Recebi várias perguntas de leitores do Clube dos Poupadores após o lançamento do meu novo livro sobre Como Investir no Exterior e para responder todos ao mesmo tempo resolvi escrever este artigo com perguntas e respostas.

Mas antes, parabéns para todos os leitores já estão lendo o novo livro.

Eu acredito que nada pode ser mais importante do que expandir a sua liberdade. No mundo dos investimentos, conhecimento é liberdade. Quando você sabe, você está livre para tomar suas próprias decisões, sem depender tanto das outras pessoas. Quando você sabe, você é capaz de enxergar oportunidades que as outras pessoas não são capazes. Quando você sabe, você pode agir quando identifica uma oportunidade ou uma ameaça que torne necessário o investimento fora do Brasil.

Transformei as diversas dúvidas em perguntas equivalentes. Veja o resultado.

Eu preciso abrir conta em um banco no exterior para investir lá fora?
Não, você só precisa abrir uma conta em uma corretora no exterior.

É muito burocrático ou demorado abrir conta em corretoras no exterior?
O procedimento é rápido e muito simples. Basta preencher um formulário com os seus dados cadastrais através do site da corretora e aguardar a abertura da conta. A conta costuma ser liberada no mesmo dia. No livro eu mostro um exemplo através de uma corretora que eu já utilizo nos meus investimentos.

Não tenho facilidade com o inglês. Isso impede investir no exterior?
Existem diversas corretoras no exterior direcionadas para investidores estrangeiros, especialmente nos EUA que de portas abertas investidores do mundo inteiro. Essas corretoras oferecem conteúdos e plataformas em diversos idiomas. A corretora americana que eu utilizo como exemplo no livro é focada no investidor brasileiro. O site da corretora, o aplicativo, a plataforma de investimentos, os manuais e conteúdo online estão em português, mas também podem ser acessados em inglês.

É difícil ou caro enviar dinheiro para a corretora nos EUA?
É tão simples quanto fazer uma transferência de dinheiro do seu banco para qualquer corretora no Brasil. A corretora utilizada nos exemplos do livro fornece os dados de uma conta no Brasil para onde você fará uma transferência comum entre contas (como TED). Essa conta fica em um banco de câmbio brasileiro. Depois basta entrar na sua conta na corretora e converter os reais para dólares com apenas um clique. Com os dólares na sua conta basta aplicar os conhecimentos para selecionar bons investimentos.

Existe um valor mínimo para abrir conta na corretora no exterior?
A conta é aberta sem que você precise realizar qualquer transferência. Não existe exigência de investimento mínimo. Você pode investir qualquer valor e pode transferir para os EUA qualquer valor.

É legal enviar dinheiro para o exterior?
Sim, é totalmente legal. Se o dinheiro que você pretende enviar para o exterior é fruto do seu trabalho ou de qualquer fonte lícita de renda declarada, você tem total liberdade para transferir o seu dinheiro para qualquer lugar do mundo. Tudo é feito seguindo as normas do Banco Central com relação a envio e recebimento de recursos do exterior.

Quais investimentos posso fazer em uma corretora americana?
Você pode investir em ações de empresas dos EUA e ações de empresas de outros países que estão listadas nas bolsas americanas.  Você pode investir nos REITs que são equivalentes aos fundos imobiliários. É possível investir em ETFs que são fundos negociados em bolsa que investem em praticamente todos os tipos de ativos de todos os países do mundo. Por meio deles é possível investir em ações de empresas listadas em diversos países, é possível investir em moedas, ouro, prata e outros metais. É possível investir em commodities agrícolas, petróleo, gás, minérios etc. Também existem ETFs de títulos públicos americanos e de outros países do mundo além de títulos privados emitidos por empresas e bancos. Também existem ETFs que investem em ações de setores específicos, ações de valor, renda e crescimento, de empresas em países desenvolvidos ou emergentes. Existem milhares de ativos diferentes no mercado americano que acaba funcionando como uma porta de entrada para investimentos em todos os países do mundo. O livro ensina a selecionar os melhores e maiores ativos de cada categoria. Diversas ferramentas são ensinadas no livro para facilitar os estudos do investidor iniciante.

Posso receber dividendos como investidor estrangeiro?
Sim, você vai receber dividendos e juros ao investir em ações, REITs e ETFs que pagam dividendos ou juros. O dinheiro é depositado na sua conta na corretora, já líquido e pronto para ser utilizado da forma que você achar melhor. O livro ensina você a fazer a análise de ações, REITs e ETFs que pagam dividendos de tal forma que você possa selecionar bons ativos para investir. As ferramentas utilizadas no livro para análise possuem contas gratuitas de acesso.

Eu preciso pagar imposto de renda no Brasil sobre ganhos no exterior?
Sim. A própria corretora fornece os relatórios com as informações exigidas pela Receita Federal do Brasil para o pagamento dos impostos e declaração do imposto de renda. Como falei, eles são especializados em investidores brasileiros. O livro fala com mais detalhes sobre os impostos, pois podemos considerar os impostos que já foram pagos automaticamente no exterior para o cálculo do imposto no Brasil. O próprio software da receita faz o cálculo e gera o boleto (DARF) para pagamento.

Existe uma quantidade mínima de ações para comprar e vender (lote mínimo) ?
Nas bolsas americanas não existe lote mínimo como acontece na bolsa brasileira. Você pode comprar apenas uma ação ou quantas ações achar melhor. Também é possível comprar frações de uma ação. Isso significa que você pode comprar 50% de uma ação ou 10%. Você tem mais liberdade.

É possível investir em renda fixa no exterior?
Sim. A forma mais fácil é por meio de ETFs que investem em centenas ou até milhares de títulos diferentes em suas carteiras. Existem ETFs específicos para cada tipo de investimento em renda fixa. Podem ser títulos públicos emitidos pelos EUA, títulos públicos emitidos por outros países desenvolvidos ou até por países em desenvolvimento como o próprio Brasil. Existem ETFs que pagam juros regularmente em dólares que se originam de juros recebidos por diversos títulos que eles possuem na carteira. Também existem ETFs que investem em títulos emitidos por empresas e bancos, equivalente ao que chamamos de debêntures e CDBs aqui no Brasil. Quanto maior o prazo e maior o risco de quem emitiu o título, maiores os juros. Quanto menor o prazo e menor o risco de quem emitiu o título, menores os juros. O livro aborda diversos tipos diferentes de ETFs que investem em títulos, como conhecer todos eles e como estudar os ganhos que eles distribuíram historicamente e outros fatores que interferem na escolha do investimento. O juro da renda fixa em países desenvolvidos é muito pequeno, mas como brasileiros podemos considerar a renda fixa como um investimento em moeda estrangeira que paga algum juro.

É possível investir em fundos imobiliários?
Nos EUA existem os REITs (Real Estate Investment Trust). São empresas criadas para investir em ativos imobiliários. A sua estrutura não é exatamente como a dos fundos de imobiliários que temos no Brasil (FIIs) onde você é um cotista do fundo. Os REITs devem ser entendidas como empresas que utilizam os recursos dos investidores para investir em imóveis para depois distribuir os lucros obtidos entre os investidores. Você é sócio da empresa que é um REIT e não cotista de um fundo. Além dos REITs tradicionais que investem em escritórios, shoppings, galpões, apartamentos, também existem REITs que investem em outros tipos de bens imóveis como torres de celular, datacenter, outdoors, terrenos para plantações , hospitais, cassinos e até presídios privados. O mercado imobiliário no exterior é rico em diversidade. Muitos REITs possuem imóveis em diversos países do mundo. Existem REITs com carteiras que incluem milhares de imóveis muito bem diversificados ou imóveis de um nicho específico. Todos geram renda através da aluguéis e distribuem esses lucros regularmente entre todos que possuem esses REITs negociados na bolsa como ações. O livro apresenta todos as principais categorias de REITs e mostra como utilizar as ferramentas para investir.

É possível investir em moedas de outros países?
Sim, existem diversos ETFs que investem nas principais moedas do mundo ou em carteiras com várias moedas. Sem dúvida nenhuma é a forma mais fácil de investir em moedas como euros, libra esterlina, francos suíços, yen japonês, dólar australiano, dólar canadense etc. Você consegue ganho de capital quando essas moedas se valorizam diante do dólar e você vende o ETF com ganhos. Um ponto interessante é que ao investir em renda fixa no exterior, você fará um investimento em moeda (dólar) só que recebendo juros por isso, mesmo que seja pouco. Quando você investe em renda fixa emitida por outros países, você também estará recebendo algum juro por investir em ativos de renda fixa desses países. Quando você só investe na moeda, você não recebe juros, apenas recebe a valorização caso venda do ativo por um valor maior do que pagou. Todas essas e outras questões são abordadas no livro.

É possível investir em ouro, prata e outros metais?
Sim, existem ETFs que investem em metais físicos, principalmente ouro e prata. Eles ficam estocados em grandes bancos e você pode comprar e vender os ETFs que os representam com a mesma facilidade com que compra e vende ações. Também é possível investir em ETFs que investem em ações de diversas mineradoras de metais preciosos. Frequentemente a valorização dos metais também valoriza as mineradoras e você ainda recebe dividendos. O livro fala sobre os principais ETFs de metais e como os estudar para investir.

Quais commodities agrícolas posso investir?
Com muita facilidade é possível comprar ETFs que investem em milho, soja, café, trigo, açúcar, cacau, algodão ou em uma carteira com diversas commodities agrícolas. Os preços desses ETFs sofrem as variações dessas mercadorias. O livro possui um capítulo sobre o investimento em commodities.

O livro ensina a montar uma carteira de investimentos?
Sim, eu mostro algumas ferramentas que vão ajudar você nessa tarefa dependendo do seu perfil (conservador, moderado ou agressivo). Eu apresento exemplos práticos. Após selecionar os seus ativos preferidos, você poderá testar o desempenho da sua carteira com base em dados históricos. Isso permite avaliar se a carteira que você pretende montar teria tido um bom desempenho se você tivesse feito esses investimentos alguns anos atrás ou até algumas décadas atrás. Você pode comparar o desempenho de várias carteiras, nas mais diversas proporções. Além de ensinar como fazer eu mostro os parâmetros que você deve avaliar para escolher uma carteira que tenha uma boa relação de risco/retorno.

O livro ensina a fazer a análise dos fundamentos das empresas?
Sim, o livro possui capítulos sobre os fundamentos que devem ser avaliados por você caso queira investir em ações de crescimento, ações de valor e ações de renda. De forma simplificada posso dizer que ações de crescimento são de empresas que podem se tornar líderes de um determinado mercado no futuro. Ações de valor são de empresas que já lideram um mercado e estão consolidadas. Ações de renda são empresas lucrativa, consolidadas que distribuem dividendos para todos que possuem suas ações com grande regularidade. São avaliações que envolvem diferentes indicadores que irei apresentar no livro em detalhes. Eu apresento as melhores ferramentas de análise fundamentalista, todas oferecem algum tipo de conta gratuita. Existem exemplos práticos e até vídeos mostrando como usar algumas ferramentas.

O livro ensina a fazer análise técnica?
Existem alguns investimentos que são cíclicos como as commodities, moedas e metais preciosos. Eu mostro no livro que até mesmo alguns REITs são cíclicos. Esses ativos passam por ciclos em tendência de alta ou de baixa que podem durar meses ou até anos. São investimentos que devem ser feitos para aproveitar uma tendência e isso exige o estudo da análise técnica. O livro possui um capítulo especial sobre estudo gráfico que aborda temas importantes da análise técnica, mesmo para quem é iniciante. Você terá base para ler e entender gráficos de preços de ativos.

O livro é impresso ou digital?
O livro é digital, pois tem uma estrutura semelhante a de um curso online de investimentos. Existem diversos gráficos, ferramentas online, simuladores e até links para vídeos que explicam na prática o uso de ferramentas. Se trata de um material que deve ser estudado como um curso e não apenas lido como um livro. Para isso eu recomendo utilizar um computador conectado na internet. Esses recursos avançados não seriam possíveis se fossem no papel. Além do formato PDF para ser estudado em um computador, o livro também é fornecido no padrão EPUB e MOBI.

Posso baixar o livro para o meu computador?
Sim, você deve baixar o livro para o seu computador. Você receberá dados de acesso para acessar a área onde o livro e demais arquivos poderão ser baixados. Sempre que você precisar baixar o livro novamente basta visitar esse endereço novamente. Se ocorrerem atualizações do livro no futuro você poderá acessar essas atualizações baixando o livro novamente.

Existe risco ao investir no exterior?
Sim, pois você está investindo em uma moeda estrangeira. Isso significa que mesmo ao investir em renda fixa, você fará um investimento de renda variável por ser em dólares. Se você acredita que o Brasil se tornará um país desenvolvido nos próximos anos e a nossa moeda se tornará tão forte quando o dólar, então você correrá o risco de ter investimentos em dólares. Se você não acredita que o Brasil se tornará um país desenvolvido, com uma moeda mais forte que o dólar, então é provável que no longo prazo o fato de estar investindo através de uma moeda forte se reflita em ganhos que compensarão o risco. O verdadeiro e grande risco que existe nos investimentos é o risco de não saber o que está fazendo. A educação e a experiência reduzem esse tipo de risco.

Quanto devo investir no exterior?
Esta é uma pergunta muito pessoal, mas para todas as pessoas que estão começando é importante investir o mínimo possível, pois será através desse pequeno valor que você vai conquistar algo que nenhum livro pode oferecer que é a experiência. Você precisa estudar e depois praticar para ganhar experiência. É assim com qualquer atividade que você resolva o ato de aprender. Quando estamos na fase de obter experiência não é inteligente correr grandes riscos. É importante investir valores pequenos enquanto você estiver aprendendo, de tal forma que possíveis perdas sejam consideradas como parte do processo de aprendizagem.

É um bom momento para investir no exterior?
Ocorrem eleições presidenciais nos EUA em 2020. Assim como acontece no Brasil, os mercados financeiros ficam muito turbulentos antes das eleições. Provavelmente serão eleições muito disputadas e cheias de incertezas, já que o país se encontra muito dividido. Incertezas no mercado financeiro produzem, no curto prazo, oportunidades para quem pretende investir com foco no longo prazo. A própria pandemia e as questões envolvendo a vacina ou uma segunda onda, podem gerar instabilidades. Então serão tempos turbulentos que podem gerar oportunidades para quem estiver preparado para montar uma carteira de investimentos.

Quais são as principais vantagens que justificam investir tempo aprendendo a investir no exterior?

Vou listar algumas:

  • Ter o conhecimento necessário para enviar dinheiro para o exterior, a qualquer momento, e realizar bons investimentos representa ter liberdade total com relação ao seu dinheiro. Você não estará mais limitado a países ou moedas. O seu dinheiro poderá fluir pelo mercado financeiro mundial assim como os grandes investidores fazem.
  • É importante ter uma pequena parte do seu patrimônio em outro país para que fique bem distante e protegido das decisões econômicas e políticas dos nossos governantes. É uma forma de diversificação geográfica.
  • Através de uma corretora americana você terá uma porta de entrada para investimentos no mundo inteiro. Existe uma enorme variedade de investimentos em praticamente todos os setores da economia mundial. Investidores do mundo inteiro investem através das bolsas americanas por essa facilidade de acesso aos mercados globais. Você investirá no que é considerado o coração do mercado financeiro.
  • Nas bolsas americanas podemos investir em empresas grandes, muito valiosas e extremamente lucrativas que possuem operações no mundo inteiro. Você provavelmente já é consumidor de grandes marcas americanas e de outros países e agora poderá se tornar sócio delas. Existem diversas empresas centenárias nos EUA com produtos que os seus pais e até os seus avós já utilizavam antes de você nascer. Várias dessas empresas pagam dividendos todos os anos a mais de 50 anos seguidos.
  • Os dividendos pagos por empresas americanas são em dólares e a inflação nos EUA é historicamente bem menor que a inflação brasileira.
  • O mercado de ações, REITs e ETFs é impressionantemente diversificado nos mais diversos setores da economia. Muitos setores que existem nos EUA simplesmente não existem no Brasil ou não possuem representatividade. Alguns setores que representam o futuro da economia mundial são fortes nos EUA como o setor de alta tecnologia, inteligência artificial, robótica, indústria aeroespacial, biotecnologia, internet, redes sociais, comércio eletrônico e muitos outros.
  • Não existem burocracias ou qualquer dificuldade para abrir uma conta em corretora nos EUA, transferir dinheiro e começar a investir imediatamente. Você só precisa dedicar algum tempo lendo o livro para entender como o mercado americano funciona e quais ferramentas você pode utilizar para facilitar a sua vida. Você certamente ficará surpreendido.
  • Aprender a investir no exterior representa ampliar os seus horizontes e expandir o seu leque de possibilidades.

Certamente ampliar a sua visão sobre o mundo dos investimentos e conquistar liberdade sobre o seu dinheiro são as duas maiores vantagens que justificam dedicar algum tempo aprendendo a investir no exterior.

Os ganhos que você terá fazendo os seus investimentos serão consequências do seu interesse em aprender e treinar o que aprendeu com paciência e responsabilidade.

Escrevi o livro que eu gostaria de ter encontrado no mercado quando resolvi aprender a investir no exterior. Eu acredito que ele pode fazer você economizar muito tempo e muito esforço, pois tudo está organizado passo a passo esperando por você.

Todo o trabalho difícil de produzir um material didático completo e organizado eu já fiz no decorrer de quase um ano de pesquisas e vários meses de produção.  Cabe a você apenas dedicar algum tempo para assimilar o conhecimento e depois praticar. Eu espero que você possa aproveitar essa oportunidade.

Aprenda a investir no Exterior

Esta é a sua porta de entrada para o mercado financeiro global. Tudo em um único livro: aprenda a investir em açõesfundos imobiliários (REITs) e ETFs de renda fixa, variável, de moedas e commodities. Aprenda a abrir uma conta no exterior, enviar recursos para investir e recolher impostos sobre os ganhos. Receba dividendos e ganhos em moeda forte (dólares) enquanto mantem parte do seu patrimônio protegido dos problemas políticos e econômicos do Brasil.



Receba novos artigos por e-mail: