Motivos para conquistar a Independência Financeira

Não existe independência financeira gratuita. Não é questão de sorte, muito menos um direito garantido. Conquistar algum nível de independência financeira, no decorrer de uma vida de trabalho, economias e investimentos costuma ser o resultado de muitos estudos, persistência e disciplina.

É algo que todos querem, mas poucos estão dispostos a pagar o seu preço. É assim com todo tipo de conquista.

Quem ganha pouco e não consegue poupar para ser independente, precisa encontrar uma forma de ganhar mais, caso queira atingir a independência financeira. Para ganhar mais, normalmente precisamos investir em mais estudos, formação de novas habilidades, aquisição de bons hábitos e a busca constante por novas oportunidades.

Quem já ganha bem, precisa ter autocontrole e disciplina para poupar uma parte do que ganha. Quem já consegue poupar, precisa aprender a investir para que os juros colaborem para o crescimento do patrimônio no decorrer do tempo.

Como podemos ver, independência financeira é o resultado de um esforço.

É como escalar uma montanha onde um desafio leva você para o próximo desafio. E para enfrentar todos esses desafios, a pessoa precisa ter um grande motivo. Ninguém se aventura a escalar uma grande montanha sem um objetivo grandioso para ser conquistado durante a jornada.

O que motiva você a buscar a sua independência financeira?

A maioria das pessoas que conhecemos vive um tipo de vida que muitos autores chamam de “corrida dos ratos”.

Na corrida dos ratos, trabalhamos para um empregador em troca de um salário fixo no final do mês. Entregamos uma boa parte do que ganhamos para o governo, através dos impostos diretos e indiretos. Deixamos outra boa parte do que sobra no bolso dos nossos credores (bancos e financeiras que oferecem cartões de crédito, empréstimos e financiamentos) para que possamos consumir mais do que podemos pagar. Continuamos correndo desesperadamente, um mês depois do outro e todo o processo se repete: trabalhar, ganhar, gastar, repetir, trabalhar, ganhar, gastar e repetir. Nunca termina.

A medida que crescemos profissionalmente e ganhamos mais, gastamos ainda mais. Nosso padrão de vida fica mais caro e precisamos correr ainda mais rápido, pois a “felicidade prometida” sempre está na próxima curva. O problema é que estamos correndo em círculos ou dentro de um labirinto sem fim, como a figura logo abaixo. No final de cada mês, precisamos repetir tudo novamente até a exaustão.

Durante essa corrida, muitos esquecem dos seus sonhos primordiais, aqueles sonhos de infância ou aquelas coisas que gostaríamos de fazer durante a vida sem preocupação com o dinheiro que elas rendem.

Algumas pessoas tentam praticar seus sonhos nas horas livres, mas são poucas as que estão trabalhando para a conquista de algum nível de independência financeira que permita alinhar trabalho, estilo de vida, vocação, dons, sonhos, etc.

Mesmo aquelas pessoas que não possuem um sonho ou já possuem a vida e o trabalho dos sonhos, precisam se motivar para conquistar algum nível de independência financeira. Vou listar aqui alguns desses motivos.

A segurança no seu emprego é uma ilusão

Quem é empreendedor já sabe que a renda passada não garante a renda futura. Existem muitas situações que podem ocorrer para prejudicar ou até fechar um negócio como um comércio, indústria ou serviço.

O empreendedor já está acostumado (ou deveria estar) a viver através de uma “renda variável” que não possui muitas garantias. Não existe nenhum “código de defesa do empreendedor” que garanta qualquer coisa. Ocorre justamente o contrário. Clientes, funcionários, fornecedores e governos, todos possuem direitos e garantias perante o trabalho que o empreendedor realiza. O empreendedor só possui deveres a serem cumpridos. O único direito que ele tem é o de fechar o seu negócio diante de qualquer falha. Manter um negócio funcionando de forma lucrativa no Brasil é uma luta diária. Talvez seja por isso que, muitos dos que já conheci que conseguiram atingir a independência financeira foram ou são donos de negócios.

Quem possui um emprego fixo também deveria se preocupar com a conquista da independência financeira, pois a segurança de um emprego é uma ilusão. Um salário fixo é encarado pelas pessoas como uma torneira aberta que “pinga” dinheiro na conta todos os meses. Isso induz a pessoa a gastar tudo que ganhou, esperando o “pingo” do próximo mês. Muitas até se endividam e gastam seus pingos antes deles gotejarem na conta (através de consignados, empréstimos e financiamentos). Quem é assalariado, deveria encarar sua realidade como se fosse um prestador de serviços de um cliente só. Você presta serviços para o seu patrão e ele é o seu único cliente. Basta deixar esse cliente único insatisfeito ou basta ele enfrentar algum problema financeiro, para que a segurança do seu emprego seja comprometida. Como falei, tudo é contra o empreendedor e a renda do assalariado depende dos resultados financeiros desse empreendedor.

Isso significa que mesmo tendo uma renda fixa todos os meses (o seu salário), você é um prestador de serviços de um cliente só. Esse cliente é um empreendedor que tem um negócio de renda variável, de risco elevado, que precisa lutar todos os dias para manter sua operação estável e lucrativa. Quando ele não consegue, os primeiros penalizados são todos que dependem dele.

A estabilidade financeira dependente de um emprego é algo muito frágil.  Assim como o seu empregador busca a própria independência financeira (você trabalha por ela), você também deveria buscar a sua.

No passado, pessoas e cavalos já foram seres livres.

A corrida dos ratos não é para sempre

Você não terá saúde mental e física para correr cada vez mais rápido para ganhar mais e gastar cada vez mais até o fim da vida. Chegará o momento em que você vai desejar desacelerar.

Imagine como seria bom deixar essa corrida dos ratos e poder desacelerar a sua vida enquanto você ainda tem muita saúde física e mental para fazer o que gosta.

Eu sempre me senti mais motivado a conquistar a minha independência financeira para poder trabalhar com as coisas que amo fazer. Sair da corrida dos ratos sempre foi mais motivador do que conquistar algum tipo de aposentadoria (parar de trabalhar).

Parar de trabalhar é algo que não faz parte dos meus planos, pois eu adoro o que faço e só posso fazer o que faço, da forma que faço, com total liberdade, por ter atingido um nível de independência que me permite fazer isso. Acredito que o trabalho alinhado com as coisas que você gosta de fazer pode ser fonte de grande felicidade e um motivo grandioso para lutar por sua independência financeira.

Primeiros passos da Independência Financeira

Resolvi preparar um pequeno livro gratuito, de leitura rápida e fácil. Ele ajudará você a encontrar a grande motivação para conquistar a sua independência financeira nos próximos anos. Não existe independência financeira sem estudo, comprometimento e trabalho. Ninguém poderá estudar, se comprometer e trabalhar por você para a conquista da sua independência. Esse livro será o primeiro passo, principalmente para aqueles que ainda não compreendem a importância de se investir em livros, curso e em todo preparo necessário para crescer.

Se você já tem o seu e-mail inscrito aqui no Clube dos Poupadores, você recebeu um e-mail que eu enviei com o título “[Presente] Livro Primeiro Passo: Independência Financeira”. O link para baixar o livro está nesse e-mail. Dica: mantenha o hábito de abrir os e-mails que envio para você, pois sempre existem presentes como esse, bons artigos e novidades.

Você já tinha se inscrito, mas não recebeu o e-mail com o livro? O sistema está programado para remover a inscrição dos leitores que demonstram desinteresse, ou seja, aqueles que não abrem os e-mails ou que não visitam os artigos que recomendo são removidos automaticamente pelo sistema. Isso libera recursos para atender novos leitores que estejam mais interessados.

Se você ainda não tem o seu e-mail inscrito ou se acredita que não está mais recebendo nossos emails, inscreva-se clicando aqui. Depois basta acessar o link que enviarei no e-mail de confirmação de sua inscrição. Esse link levará você para a página onde será possível baixar o livro gratuitamente.

Espero que você goste do presente. Que ele seja o primeiro de muitos passos até a sua independência.

Livro recomendado: Independência Financeira (clique para conhecer).

Receba um e-mail quando novos artigos forem publicados, inscreva-se no Clube dos Poupadores. Ative as notificações no seu navegador clicando aqui ou no sino vermelho no canto inferior direito desta página

Sobre o Autor:

Leandro Ávila é educador financeiro formado em administração de empresas e especializado em investimentos. Por acreditar que a educação financeira pode transformar vidas, criou o Clube dos Poupadores para compartilhar seus artigos e livros sobre Independência FinanceiraInvestimentos em AçõesInvestimentos em Títulos PúblicosInvestimentos em CDB, LCI e LCA, e em Imóveis.
newest oldest
Pedro Andrade
Visitante
Pedro Andrade

Novamente, mais um excelente artigo! Esses artigos são mentorias a distância. A maioria das pessoas vive a corrida dos ratos e não se dão conta. Um consumo desenfreado de coisas que não geram valor- bens passivos, bens ativos-que agreguem valor, tendem a zero! Depois de superar essa fase, a próxima é desenvolver a capacidade de acumulação, sendo necessário se desenvolver como pessoa, construir novas habilidades, construir novo raciocínio, novas técnicas para acelerar a conquista da independência financeira! A paciência é fundamental, para se manter no caminho dia após dia.

Ana Paula
Visitante
Ana Paula

Sim, Pedro, paciência e persistência!

Pedro Andrade
Visitante
Pedro Andrade

Paciência e persistência, duas características que são desenvolvidas dia após dia. Só sabendo onde se quer chegar, o cume, que é possível cultiva-las.
Escrevendo isso, me lembrei de uma viagem quando tinha uns 17 anos. kkk.
Resumidamente, íamos a um sitio próx. de uma praia linda. Descemos do ônibus no local errado, numa rodovia, no meio do mato. Mas sabíamos pra qual lado seguir, e andamos uns 7 km no asfalto, derretendo a sola do tênis, calor de 40 graus. Chegamos a um ponto alto e vimos a praia. Água azul,areia reluzente, deserta. Persistir, valeu a pena! Ainda lembro até da recompensa.

Juliano Jalles
Visitante
Juliano Jalles

Parabéns pelo excelente trabalho. Pessoas como você servem de elemento norteador, para formação de consciência acerca da importância que a educação financeira tem em minha vida. Serei sempre grato a você por me ajudar a transformar a minha vida.

Nadia
Visitante
Nadia

Eu sempre imaginei a corrida de ratos, um rato correndo dentro do globo. Kkk Que bom que voltaram os comentários. E sobre o artigo, muito bom como sempre. Obrigada de montão pelo presente, Leandro. Vou aproveitar bastante. Estou nessa caminhada com boas perspectivas.

Armando
Visitante
Armando

Bom Leandro eu só tenha a agradecer o seu empenho, a sua dedicação e sua generosidade. Muuuiiiito obridado!

Mari Estudiosa
Visitante
Mari Estudiosa

Comecei a ler seus artigos com mais assiduidade ano passado e um mundo se descortinou a minha frente. Não tenho como mudar o que fiz e deixei de fazer até o momento, mas é notória a mudança para melhor em diversos setores da minha vida desde então. Se eu tivesse mais tempo, eu passaria o dia inteiro lendo sobre esses assuntos, porém tenho que me dividir entre o meu trabalho, outros estudos, cuidados com a minha saúde e vida social. Parabéns pela atitude e persistência em continuar esse trabalho tão edificante! Será que você tem a real dimensão da transformação que causa na vida das pessoas?

Pedro Andrade
Visitante
Pedro Andrade

Acompanho os artigos desde de 2015, e costumo falar para alguns amigos que isso foi um divisor de águas na minha vida. Muitos não entendem, talvez nunca entendam, uma pena!
Realmente muda todas as áreas da vida, começando com a simples ideia de poupar. Achei o site googlando juros compostos, tinha feito financ. de apto e minha divida “não diminuía nunca”. Hoje consegui acumular um valor que quitaria a divida, porem, é mais inteligente deixar o dinheiro aplicado.
Que sorte a minha!
Desejo boa sorte a você também.
Ao Leandro só gratidão.

Abner Araujo
Visitante
Abner Araujo

Gosto muito do seu trabalho e da lucidez dos seus artigos. Seus textos carregam uma didática que os tornam compreensíveis até mesmo para os mais leigos. Obrigado por todo conhecimento transmitido e aguardo ansiosamente por seu livro sobre investimento em ações baseado na análise fundamentalista.

Sandro Souza
Visitante
Sandro Souza

Leandro, digo sem medo de errar.. Você foi uma espécie de divisor de águas para mim!
Antes de conhecer o seu trabalho e ler os seus artigos, eu vivia em uma prisão sem muros até os meus quase 45 anos de idade por falta de conhecimento em educação financeira.
Hoje já com 47, posso dizer que estou progredindo, Muito Obrigado!

PapainaBolsa
Visitante
PapainaBolsa

Parabéns pela postagem.
A independência financeira é um objetivo de vida a ser perseguido para quem gosta de liberdade.

Angélica Amorim
Visitante
Angélica Amorim

Leandro, que Deus abençoe sua vida imensamente! Saiba que você é o responsável pela mudança de muitas vidas. Parabéns pelo excelente trabalho. Sua dedicação e carinho me emociona a cada artigo. Mais uma vez parabéns!

Geovane Paulo Hoelscher
Visitante
Geovane Paulo Hoelscher

Querido Leandro, agradeço o presente. Vindo de você, confio que é um excelente trabalho e irá agregar em muito a minha busca. Obrigado!

Gonçalo
Visitante
Gonçalo

Muito bom, Leandro!! Deus abençoe!!! Abraço!!!!

Regina Gomes
Visitante
Regina Gomes

Leandro Ávila, obrigada por existir!

Ariadna
Visitante
Ariadna

Leandro, admiro muito seu trabalho, sua inteligência. Queria sugerir que você postasse sugestões de literatura financeira e trechos do seu livro para quem ainda não adquiriu conhecer mais de seu trabalho como escritor!
Grande abraço!
Obrigada!

Ana Paula
Visitante
Ana Paula

Obrigada, Leandro, pelo presente… Meu marido e meu irmão já adquiriram seus livros, são pedras preciosas pra nós! Deus o abençoe por tanto bem que nos faz.
Abraços,

Marilene
Visitante
Marilene

Olá Leandro. Participei da primeira turma do curso Resistência, as sementes plantadas já estão germinando. O curso me ajudou muito. Agradeço pelo presente.

Andre
Visitante
Andre

Olá boa tarde
Leandro vc acha que o crivo dos onze critérios fundamentalistas do checklist do guia invest pro é suficiente pra escolha de empresas pra investir no longo prazo em renda variável ou há outras coisas necessarias a serem consideradas. Gostaria de aproveitar esse ciclo de alta da bolsa para alavancar os investimentos. Obrigado!

João Augusto
Visitante
João Augusto

Leandro, seus artigos sempre surpreendem positivamente. Já compartilhei com a minha família.Parabéns!

Eugênio
Visitante
Eugênio

Muito obrigado! Que Deus o proteja.

Júlia Sabino
Visitante
Júlia Sabino

Olá Leandro, estive ausente das leituras por motivos de saúde, mas estou voltando. Gratidão por compartilhar tanto conhecimento. Gratidão.

WASS
Visitante
WASS

Obrigado por escrever um artigo tão relevante quanto os demais! Continue assim Leandro.

Maicom Barcelos
Visitante
Maicom Barcelos

Ótimo trabalho (como sempre) e obrigado pelo presente, será lido e compartilhado.

Ribeiro
Visitante
Ribeiro

Excelente artigo ! Não me lembro de algum que não tenha sido excelente, e obrigado pelo presente.

Júlio César Campos
Visitante
Júlio César Campos

Ótimo dia, Leandro. Estou bastante frustrado com essa reforma da previdência que o meu ver deveria ser precedida de uma auditoria nas contas públicas e na cobrança efetiva dos devedores. Buscando alternativas para não depender de previdência, nem de governo, enfim, de alcançar a independência financeira, estou pesquisando sobre a estratégia de dividendos na bolsa de valores, sobretudo em vídeos do Sr. Luiz Barsi. Você possui algum artigo ou material que possa indicar para que eu possa aprofundar o estudo? Parabéns pela qualidade e generosidade de sempre!

Heitor Losekann
Visitante
Heitor Losekann

Ótimo. Recomendá-lo-ei a várias pessoas que precisam de uma boa orientação e um empurrão na direção certa, que os incentive a pensar na vida! Parabéns.

Bruno
Visitante
Bruno

Leandro, você tem filhos? Já pensou em escrever algum livro voltado para pais e educação financeira dos filhos?

Junte-se aos nossos leitores
Inscreva-se
Seja o primeiro a receber novos artigo no seu e-mail:
Experimente, é grátis e você pode cancelar a inscrição a qualquer momento.
close-link

Compartilhe com um amigo