rendido mais de 5,7% ou 5,8% nos últimos 12 meses. No exemplo vou adotar a taxa de 5,7%. Veja como fica a configuração do segundo filtro:

Passo 4.

Agora vamos estudar os resultados do exemplo. Você deve fazer seus próprios estudos no futuro. Com esse novo filtro, temos somente 6 fundos dos 31 que foram exibidos sem o filtro de rentabilidade. Veja o resultado desse nosso exemplo didático:

 

Aqui já temos um número pequeno de fundos que podemos pesquisar com mais profundidade. Se você clicar sobre o nome dos fundos quando estiver no site da ferramenta de análise, verá dados mais avançados sobre cada fundo. Normalmente os fundos de Renda Fixa Simples que oferecem melhores tornos são os que possuem as menores taxas administrativas, pois essa taxa já está descontada da rentabilidade do fundo.

Os dois fundos que se destacam na busca possuem taxa administrativa de 0% e são do BTG Pactual e Órama. Essa taxa é uma consequência de uma “guerra” entre as corretoras na busca por clientes dos grandes bancos que estão insatisfeitos com o desempenho dos fundos de renda fixa.

As estratégias de “taxa zero” em serviços financeiros representam custos para as instituições e esses custos são tratados como “investimentos em marketing”.

Eles oferecem taxa zero, atraem novos clientes e depois passam a “bombardear” esses novos clientes com recomendações de investimentos por e-mail e telefonemas. Essas recomendações envolvem produtos mais lucrativos para a corretora como outros fundos que cobram taxas administrativas maiores e que nem sempre entregam bom desempenho, fundos de previdência, COE etc. É importante que você entenda essa dinâmica.

Já o fundo TREND PÓS FIXADO, também é gerido por um grupo de uma grande corretora (XP Investimentos) onde existe uma cobrança de taxa administrativa pequena de 0,25%. Essa corretora possui diversos fundos passivos, com taxas administrativas baixas, que adotam essa palavra “TREND” no nome do fundo.

Os fundos de renda fixa simples das três corretoras (BTG, Órama e XP) são fundos acessíveis, ou seja, qualquer pessoa com pouco dinheiro pode começar a investir nesses fundos caso tenham conta nessas corretoras.

Os outros fundos que aparecem na lista, que são dos dois maiores bancos privados do país, Itaú e Bradesco (BEM FI RF), são fundos que esses grandes bancos só oferecem para clientes que possuem grandes fortunas ou clientes classificados como “Institucionais” como Fundos de Pensão, Seguradoras, Family Offices e outros Fundos de Investimentos.

Conclusão:

Você viu que é bem simples filtrar e buscar fundos com alguns poucos cliques. Não é difícil. Não é complicado. Você não precisa que ninguém faça isso por você.

Também vimos que através das corretoras é possível acessar fundos com taxas baixas e maior desempenho que você só teria nos grandes bancos se fosse multimilionário.

Você só não deve esquecer que esses fundos e investimentos voltados para os clientes mais conservadores (com baixo custo) são como “chamarizes” que atraem novos clientes para as corretoras.

Toda instituição financeira tentará influenciar sua decisão de investimento sem que você tenha solicitado. Mantenha seus estudos sobre como os investimentos funcionam e dependa cada vez menos dessas recomendações. Só você ganha quando aprende a investir por isso só você pode se esforçar para que isso aconteça.

Leitura recomendada: lista de livros sobre investimentos.

Receba novos artigos por e-mail: