Poupança ou LCI e LCA? Onde investir

Hoje vamos comparar a Poupança com dois títulos privados chamados de LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio). O objetivo é ajudar aqueles que só sabem investir na poupança e querem aprender como obter rentabilidade maior, mantendo a mesma proteção da poupança que é oferecida pelo Fundo Garantidor de Créditos.

Estes títulos privados são emitidos por bancos que buscam captar recursos dos poupadores/investidores para que possam financiar o setor imobiliário e agrícola (saiba mais). Como você já deve saber, o dinheiro que o banco empresta nunca é dinheiro do próprio banco, sempre é dinheiro de um terceiro (você). Uma das funções básicas dos bancos é intermediar este movimento de recursos entre quem tem dinheiro sobrando e quem não tem.

Quando você investe em LCI ou LCA, não está depositando seu dinheiro em uma conta no banco, como faz com a poupança. Você não terá uma Conta LCI/LCA da mesma forma que possui uma Conta Poupança. A operação que você fará é a de compra de um título, ou seja, você irá comprar um papel (um título privado) e na data de vencimento o banco “recomprará” este papel por um valor maior. Hoje não existe o papel, pois tudo que fazemos no banco são registros eletrônicos. Até o dinheiro que você possui no banco deixou de ser papel e passou a ser registros eletrônicos. O mesmo acontece com títulos públicos, títulos privados, ações, etc.

No momento em que você compra um título LCI ou LCA, você já sabe qual será a regra adotada pelo banco para pagar os juros que você receberá por estar emprestando seu dinheiro ao banco. Por este motivo LCI e LCA são investimentos de renda fixa.

Pessoas físicas que investem em LCI ou LCA  estão isentas de imposto de renda sobre os rendimentos, como ocorre com a poupança. Esta isenção pode tornar uma LCI/LCA mais vantajosa que o CDB e até mais vantajosa que títulos públicos como a LFT.  Com as novas regras da poupança, a rentabilidade da LCI ou LCA sempre tende a ser maior que a poupança. Tudo depende de qual percentual do CDI o banco está disposto a te pagar.

Rentabilidade

A rentabilidade da LCI, oferecida pela maioria dos bancos, é divulgada como um percentual da Taxa DI (CDI). A taxa DI atual é divulgada diariamente pelo site www.cetip.com.br. No momento em que escrevo este artigo a taxa DI está em 10,84%. Se o banco oferece uma LCI que paga 80% do CDI ao ano, você pode calcular esta rentabilidade facilmente fazendo 10,84 x 80%. Se a sua calculadora não possui cálculo com %, você pode transformar 80% em 0,80 e fazer o cálculo assim: 10,84 x 0,80 = 8,67%. Desta forma uma LCI ou LCA que paga 80% do CDI ao ano, está pagando 8,67%.

Quando existe uma expectativa de alta nos juros básicos da economia (Taxa Selic), a Taxa DI divulgada no site da Cetip tende a subir. Isto já produz um impacto positivo na rentabilidade do seu investimento. Como a LCI e LCA tem rentabilidade diária, você já sente a alta na rentabilidade no momento em que ocorrer uma variação na taxa DI. Quando a expectativa é de baixa na Selic, a taxa DI tende a baixar junto. A rentabilidade da sua LCI e LCA  acompanhará a queda. O mesmo acontece com outros investimentos pós-fixados como o CDB pós, fundos de renda fixa DI, título LFT, etc. A própria poupança tem queda na rentabilidade quando o governo reduz a taxa Selic.

Investimento Mínimo:

A maior desvantagem da LCI e da LCA é a exigência de investimento mínimo. Quanto maior a rentabilidade oferecida pelo banco, maior tende a ser o investimento mínimo que eles exigem. Na poupança, você pode investir qualquer pequeno valor. Em títulos LFT também é possível fazer investimentos iguais a 10% do valor de um título (pouco mais de R$ 600,00).

Um dos poucos bancos grandes que oferecem LCI para quem tem investimento inicial pequeno (R$ 1.000,00) é o Banco do Brasil. Eles também oferecem uma carência de 60 dias, ou seja, depois de 2 meses você pode fazer o resgate total ou parcial do que investiu antes da data de vencimento do título. Você vai perceber que a maioria dos bancos não oferecem a possibilidade de antecipar o resgate. Você precisa esperar até o vencimento para receber seu dinheiro de volta + juros.

Bancos grandes costumam oferecer LCI e LCA que rendem entre 80% e 85% da taxa DI (CDI). Bancos pequenos oferecem rentabilidade maior, entre 90% e 98% do CDI.

Exemplo real da corretora:

Quando você tem quantias maiores (acima de R$ 20 mil) e pode esperar entre 1 e 2 anos para receber seu dinheiro de volta com os juros, existem diversos bancos menores que oferecem rentabilidades maiores. O investimento em bancos de menor porte pode ser feito através de corretoras e assim você não precisa abrir conta em diversos bancos. Para ilustrar, veja a imagem que tirei da página restrita, de uma corretora (XP), onde os clientes podem comprar LCI pela internet.

Na imagem aparecem dois bancos pequenos chamados Banco Pine e Banco Rodobens. Eles pagam entre 93% e 98% do CDI (taxa DI) ao ano. Veja que quanto maior o prazo que você está disposto a esperar para ter seu dinheiro de volta maior é a rentabilidade oferecida ao ano. Este prazo está na coluna “vencimento”.

O campo chamado de “Rating” exibe a nota de risco dos bancos. Recomendo a leitura do artigo sobre classificação de risco. Bancos quebram e os bancos menores quebram com mais facilidade e por isto é importante que você entenda como funciona o rating para saber quais bancos são mais seguros que outros. Também é importante que você entenda que você tem a mesma proteção da poupança quando investe em LCI/LCA, mesmo nos bancos pequenos. Leia o artigo sobre o Fundo Garantidor de Créditos. A coluna “Rating” mostra a nota e o campo “Agência” mostra qual agência de risco deu a nota. No artigo sobre classificação de risco você vai entender o que significa cada nota.

Na coluna “QTD Mínima” você pode ver a quantidade mínima de LCI que você deve comprar para fazer o investimento. No exemplo existem quantidades entre 20 e 30 títulos. Na coluna “Preço” você sabe quanto custa cada título. Desta forma se a quantidade mínima é 20 e o preço de cada um é R$ 1000,00 você terá que fazer um investimento mínimo de R$ 20 mil.

Eu também recomendo que você leia o artigo onde eu mostro a relação entre opções rentáveis, seguras e líquidas de investimento. Você vai aprender que você só pode escolher duas destas características, pois não existe um investimento com as três. Leia o artigo “Investimento rentável, líquido e seguro.

Conclusões e dicas:

Antes de investir é importante comparar a rentabilidade da LCI/LCA com outras opções de investimento que você possui acesso. Para comparar com a poupança é importante entender a remuneração dela aqui. Para saber quanto rende o título LFT você precisa ler este artigo aqui onde ensino como usar a calculadora da LFT.  Também recomendo a leitura do meu artigo que compara Poupança x LFT.

Como você viu, LCI e LCA são opções de investimento menos acessíveis para o pequeno investidor. A maioria dos bancos que oferecem boa rentabilidade exigem investimentos iniciais maiores. O título público chamado LFT acaba sendo a alternativa acessível para quem tem pouco para investir inicialmente e procura uma opção de renda fixa pós-fixada. Não existe nenhum problema em fazer os pequenos investimentos na poupança e quanto estiver com valores maiores acumulados, partir para opções mais rentáveis e que exigem investimentos maiores. É assim mesmo que deve ser.

Nunca invista mais de R$ 250 mil no mesmo banco, pois o que passar disto estará fora da proteção do Fundo Garantidor de Créditos. Isto é importante quando você optar por investir em bancos pequenos através de corretoras.

Separe seu dinheiro com base no prazo. Aquele dinheiro que você pode precisar com urgência, não pode ficar em uma LCI que você só poderá sacar depois de 2 anos. Investimentos como LFT (título público) só pode ser resgatado 1 vez por semana (quarta-feira) e como existe a cobrança de IR, seu custo com IR será maior quando você deixar o dinheiro investido por menos tempo veja como funciona aqui.

A poupança pode ser sacada todo dia (liquidez diária) e o problema é que ao sacar dinheiro da poupança, você perde a rentabilidade do mês do dinheiro sacado. Pouca gente percebe este detalhe quando usa a poupança como reserva de emergência.

Lembre-se que a rentabilidade de investimentos pós-fixados pode aumentar ou diminuir dependendo da alta ou queda dos juros. Vamos supor que você fez o cálculo e descobriu que se comprar LCI hoje receberá 9% de juros ao ano. No final de 12 meses a sua rentabilidade final provavelmente não será os 9% iniciais. Se durante o ano a Taxa DI subir, a sua rentabilidade será maior que 9%. Se a Taxa DI cair a sua rentabilidade será menor. Perceba que na poupança a situação é exatamente a mesma, observe que todos os meses a rentabilidade da poupança sobe ou desce. Por este motivo que a poupança, LCI e LCA são investimentos pós-fixados, eles rendem diariamente e dependendo do dia a rentabilidade pode ser maior ou menor.  Você pode constatar isto na poupança através desta página do Banco Central.

Por isto mesmo que a LCI, LCA, LFT, CDB pós e até a poupança oferecem melhores rendimentos quando existem perspectivas de que os juros da economia vão subir no futuro. A rentabilidade destes investimentos tendem a subir junto com os juros básicos da economia. Por este motivo os investimentos pós-fixados são os mais conservadores.

Planilha

Segue aqui uma planilha que pode ajudar na comparação entre poupança, LCI/LCA e CDB.

Simulador mostra quanto você teria se…

Veja o artigo que escrevi onde mostro como usar uma ferramenta que permite simular quanto você teria hoje se tivesse investido em LCI, LCA ou CDB no lugar da poupança, visite aqui.

Quem investiu em renda fixa após o Plano Real (que completou 20 anos em 2014), ganhou mais do que os que investiram nas ações do Índice Bovespa (quem investiu e esqueceu). O CDI acumulou 631,70% de variação acima da inflação (IPCA), calculado até 31 de maio de 2014. Já o Índice Bovespa, no mesmo período, subiu 221,11% acima da inflação. A poupança rendeu no período 103,20% e o ouro, 69,03% acima da inflação. Já o dólar oficial ficou 51,97% abaixo da inflação do IPCA no período. (fonte)

Isto mostra que é muito importante aprender a investir em outras modalidades de investimento de renda fixa que são tão seguras quanto a poupança. Infelizmente o Brasil é o pais com as maiores taxas de juros do planeta. Lá fora é mais vantajoso se tornar sócio das empresas (comprando ações na bolsa) ou abrindo seu próprio negócio, pois os juros são muito baixos. Aqui a coisa é inversa e para piorar a situação o brasileiro não sabe disso. No lugar de aproveitar para ganhar juros, prefere não poupar, não investir e comprar tudo que pode financiado (pagando os juros mais elevados do mundo).

Chegou o momento de você começar a investir na sua educação financeira. Observe que a falta de conhecimento é sempre a opção mais cara.

About the Author:

Leandro Ávila é administrador de empresas, educador independente especializado em Educação Financeira. Além de editor do Clube dos Poupadores é autor dos livros: Reeducação Financeira, Investidor Consciente, Investimentos que rendem mais, e livros sobre Como comprar e investir em imóveis.

125 Comments

  1. Thiago 14 de outubro de 2014 at 12:35 - Reply

    Olá Leandro, estou sempre acompanhando seus bons artigos. Principalmente agora que pretendo investir em LCIs ou LFTs. Bem, já dei o primeiro passo que é buscar o conhecimento e o segundo que foi me cadastrar em uma corretora que segundo minhas pesquisas é de boa reputação.

    Minha dúvida é a seguinte, a corretora oferece LCIs com boas taxas de rendimento sobre o CDI que vão desde 92% a 115% dependendo do banco, valor mínimo investido ou vencimento. Porém a maioria dos bancos não se enquadram naquela margem segura de Rating que você citou , por exemplo variam entre Ba3 a AA-.

    Considerando que irei investir menos de 250mil e que estou coberto pelo FGC posso investir sem medo nestes bancos com classificação de grau especulativo a médio baixo ?? Outra coisa, a corretora cobra 0,1% de Taxa de adm sobre o investimento, e descobri hoje que esse valor é descontado a cada 90 dias. Por ex, se eu investir 30 mil por 180 dias pagarei 60 reais à corretora. Mesmo assim ainda é viável?

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 14:21 - Reply

      Olá Thiago. Até BBB- ou Baa3 o banco grau de investimento. Quanto maior o risco maior será a rentabilidade, pois de outra forma ninguém toparia se arriscar. Recomendo que leia o artigo e veja a tabela onde falo sobre classificação de risco. Minha sugestão é não colocar todos os ovos no mesmo lugar e naqueles mais arriscados você deve colocar uma parte menor dos ovos. O FGC oferece uma proteção, mas o susto de ver um banco pequeno quebrando com o seu dinheiro lá dentro não tem preço. A corretora que utilizo (XP) cobra R$ 6,90 fixos para quem investe em renda fixa. Não cobra este percentual de 0,1%. No meu caso, acabo tendo um custo anual de R$ 82,80 (12 x 6,90) para investir em renda fixa.

  2. Victor Maia 14 de outubro de 2014 at 12:40 - Reply

    Leandro, obrigado por mais um artigo!

    Comecei a investir em LCA neste mês e estou muito satisfeito. Estou investindo pelo Banco Sofisa que não exige aporte mínimo. O plano que escolhi paga 90% do CDI como liquidez de 2 meses. Estou realmente feliz com isso e foi através do seu blog que conheci a opção LCI/LCA de investimento.

    Quanto ao que disse nos últimos parágrafos sobre aqui termos altas taxas de juros e por isso a renda fixa ser mais vantajosa que a variável, isso é algo sobre o que venho pensado muito nesses últimos tempos. Preciso estudar muito ainda sobre Investimentos no geral e mais ainda sobre Renda Variável, mas me parece necessário investir em Renda Variável se eu quiser que meu patrimônio cresça. Na renda fixa é impossível, ou quase, se obter rendimentos superiores a 1% ao mês, enquanto na Renda Variável não existe um limite ( nem de perdas nem de ganhos…).

    Espero ter contribuído ao debate.

    Um abraço!

    Victor Maia.

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 13:42 - Reply

      Olá Victor. A renda fixa permite sim que você obtenha boa rentabilidade no longo prazo graças aos efeitos dos juros compostos. Já a renda variável, ao contrário do que muita gente diz, só serve mesmo no curto prazo quando você aprende a fazer investimentos especulativos. Veja o que ocorreu em 2014, muita gente (que sabem investir em ações no curto prazo) faturou muito comprando na baixa e vendendo na alta com base no impacto das pesquisas eleitorais no preço das ações das estatais.

  3. Thiago 14 de outubro de 2014 at 12:51 - Reply

    Leandro, só para ressaltar, quando a gente fica bem informado à respeito das coisas percebemos com clareza a furada em que podemos nos meter. Hoje fui à minha agência perguntar ao gerente quais as taxas de rendimento que o banco pagava sobre o CDI e ele falou que era 84% porém a partir disto só me respondia o que eu perguntava sem se aprofundar em nada. Como estava apressado falei que retornaria depois para me informar sobre outros investimentos e ele me perguntou se eu já conhecia os Títulos de Capitalização já me dando o panfleto e falando dos prêmios sorteados todo mês. Ele relutou mais respondeu com um “Não” desconfiado quando eu perguntei se isto rendia mais que a poupança. Fiquei com vontade de dizer que eu queria investir e não apostar na mega-sena, mas apenas agradeci saí do banco com aquele sentimento bom de que tenho poder de fazer minhas próprias escolhas agora.

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 13:18 - Reply

      Oi Thiago. Título de capitalização é uma certeza de prejuízo para quem “investe” e lucros fáceis para quem vende. Entre janeiro e agosto deste ano o mercado de títulos de capitalização faturou R$ 14,1 bilhões. Em todo 2013 foram R$ 20 bilhões investidos por brasileiros (sem educação financeira) que vão perder dinheiro pois os títulos são incapazes de proteger o dinheiro da inflação. A rentabilidade é negativa. Quando o gerente do banco oferece título de capitalização ele tem plena consciência que o cliente vai perder dinheiro. O gráfico abaixo (números em bilhões) mostra o tamanho do problema:

  4. LAP 14 de outubro de 2014 at 13:15 - Reply

    Boa tarde, Leandro!
    Gosto muito dos seus textos e o parabenizo pelo trabalho de conscientização do povo brasileiro sobre investimentos que vem realizando nos últimos anos.
    Concordo com quase tudo que você colocou no artigo. A exceção que faço (até porque você já expôs sua opinião em outros artigos) é sobre os investimentos em renda variável, quando você afirma que o investimento no IBOV foi bem inferior ao rendimento da renda fixa. Na verdade, o IBOV é um péssimo índice para comparação, pois esse índice é apenas um conjunto de ações de várias empresas, principalmente em função da liquidez dessas ações. Aliás, o IBOV contém muitas empresas ruins, como continha, por exemplo, as empresas do grupo X. E não é assim que se investe em ações. Investir em ações é selecionar boas empresas, fazendo um gerenciamento adequado do risco. Não é nada arriscado ou complicado. Arriscado é fazer algo que a gente não sabe fazer. Nessas condições, qualquer coisa torna-se arriscado. Investir em ações requer apenas estudo, planejamento e estratégia. Nessas condições, mesmo se o investidor tivesse esquecido o dinheiro na carteira há 20 anos, a realidade seria bem diferente. Aliás, vivemos em um mundo capitalista e não é razoável que o capital produtivo possa render menos que o capital estocado, parado na renda fixa. O dia em que isso acontecer (pode ser em qualquer lugar do mundo) pode ter certeza que o capitalismo já era. Investir em renda fixa é muito importante sim e devemos conhecer todas essas modalidades que comentou. O que não concordo é apenas com a comparação simplista entre a renda fixa e o IBOV, pois isso afugenta as pessoas da renda variável, o que é muito ruim para o país também. Um país que não tem uma bolsa forte dificilmente irá crescer de forma sustentável. O grande problema é que existe muita informação não verdadeira na midia sobre a bolsa. Muita informação sobre tubarões e sardinhas, entre outras coisas. Quem tinha uma carteira equilibrada e com boas empresas há 20 anos, pode ter certeza que está sorrindo a toa!
    Um forte abraço!

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 14:09 - Reply

      Oi LAP. Eu concordo com você que o risco é sempre proporcional a nossa ignorância. Subir uma montanha sem equipamentos de segurança pode ser mais seguro do que subir com os equipamentos, tudo depende da experiência de quem sobe. Quem opera sabendo o que está fazendo e de forma ativa o retorno pode ser espetacular. Existem muitos casos de pessoas que ficaram milionárias, aqui mesmo no Brasil temos vários bilionários que começaram do nada na Bolsa. O problema é que muita gente compra livro de educação financeira escritos nos EUA (traduzidos para o português), onde a ideia de investir em renda variável e esperar o longo prazo é muito defendida. Nos EUA as empresas encontram um ambiente favorável para o crescimento (aqui no Brasil não é assim). No Brasil a bolsa funciona muito bem no curto prazo e mesmo assim é importante considerar que lá fora os juros são muito baixos e qualquer ganho na bolsa é compensador, mesmo correndo riscos. Aqui não, se for para correr risco o retorno precisa superar a renda fixa, do contrário não compensa. Vejo muita gente abandonar dinheiro em fundos multimercado, planos de previdência que aplicam em renda variável, e ali perdem dinheiro no longo prazo achando que renda variável compensa no longo prazo. Não é assim que funciona. No futuro eu pretendo falar mais sobre renda variável aqui. Eu sinceramente desejo que no futuro os juros fiquem menores e a renda fixa se torne menos atrativa. Que as pessoas comecem a pensar em empreender, abrir pequenos negócios, investir em empresas, comprar ações, etc. Isto será um sinal de que estamos realmente produzindo riquezas. Enquanto este dia não chega, vamos aproveitar os juros altos a nosso favor (investimentos) e não contra nós (dívidas).

  5. Tiago 14 de outubro de 2014 at 13:24 - Reply

    Um dos fatores que difere CDBs e Títulos Públicos da LCI/LCA é que ambos podem fazer aportes mensais ou quando quiser enquanto LCI/LCA não pode, correto?

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 13:52 - Reply

      Olá Tiago, CDBs e LCI/LCA permite que você compre novos papeis quando bem desejar. O problema é que o investimento mínimo para fazer uma operação de compra de CDB tende a ser muito menor que o mínimo necessário para fazer cada operação de LCI ou LCA. Isto faz a pessoa ter a percepção de que uma coisa é diferente da outra. Nos dois casos, cada operação de compra é totalmente diferente da outra, inclusive aparecem no extrato separadamente. A palavra “aporte” é mais corretamente empregada quando você investe em fundos de investimento, fundos de previdência, quando você investe em uma empresa ou mesmo quando faz suas aplicações mensais na poupança. No caso dos títulos vocês faz uma compra de títulos que podem ser CDB, LCI, LCA, debêntures, ou quando você compra títulos públicos. Nada impede que você faça compras mensais ou diárias.

  6. Diego 14 de outubro de 2014 at 13:26 - Reply

    Caros, não quero fazer propaganda de banco nenhum, mas para compor a reserva de emergência, a LCA do BB foi a única LCA que já encontrei sem carência, ou seja, tem liquidez diária, e paga melhor que a LCI deles, 84% do CDI. Infelizmente o investimento mínimo é 30000 reais, maior do que de muitos desses bancos menores que pagam muito mais. Não rende uma maravilha, mas para ter liquidez diária é a única opção que conheço (Se alguém souber de outra que renda mais compartilha aqui ;)).

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 13:44 - Reply

      Oi Diego, obrigado por compartilhar.

    • Rose 10 de agosto de 2015 at 20:21 - Reply

      Boa noite, só a título de informação, a partir de maio/15 as regras para investimento em LCA no banco citado não tem mais liquidez diária e sim 90 dias.

      Obrigada!

  7. msria lucia dos santos 14 de outubro de 2014 at 13:58 - Reply

    Tenho grande vontade de investir fora da poupança , mas o desconhecimento e a insegurança nessa área nao me permite, pois sou uma pequena poupadora. Gostaria muito de aprender com eficácia.

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 14:33 - Reply

      Olá Lúcia, então você está no lugar certo. Seja bem-vinda!

  8. Edneu 14 de outubro de 2014 at 15:08 - Reply

    Boa tarde, Leandro.

    sou grato pelas orientações, tenho apreendido muito com seus artigos.

    abraços.

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 15:12 - Reply

      Obrigado Edneu!

      • Adriano gomes 20 de janeiro de 2015 at 20:11 - Reply

        Oiii leando gostaria de saber Como posso investir ne LCI com segurança porq nao vivo no Brazil atualmente espero ancioso por uma resposta muito obrigado por seu site esta me esclarecendo muitas investimentos q nao tinha nem ideia

        • Leandro Ávila 20 de janeiro de 2015 at 23:02 - Reply

          Olá Adriano. Você pode investir em LCI ou LCA em grandes bancos como Banco do Brasil e Caixa Econômica (que oferecem taxas menores por serem grandes). Também pode dividir seus investimentos em LCI e LCA de bancos de menor porte através de corretoras. Neste caso a rentabilidade oferecida por eles é maior e você só precisa ter o cuidado de avaliar a nota de crédito do banco e as regras para a proteção do Fundo Garantidor de Créditos.

  9. charles 14 de outubro de 2014 at 16:09 - Reply

    Olá Leandro sou Empresário… Papelaria…não tenho investimento em Banco.. Pelo contrário as vezes pego dinheiro emprestado no banco.. Para investir na Empresa. Concordo com você em ser empreendedor. Vejo que a minha postura de investir no produto certo com venda certa, combinando e brigando por desconto.. Tem sido um bom investimento.

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 16:16 - Reply

      O Charles, sem dúvida nenhuma o melhor investimento que existe para realização profissional, pessoal e financeira está no empreendedorismo, principalmente quando você trabalha naquilo que gosta. A educação financeira é o primeiro passo para empreender.

  10. Rafael 14 de outubro de 2014 at 18:07 - Reply

    Muito bom Leandro…o único problema do LCI/LCA é o investimento inicial, tenho conta na spinelli, o investimento inicial é de 20 mil…vou me informar no BB, já que nosso colega comentou que vale à pena.
    Na spinelli estou, aos poucos, fazendo investimentos no tesouro direito, a maior parte na selic. Alguma informação sobre a corretora ou dicas, eu aceito.

  11. Manoel Graciano 14 de outubro de 2014 at 18:40 - Reply

    Boa tarde Leandro,

    Já estudei muitos livros de planejadores financeiros, nunca encontrei leituras tão esclarecedoras quanto a suas, é simplesmente espetacular, usando um termo Aristotélico, você é um escritor virtuoso.

    Parabéns!

  12. Ricardo 14 de outubro de 2014 at 20:48 - Reply

    Prezado Leandro,
    você teria algum artigo sobre Letras de Câmbio? Caso negativo, haveria a possibilidade de falar um pouco sobre elas?
    Obrigado.
    Ricardo

    • Leandro Ávila 14 de outubro de 2014 at 21:34 - Reply

      Oi Ricardo, sim tenho planos de escrever sobre Letras de Câmbio.

  13. Deivson de Jesus 14 de outubro de 2014 at 21:19 - Reply

    Leandro, vi em um de seus comentários sobre cobrança de taxa pela corretora. Ainda sobre esse assunto, por exemplo, se eu investir R$10.000 numa LCI e a corretora cobrar 0,10% = R$10, a rentabilidade será em cima dos R$10.000, ou será em cima de R$9.990? E no Tesouro Direto? É em cima do valor que comprei o título ou já em cima do valor com o desconto da corretora?

    Ah, estou mandando seus links para amigos e estão gostando do que estão lendo, na verdade se surpreendendo, assim como acredito que está sendo com muitos aqui. Mais uma vez parabéns pela forma como explica sobre cada assunto.

    Abraço.

    • Leandro Ávila 15 de outubro de 2014 at 12:55 - Reply

      Olá Deivson. Eu não conheço corretora que cobre qualquer percentual como a de 0,10% sobre investimentos de renda fixa como LCI, LCA, CDB, etc. O que costumam fazer é cobrar uma taxa mensal para manter a conta na corretora aberta. No caso dos títulos públicos elas cobram um taxa e a Bovespa cobra outra que é sempre de 0,30%. A taxa da corretora pode ser 0%, 0,10%, 0,25%, 0,50%. Eu não recomendo as que não cobram nada, pois não acredito em serviço gratuito. Estas taxas apenas reduzem a rentabilidade do seu investimento. Uma fonte oficial sobre custos no Tesouro Direto: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/quais-sao-os-custos-do-programa-

  14. Atapoã Feliz 16 de outubro de 2014 at 11:33 - Reply

    Prezado Leandro
    Conforme você adverte, não se deve aplicar mais de R$250.000,00 no mesmo banco.
    No entanto, conversando com a gerente, ela disse que esse teto é por produto. Em outras palavras, pode-se investir, por exemplo, R$250.000,00 em LCI e mais R$250.000,00 em LCA que não haverá problema com a cobertura do FGC. É isso mesmo ou está “furada” essa interpretação?
    Grande abraço

    • Leandro Ávila 16 de outubro de 2014 at 13:00 - Reply

      Oi Atapoã. Isso mostra que o gerente é desinformado ou está mentindo. Visite esta página do Banco Central e observe a resposta para a pergunta número 4. http://www.bcb.gov.br/?FAQFGC No site do FGC, na página http://www.fgc.org.br/?ci_menu=20&conteudo=1 você encontra: “O total de créditos de cada pessoa contra a mesma instituição associada, ou contra todas as instituições associadas do mesmo conglomerado financeiro, será garantido até o valor de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais), limitado ao saldo existente.” Fica bem claro que não é por produto. É claro que você deve considerar outra coisa. O risco de um banco como o Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú, Bradesco quebrarem é muito. O estrago na economia seria tão grande, que antes desta possibilidade se aproximar o governo (utilizando recursos públicos) certamente iria ajudar estes bancos de grande porte. Isto evitaria uma catástrofe econômica. O mesmo não acontece com os bancos pequenos.

  15. gabriela 16 de outubro de 2014 at 22:49 - Reply

    Leandro, vc merece uma medalha por ser um dos maiores educadores financeiros. Além dos ótimos textos,são muito explicativos e com linguagem fácil. A partir do seu site tenho estudado e aprofundado em vários sites alguns indicados por vc. Tb a sua prontidão em responder todas as dúvidas. 1. vc sabe qual a taxa q o BB paga na LCI citada no texto? 2. Ao final do período em que o dinheiro fica aplicado na LCI ele tem resgate automático? 3. Quando vc escreverá sobre fundos imobiliários X fundos de índices?

    • Leandro Ávila 16 de outubro de 2014 at 23:47 - Reply

      Olá Gabriela. Muito obrigado, você é muito gentil. Não sei dizer a taxa que o Banco do Brasil está oferecendo. Esta taxa não é fixa, pode mudar de um dia para o outro. Na data de vencimento da LCI o dinheiro volta para sua conta com os juros. Não sei dizer quando escreverei sobre fundos imobiliários e fundos de índice, mas com certeza irei escrever.

    • Carolina 17 de outubro de 2014 at 16:01 - Reply

      Gabriela, atualmente o BB está oferecendo 80% do CDI para o dinheiro aplicado em LCI.

      Concordo com tudo o que você disse, também tenho aprendido bastante aqui no Clube dos Poupadores. Então aproveito esse espaço também para agradecer ao Leandro.

  16. Michel 17 de outubro de 2014 at 16:32 - Reply

    Leandro, obrigado por todos estes artigos publicados, com certeza é de grande valia para todos os brasileiros. Gostaria de saber se estes títulos LCI e LCA rendem a juros compostos?
    E gostaria de saber também quais os investimentos de renda fixa ou variada que também rendem a juros compostos?

    • Leandro Ávila 17 de outubro de 2014 at 23:51 - Reply

      Olá Michel, são juros compostos. Não conheço investimentos em renda fixa onde o rendimento se baseia em juros simples.

      • Livônios 6 de janeiro de 2015 at 15:55 - Reply

        Fui ao Banco do Brasil e a gerente informou que é juros simples e nessa condição, teria que esperar até o rendimento atingir R$ 1000 para resgatar e reaplicar tudo, como se só o principal fosse base para o rendimento… agora fiquei na dúvida!

        • Leandro Ávila 6 de janeiro de 2015 at 17:12 - Reply

          O gerente do seu banco ou é mal informado ou é mal intencionado. LCI e LCA possuem rentabilidade diária (capitalizados em dias úteis). Todo dia útil o seu dinheiro rende juros sobre juros através de uma taxa diária equivalente a taxa anual do percentual da Taxa DI (CDI) que o banco prometeu pagar. Normalmente LCI possui uma data de vencimento. Se você investir em uma LCI com vencimento em 2017, quando chegar 2017 você receberá o seu dinheiro e o juros e poderá fazer um novo investimento. O mesmo ocorre com LCA, CDB, Debêntures, Títulos Públicos, etc. No site http://www.cetip.com.br/comunicados-documentos#Lista você pode baixar ou imprimir o PDF chamado “LCI Cetip21” e presentear seu gerente.

  17. Danilo 19 de outubro de 2014 at 19:50 - Reply

    Boa noite Leandro, vejo que presta um grande serviço de Informação financeira a todos que buscam esses conhecimentos. Vejo, também, que sempre nos aconselha a buscar conhecimento para tomarmos as nossas decisões quanto ao tipo e maneira de investir. Sinto em você uma grande vontade, verdade e sinceridade no trato com o próximo. Obrigado. Fiz, ontem, um cadastro na XP Investimentos, falta apenas o envio da documentação, o que devo fazer nesta semana. Este tipo de cadastro (via net) é mesmo seguro? Após a efetivação do cadastro, posso realmente confiar em fazer as aplicações com a XP? Obrigado mais uma vez.

    • Leandro Ávila 20 de outubro de 2014 at 0:10 - Reply

      Olá Danilo, eu fiz tudo pela internet e todo investidor que conheço que usa corretoras faz todo procedimento pela internet. Já faz muito tempo que ninguém mais se dirige pessoalmente até as corretoras, elas não são como bancos que possuem locais de atendimento em cada cidade do Brasil. Eu não gosto de fazer propaganda de nenhuma corretora. As pessoas costumam perguntar qual corretora eu uso e com isto sou obrigado a dizer, mas isto não significa que ela é a melhor, a mais confiável ou a corretora que eu recomendo. Eu não tenho como avaliar a melhor corretora do Brasil ou a mais confiável, pois para fazer isto seria necessário conhecer todas as corretoras. Pelo que sei a XP é atualmente a maior corretora independente (que não faz parte de um banco) em número de clientes. Até o presente momento não tive nenhum problema com ela, não significa que não possa ter no futuro.

      • Danilo 20 de outubro de 2014 at 20:48 - Reply

        Olá Leandro, obrigado pela atenção. Suas palavras foram de muita valia em minha decisão, espero fazer contato novamente para aprimorar o meu conhecimento na área, conhecimento que estou adquirindo com os seus artigos e com as suas dicas. Obrigado mais uma vez.
        Sucesso!

  18. Rosana 20 de outubro de 2014 at 11:35 - Reply

    Olá Leandro!
    Parabéns pelo site!
    Gostaria da sua opinião. Tenho um recurso aplicado na poupança e estou negociando com o banco para investi-lo em LCI. A taxa é 101% do CDI. Pelo que li, essa taxa é bem atraente. Devo aplicar todo o valor nesse investimento, ou você acha mais vantajoso diversificar o investimento?
    Abraços

  19. Adriano 21 de outubro de 2014 at 17:36 - Reply

    Olá Leandro, quero agradecer pelo seu belo trabalho. Foi lendo seus artigos que eliminei várias dúvidas sobre investimento, te acompanho desde agosto/14. Muito mais importante que as informações e orientações, é a sua responsabilidade e vontade em responder todas as perguntas, dúvidas e comentários dos leitores. Nunca vi isso, muitos sites simplesmente não te retornam. Fico honrado em ler seus artigos e todas perguntas/dúvidas/respostas. Uma observação, tenho uma conta na Rico e eles tb cobram 0,10% a cada 90 dias tempo do investimento. Mas esse valor é descontando no ato da compra. Ex.: comprei R$ 24.000 em LCA com prazo de 180 dias, paguei na hora da compra R$ 48,00, sendo cobrado os 180 (90+90) dias de uma única vez. Não sabia disso e fiquei muito revoltado. Na primeira compra, foram R$ 30.000,0 em LCI com prazo de dois anos, como tinha um saldo a mais na conta e estava tenso, não percebi que paguei por 720 (90+90+90+90+90+90+90+90) dias de uma única vez, ou seja R$ 240,00. Quando me cadastrei nesta corretora não fui informado que seria assim a cobrança, me sinto lesado, mas sei que nada vai mudar. Se for colocar na ponta do lápis, meu rendimento não foi como imaginado. Agora sei que nessa corretora não coloco mais meu dinheiro, vou tentar me cadastrar na XP. Grande abraço e continue assim.

    • Leandro Ávila 22 de outubro de 2014 at 0:47 - Reply

      Oi Adriano, obrigado por compartilhar a informação. O estranho é que eles não falam sobre este custo na página onde tratam de todos os custos que existem para investir com eles em http://www.rico.com.vc/servicos/custos-de-operacao Já na XP desde 01/01/2014 eles passaram a cobrar apenas R$ 6,90 mensais não importando quanto você tem em LCI, LCA, etc, como você pode ver em http://www.xpi.com.br/opere/custos-operacionais.aspx

      • Adriano 22 de outubro de 2014 at 9:11 - Reply

        Olá,
        Leandro, pois é, fiz essa pergunta para eles e a resposta que tive foi que no momento da compra é exibido o valor da intermediação. É difícil discutir com empresas prestadoras de um serviço desse tipo. Penso que por ter pouca grana na corretora, sou um investidor irrelevante. Minha relação era com uma corretora que tinha uma parceria com a Rico, falei com o pessoal de lá e a resposta que recebi é que quando fui lá falar sobre investimentos, a minha ideia era investir em LTN e por isso não me falaram nada sobre outras taxas. Só para tirar mais uma dúvida, na XP eu pagarei apenas R$ 6,90 por mês nas compras de Tesouro Direto, LCI e LCA e mais nada? Cara, considerando todos os meus investimentos, já paguei R$ 288,00 só na LCI e LCA e ainda vou pagar a da LTN, mais uns R$ 100, 00, vi que fiz um péssimo negócio. Com relação a falta de informação da cobrança, existe algo que pode ser feito? Só sendo cliente da XP que consigo ver as ofertas de LCI e LCA? Vou começar a tratar da minha mudança de corretora. Muito obrigado

        • Leandro Ávila 22 de outubro de 2014 at 22:58 - Reply

          Olá Adriano, eu não posso falar nada da Rico pois eu não sou cliente deles, não conheço o serviço deles. Quando você investe em títulos públicos na XP você paga 0,30% ano que é da BM&FBovespa, todo mundo paga isso em todas as corretoras, e também paga 0,10% que é a taxa que eles cobram. No site do Tesouro Direto existe a tabela com as taxas que as corretoras cobram. http://www3.tesouro.gov.br/tesouro_direto/consulta_titulos_novosite/consulta_ranking.asp O único custo que tenho investindo em renda fixa (LCI, LCA, CDB) é a taxa de 6,90. Eu recomendo que antes de mudar de corretora você entre em contato com a corretora e converse, tire dúvidas, faça estas perguntas sobre os custos. Se for por escrito melhor ainda pois você guarda a resposta deles.

  20. Sione 22 de outubro de 2014 at 7:45 - Reply

    Ola, graças ao seu blog já me ingressei nos titulos publicos, agora ja estou gerando aporte para aplicar em LCI/LCA…aos poucos vou aprendendo!!
    Obrigada

  21. Jocélio 22 de outubro de 2014 at 8:23 - Reply

    Leandro, seu trabalho é muito bom. Me educa muito. Gostaria de ler seu comentário sobre os bancos. São imprescindíveis para o pequeno/médio investidor? E por quê? Qual você indicaria?

    • Leandro Ávila 22 de outubro de 2014 at 23:06 - Reply

      Oi Jocélio. Não é possível fazer nada sem ser cliente de bancos ou corretoras. Os grandes bancos são muito parecidos e só vejo diferença mesmo entre bancos estatais (Caixa, Banco do Brasil, etc) e bancos privados (Itaú, Bradesco, HSBC, Santander, etc) Todos os bancos tratam você bem quando tem dinheiro e tratam você mal quando não tem dinheiro. Já escrevi um artigo interessante para quem pretende investir e não deseja pagar taxas bancárias, veja aqui.

  22. Rosélia Reis 22 de outubro de 2014 at 11:59 - Reply

    Olá Leandro, te parabenizo pelo excelente trabalho.
    Gostaria de saber se é necessário aderir a uma corretora para investir no LCI e se não, é necessário ter uma conta corrente no banco ao qual será adquirido o investimento?

    • Leandro Ávila 22 de outubro de 2014 at 22:18 - Reply

      Olá Rosélia. Eu invisto através de uma corretora e com isto eu não preciso abrir conta em vários bancos. Acho isso mais prático.

  23. Jair 24 de outubro de 2014 at 20:58 - Reply

    Boa noite professor. Inicialmente quero parabenizá-lo pela iniciativa em compartilhar o seu conhecimento sobre educação financeira sem cobrar nada por isso.Acompanho seu site há quase três meses e você tem contribuído muito para minha educação financeira. No tocante a esse artigo tenho a seguinte dúvida, existe alguma outra diferença entre LCI e LCA além do fato de que uma é usada para financiar o setor imobiliário e a outra o setor agrícola, já que ambas tem sua rentabilidade calculada sobre um percentual da taxa DI? Pretendo abrir minha conta na XP Investimentos e como notei que o Sr. também é cliente gostaria de saber se me indica o plano Express, em que o investimento em renda fixa eu pago uma taxa de administração de 0,10% ao ano, pago na compra e depois de 1 ano, cobrado semestralmente pro rata, ou o plano Private, em que eu pago R$ 6,90 por mês. Qual o mais indicado para iniciantes como eu? O fato de eu comprar via assessor ou portal faz a diferença? O plano Private por gerar um custo de R$ 82,80 por ano já não comprometeria a rentabilidade dos meus investimentos?

    • Leandro Ávila 29 de outubro de 2014 at 1:40 - Reply

      Oi Jair, eu não sei dizer com certeza pois sou apenas cliente, não acompanho os planos que eles adotam (eles mudam com o tempo). O que sei dizer é que atualmente pago R$ 6,90 e nada mais para investir em renda fixa (LCI, LCA, etc). Eu recomendo que o melhor mesmo seria conversar com eles e tirar dúvidas sobre os planos que eles oferecem. Veja também outras corretoras, eu não acompanho o trabalho de todas as corretoras, mas quando optei pela XP eu pesquisei as outras. Por isto eu recomendo que você faça o mesmo, pesquise as outras, converse com o atendimento delas, faça uma pesquisa. Não contrate a XP só porque uso a XP neste momento.

  24. Luis 4 de novembro de 2014 at 18:27 - Reply

    Leandro,

    Boa noite !

    Fiquei atônito com a explicação dos títulos de capitalização…

    Na minha humilde opinião, acredito que os bancos deveriam ser proibidos de enganar os menos instruídos (de fato, a maior parte da sociedade), pois se o rendimento é negativo, como eles podem vender? E pior: o título chama-se “capitalização” !! Ou seja, capitalizar é “incorporar juros ao capital aplicado” o que é contrário ao que realmente acontece.

    Ainda bem que podemos estudar !

    Abraços e até !!

    • Leandro Ávila 4 de novembro de 2014 at 23:48 - Reply

      Oi Luis. Por isto que as vezes as perguntas me perguntam: “Leandro, eu sou leigo. Não sei nada sobre investimento. Por isto eu quero perguntar para você onde investir”. Ai eu respondo: “Comece investindo na sua educação financeira, pois desta forma esta será a última vez que você perguntará para um terceiro, onde investir o seu próprio dinheiro.” Na prática ser leigo, no mundo das finanças, é uma situação de risco. Quando você entra no banco e diz para o gerente que é leigo, você está se expondo ao risco. Este problema pode ser resolvido com educação.

  25. José Augusto 16 de novembro de 2014 at 20:57 - Reply

    Olá…O BB oferece LCI a 80% do CDI…Não é uma boa taxa neh???…vc recomenda alguma corretora e banco???….abc

    • Leandro Ávila 18 de novembro de 2014 at 0:18 - Reply

      Olá José, publiquei uma planilha que ajuda a fazer estas comparações, veja aqui. Nas corretoras que trabalham com LCI e LCA você encontra taxas bem maiores de bancos menores.

  26. Marisa 28 de novembro de 2014 at 20:47 - Reply

    Olá, Leandro.
    Parabéns pelo site, que venho acompanhando e considero bem explicativo.

    Pretendo ampliar meus investimentos em renda fixa e depois de pesquisar as principais diferenças entre corretoras que oferecem boa diversidade de títulos, decidi abrir conta na XP.

    Antes, contudo, gostaria de confirmar meu entendimento sobre o resgate dos rendimentos no vencimento de uma aplicação: para transferir o valor para sua conta bancária o cliente XP paga pelo TED (R$ 8,90), é isso mesmo ?

    Um abraço e, desde já, obrigada.

    • Leandro Ávila 29 de novembro de 2014 at 10:55 - Reply

      Olá Marisa, é o que consta no site deles. Você deve considerar estes custos antes de investir.

  27. josé 4 de dezembro de 2014 at 11:03 - Reply

    Leandro bom dia
    após estudar bastante com seus artigos e outras formas de estudo, tomei coragem (rs) e resolvi ampliar o leque e sair do habitual poupança+previdência privada, mas como iniciante que sou, ainda um investimento conservador… e resolvi procurar um banco para inventir em lci. Procurei um grande banco, por ser o que já tenho conta … e o percentual de cdi conseguido foi de 84 % (30 mil em 1 ano) … e ai esbarrei num valor que acabei me decepcionando porque em todos os seus artigos que li o cálculo era de no mínimo 85%. E agora ?! o que faço … procuro aqueles bancos menores, mas com “maiores” riscos (apesar do fgc) ou junto a praticidade e a segurança de um investimento no meu próprio banco … p.s. já li também o artigo que não se deve pedir auxilio aos investidores…rs
    obrigado e parabéns pelo ótimo trabalho !

    • Leandro Ávila 4 de dezembro de 2014 at 12:30 - Reply

      Olá José. Aqui existe uma planilha que permite comparar a rentabilidade da LCI. Com ela você pode perceber a diferença entre uma LCI que paga 84% do CDI e uma LCI que paga 90% do CDI e com isto pode avaliar se para você compensa correr o risco de investir em bancos menores. Mesmo investindo em LCI que paga 84% do CDI a sua rentabilidade será maior que a poupança com base nos juros que são praticados hoje.

  28. Eric 11 de dezembro de 2014 at 15:28 - Reply

    Primeiramente, gostaria de dar os parabéns pelo site.O Sr. realmente tem uma didática de fácil compreensão para quem não é familiarizado com os mundo financeiro. Tenho aprendido muito ao ler seus artigos.

    Gostaria de tirar uma dúvida, se possível: Quando o sr. diz que a rentabilidade da LCI / LCA é um percentual do CDI e esse valor é divulgado no site http://www.cetip.com.br, vejo que o valor encontrado lá é de 11,57%, entendo que esse é um valor anualizado. Já o índice dos últimos 12 meses é de 10,71%. Qual índice devo levar em conta para efetuar o cálculo da minha rentabilidade ?

    Obrigado pela atenção e mais uma vez parabéns pelo excelente site que tanto nos ajuda !

    • Leandro Ávila 13 de dezembro de 2014 at 10:50 - Reply

      Olá Eric. No momento em que respondo seu comentário a Taxa DI (CDI) está em 11,59% ao ano. Isto mostra que a Taxa DI não é uma taxa fixa, ela pode mudar de um dia para o outro. O seu dinheiro na LCI/LCA será remunerado diariamente e para isto vão transformar estes 11,59% em uma taxa diária equivalente a 11,59% ao ano. Se no dia seguinte a taxa cair para 11,57% a remuneração daquele dia será uma taxa diária equivalente a uma taxa anual de 11,57%. Desta forma, você só saberá a rentabilidade do seu investimento no final do ano, pois durante todo ano o CDI vai subir e descer muitas vezes. É por este motivo que LCI e LCA é classificado como um investimento pós-fixado e não prefixado. A rentabilidade final você só saberá no final do investimento. É exatamente como a poupança. Você nunca saberá quanto irá render a poupança no próximo mês ou durante o ano.

      • Oswaldo Romano 23 de dezembro de 2014 at 12:29 - Reply

        Leandro..
        minha dúvida é a mesma do colega acima.
        Em qual o critério então nos basearemos para efetuar uma aplicão?
        Parece mais uma aposta, desculpe a ignorância..
        Tento entender ainda algumas das formas de investimentos, mas em algumas fico patinando.
        Se invisto em pós-fixado, arrisco que se no futuro as taxas subirem, terei lucro acima do DI.
        Se invisto no pré-fixado, arrisco que se no futuro as taxas cairem, terei lucro acima do DI..
        O inverso para o prejuizo nos 2 casos…
        neste quadro vemos que a evolução do Di acumulado em 2014..como citou-se acima.
        http://portaldefinancas.com/framecdi.htm

        • Leandro Ávila 23 de dezembro de 2014 at 13:43 - Reply

          Oi Oswaldo. No momento de investir você precisa fazer escolhas. Se existisse um único investimento perfeito todo mundo colocaria o dinheiro que possui neste investimento perfeito. (já falei sobre os investimentos perfeitos aqui). Por isto você precisa fazer escolhas e quando você escolhe uma opção sempre está deixando todas as outras opções de fora. Para evitar este conflito existe a estratégia de diversificação que é tratada no livro sobre alocação de ativos. Você precisa criar uma carteira com diversos investimentos. Pode ser que em um determinado momento seus investimentos prefixados estejam com rentabilidade acima do pós-fixado e em outros momentos o inverso irá acontecer. Como você resolveu não fazer apostas, você terá uma rentabilidade intermediária entre o máximo que poderia ter e o mínimo que poderia ter. Dependendo do cenário você pode destinar uma parte maior para o pós e em outros cenários pode destinar mais para o pre. Por isto é importante estudar, acompanhar o mercado, entender como ele funciona para que estas decisões sejam naturais, para que elas possam fazer parte do seu dia a dia.

  29. Eric 15 de dezembro de 2014 at 10:38 - Reply

    Obrigado por esclarecer minha dúvida. Mais uma vez parabéns pelo site e por compartilhar informações tão úteis.

  30. Rafael. 12 de janeiro de 2015 at 14:49 - Reply

    Leandro, boa tarde. As LCI’s e LCA’s deixaram de ser isentas do Imposto de Renda?

    • Leandro Ávila 12 de janeiro de 2015 at 15:05 - Reply

      Oi Rafael. A resposta é: ainda não. Se o governo mudar a regra em 2015 e começar a cobrar IR para LCI e LCA ela só poderá ser cobrada em 2016. Existe o princípio da anterioridade tributária, que estabelece que não pode haver cobrança de imposto no mesmo ano em que a lei foi instituída. Ainda não existe nenhuma confirmação oficial de que o IR será cobrado. O que existem são boatos.

  31. Adolpho 14 de janeiro de 2015 at 19:50 - Reply

    Caro Leandro, investi R$ 93.000,00 em LCI no Banco do Brasil. Em meu extrato bancário há uma referência a “com resgate”. MInha dúvida: Se antes de 02 anos resolver resgatar tudo, perco alguma coisa?

    • Leandro Ávila 15 de janeiro de 2015 at 11:32 - Reply

      Oi Adolpho, eu não tenho investimentos em LCI no Banco do Brasil, não sei informar detalhes sobre o funcionamento do LCI deles. É fundamental que eles forneçam para você todas as regras do investimento antes mesmo de investir. Você pode e deve cobrar estas informações deles. Os bancos possuem uma certa flexibilidade para determinar regras diferentes para as LCIs que emitem. Não é como uma caderneta de Poupança onde as regras do jogo são únicas para cada banco. É possível que 2 investidores do mesmo banco que tenham feito investimentos em LCI em momentos diferentes tenham condições diferentes.

  32. Adolpho 14 de janeiro de 2015 at 20:06 - Reply

    Ainda outra dúvida: Decorridos 02 anos, caso eu não reaplique aquele valor, ele retornará para minha conta corrente, é isto?

  33. Erik 17 de janeiro de 2015 at 12:48 - Reply

    Caro Leandro, parabéns pelo site e os excelentes artigos. Recentemente (há dois dias) migrei da poupança para investir em LCI no meu banco o BB, por impulso e completamente desinformado (confiando no gerente!). Inteirando-me melhor do assunto, principalmente no seu site, percebo que me precipitei, especialmente porque a LCA no BB, conforme os comentários, oferece uma taxa de juros mais vantajosa de 84% do CDI. Daí a pergunta: conforme a sua experiência, ainda seria possível alterar esse investimento de LCI para LCA (mesmo já tendo aderido ao regulamento do banco). Ou precisarei esperar o fim da carência de 60 dias para resgatar o montante e aplica-lo novamente? Um abraço!

    • Leandro Ávila 17 de janeiro de 2015 at 13:42 - Reply

      No momento em que escrevo a taxa DI está 11,57%. 84% deste valor seria 9,718%. Esta taxa supera a poupança. Você precisa consultar o banco sobre quais são as regras para resgate. A experiencia foi proveitosa pois você percebeu que não é bom investir por impulso, investir desinformado e nem confiando só no gerente. De qualquer forma o seu investimento supera a poupança e está em um banco de grande porte, por isto não é tão ruim.

  34. juarez 25 de janeiro de 2015 at 12:55 - Reply

    Gostaria de aplicar r$ 240.000,00 no LCA no BB é bom negócio, todavia com a intenção de retirar os rendimentos mensais. O que você me diz Leandro e obrigado pela gentiliza

    • Leandro Ávila 27 de janeiro de 2015 at 1:21 - Reply

      Oi Juarez. Não invisto em LCA do BB, não seu como funciona as regras para saque. É importante que você verifique se estes saques mensais são possíveis. Nos investimentos de LCI e LCA que faço existe uma data de vencimento onde o valor investido precisa ficar lá até esta data, sem possibilidade de saques.

  35. Jean 30 de janeiro de 2015 at 23:13 - Reply

    Prezado Leandro, boa noite!
    Dar os parabéns pelo artigo é chover no molhado.
    Estou com a seguinte dúvida, vou aplicar uma quantia em LCI de um grande banco e me ofereceram 87,5% do CDI para aplicação de 1 ano.
    Hoje a taxa DI está em 12,08, ou seja, o rendimento que me propuseram é de 10,57% a.a, o que dá aproximadamente 0,88% a.m.
    Digamos que nos próximos 6 meses a economia fique como está e a selic permaneça em 12,25% a.a, com isso a taxa DI tende a permanecer como está. Vamos imaginar uma catástrofe e que nos últimos 6 meses do período que o dinheiro está aplicado a selic caia para 6% a.a. e a taxa DI fique em 5,9% a.a.
    Quando for resgatar a minha aplicação, recebo 6 meses com um rendimento próximo a 0,88% a. m e 6 meses com rendimento próximo a 0,43% a.m ou o rendimento que recebo é baseado no dia que o título será pago?
    Entendeu minha pergunta ou não fui claro na esplanação?
    Obrigado pelo apoio.

    • Leandro Ávila 1 de fevereiro de 2015 at 12:23 - Reply

      Oi Jean. No caso de uma catástrofe na economia os juros tendem a subir. Se a Selic cair para 6% no futuro significa que a nossa economia se recuperou e que se tornou mais vantagem investir em negócios, empresas, ações, imóveis, etc. A rentabilidade da LCI é diária. Seu dinheiro não rende por mês, ele rende por dia. O banco transforma a taxa anual de 12,08% em uma taxa diária usando como base dias úteis. Todo dia útil o seu dinheiro irá render uma taxa diária equivalente a taxa anual que está em vigor naquele dia. Se amanhã os juros caírem, a sua rentabilidade naquele dia será uma taxa diária equivalente aos juros daquele dia em diante. O que passou já passou, o que tinha que render já rendeu nos dias anteriores.

  36. winicius alves 1 de fevereiro de 2015 at 11:45 - Reply

    ola leandro possuo 600000 em lci da caixa gostaria de saber como calculo o juro composto por exemplo se eu permanecesse com esta grana por 10 anos considerando uma taxa media de Di de 12.08.qual seria a taxa real de juros mensal se eu pegasse todo o valor de rendimento liquido no final deste período e dividisse pela quantidade de meses,claro desprezando o fator inflação.

  37. winicius alves 3 de fevereiro de 2015 at 21:46 - Reply

    Ok vou dar uma olhada,parabens pelo artigo e obrigado pela atenção.Abraço

  38. winicius alves 3 de fevereiro de 2015 at 22:01 - Reply

    Vou lhe fazer uma pergunta se for inconveniente ou inapropriada por favor não responda;porem se não lhe perguntaram, talvez seja por acanhamento; então vamos lá.
    Vc confia no calculo elaborado pela caixa quando nos manda o extrato mensal de rentabilidade?
    Estou lhe perguntando pois com essa variação de de selic e consequentemente de Taxa di, ando meio perdido nestes calculos ;quais as garantias de que não estou sendo passado para traz?Grande abraço!!

    • Leandro Ávila 4 de fevereiro de 2015 at 0:28 - Reply

      Oi Winicius. Eu confio pois o sistema financeiro é todo auditado e monitorado. A Caixa cometeria um crime se não seguisse as normas do Banco Central, da CVM e de outras entidades. Não existem só pessoas físicas investindo. Existem grandes fundos de investimento, fundos de pensão e empresas com profissionais muito qualificados que descobririam qualquer falha rapidamente. Calcular a rentabilidade da LCI ou outra aplicação pós-fixada é uma tarefa difícil para o leigo. O cálculo não é tão simples. A rentabilidade é diária, a taxa DI pode subir o cair, recentemente estava 12,08% ao ano, agora quando escrevo este artigo está 12,09%. O Banco transforma esta taxa anual em um taxa diária equivalente a sua taxa anual e capitaliza seu dinheiro nos dias úteis.

  39. winicius alves 5 de fevereiro de 2015 at 21:33 - Reply

    Valeu leandro sua opinião é de grande valia pra nós todos.obrigado!

  40. JFerreira 7 de fevereiro de 2015 at 19:10 - Reply

    Leandro, peguei uma reserva que estava na poupança (300 k) e apliquei em lci de um grande banco… foi a primeira vez que sai da poupança.
    A rentabilidade proposta foi de 86,5% para 6 meses; acompanho diariamente a taxa DI e agora estou vendo o quanto perdi deixando na poupança.
    Gostaria de lhe fazer 2 perguntas:
    1) Essa taxa de 86,5% para 300k durante 6 meses foi boa ou dava pra conseguir mais?
    2)Deixei uma pequena reserva na poupança (20k); Teria outra aplicação com liquides diária e que rende mais que a poupança?
    Um abraço

    • Leandro Ávila 8 de fevereiro de 2015 at 23:21 - Reply

      Oi JFerreira. Os grandes bancos oferecem taxas como esta que você relatou. Bancos menores é que trabalham com taxas maiores justamente por existir um risco maior. A outra aplicação com liquidez diária que pode render mais que a poupança são os fundos de investimento DI e Renda Fixa. O problema é que você precisa verificar e comparar as taxas. Os bancos já divulgam a rentabilidade dos seus fundos descontando a taxa administrativa. Você precisa descontar o IR sobre o rendimento para verificar se existe vantagem.

  41. Nailson 21 de fevereiro de 2015 at 19:51 - Reply

    Gostaria de saber se com o prazo de 2 meses terminado eu preciso resgata o dinheiro na conta ou pode deixa ele la que ira render do mesmo jeito, grato..

    • Leandro Ávila 22 de fevereiro de 2015 at 0:24 - Reply

      Ele vai render até a data de vencimento do título. LCI e LCA possuem uma data limite, como ocorre com títulos públicos. O dinheiro cairá automaticamente na sua conta.

  42. Victor Maia 26 de fevereiro de 2015 at 10:12 - Reply

    Leandro, bom dia.

    Estou com uma dúvida quanto aos juros de LCA e LCI. Li aqui que eles são compostos.

    Darei um exemplo para demonstrar melhor minha dúvida. Suponhamos que hoje (dia 1) eu tenha investido R$1000,00. Amanhã (dia 2), como os juros são diários, suponhamos que eu tenha em minha conta R$1010,00. Os juros que serão depositados em minha conta depois de amanhã (dia 3), farão referência ao montante do dia 1 (R$ 1000,00) ou ao montante do dia 2 (R$ 1010,00)?

    Muito obrigado!

    Victor Maia.

    • Leandro Ávila 27 de fevereiro de 2015 at 14:40 - Reply

      Olá Victor. O banco irá transformar a taxa anual em uma taxa diária (considerando só dias úteis) e vai aplicar esta taxa através de juros compostos todos os dias úteis do ano. Desta forma, diariamente você receberá juros sobre juros.

  43. Victor 27 de fevereiro de 2015 at 20:03 - Reply

    Obrigado pela resposta, Leandro.

    Apenas para confirmar, então seguindo o exemplo da primeira pergunta, o banco, no dia 3, me remuneraria pelo valor que possuo no dia 2, e não no dia 1?

    Eu pergunto isso porque costumo dividir minhas aplicações em diversas LCIs e LCAs.

    Se for deste modo como lhe pergunto, do cálculo ser feito sobre o montante que possuo no dia anterior, e não o montante inicial investido, creio que será mais vantajoso fazer uma única aplicação com todo o valor que possuo.

    Muito obrigado por seu trabalho.

    Um abraço!

    Victor.

    • Leandro Ávila 27 de fevereiro de 2015 at 22:42 - Reply

      Olá Victor. Sim, não é sobre o valor do dia 1. Se fosse assim a LCI e LCA utilizaria juros simples. Estes títulos utilizam juros compostos.

  44. Victor 27 de fevereiro de 2015 at 22:48 - Reply

    Obrigado, Leandro!

    Um abraço!

    Victor Maia.

  45. winicius alves 1 de março de 2015 at 19:14 - Reply

    Ola ! lendo seus artigos sobre investimentos pairaram duas duvidas.Imaginemos um cenário hipotético que em 10 anos a taxa de DI e inflação permanecesse do jeito que esta atualmente; um investimento em LCI 88% do cdi seria mais vantajoso que a compra de títulos do tesouro especificamente ntn-b principal 6.01% +IPCA ( onde o valor e o período das aplicações e/ou compras de títulos fossem iguais)?
    Considerando que eu tenha um valor disponível para investimento a longo prazo(10 anos), hoje estou com este investimento em LCI da cef em 88.16% do cdi se vc estivesse no meu lugar sairia deste investimento para uma ntn-b principal ?Qual seria pra vc o momento de migrar ,existe um valor expresso em porcentagem para os juros reais ao ano( valor liquido obtido em LCI a.a subtraído do IPCA a.a ) que sinalize o momento de investir em ntn-b principal?? obrigado

    • Leandro Ávila 3 de março de 2015 at 16:48 - Reply

      Olá Winicius. São investimentos totalmente diferentes. Eu não conheço LCI com prazo de 10 anos, pessoalmente nunca vi. LCI é um título pós-fixado que acompanha os juros básicos da economia (Selic). É impossível prever como será o futuro dos juros no Brasil. Ele pode subir muito como pode cair muito. Não sabemos se LCI será vantajosa nos próximos 12 meses, imagine nos próximos 10 anos, como você pode ver neste artigo, o governo estuda cobrar IR sobre a LCI. Não sabemos se vão cobrar mesmo, quando vão cobrar e se o governo vai aplicar o imposto sobre investimentos em andamento ou se apenas em novos investimentos em LCI. Já no caso da NTN-B Principal existe a possibilidade de investir no longo prazo já que existem títulos com vencimentos longos. Seu rendimento será a inflação que é impossível de prever + uma taxa de juros fixa que não pode ser modificada no futuro. NTN-B Principal também tem suas vantagens. Se você dedicar um pouco de tempo estudando LCI e depois estudando NTN-B Principal vai perceber que as duas modalidades possuem vantagens e desvantagens e suas características são diferentes. A ideia de tentar descobrir qual é o melhor investimento de todos é falha. O que é bom hoje pode não ser amanhã. Por isto é interessante entender o funcionamento e diversificar.

  46. winicius alves 3 de março de 2015 at 21:11 - Reply

    Ola leandro realmente não existe Lci com prazo de 10 anos eu me expressei mal no caso da comparação de 10 anos de lci seria com resgates e reinvestimentos de 2 em dois anos.Na verdade a duvida é porque as ntn-b principal ,assim como os outros titulos do tesouro, possuem algumas taxas e mais IR no resgate; por isso quis criar um cenário “hipotético” para que os dois fossem comparados.Mais ja estou lendo o livro tesouro direto ,quem entende investe estou gostando muito.Abraço e obrigado pela atenção!!

    • Leandro Ávila 3 de março de 2015 at 22:39 - Reply

      Olá Winicius. Com relação a rentabilidade é comum a situação em que a LCI e LCA conseguem ganhar dos títulos públicos devido ao IR e a cobrança de taxas da corretora e BM&FBovespa, principalmente quando você investe em bancos menores que oferecem taxas acima de 90% do CDI.

  47. winicius alves 4 de março de 2015 at 21:35 - Reply

    obrigado leandro!! terminei de ler o livro que citei acima utilizei os simuladores e tbem cheguei a esta conclusão.Estou muito feliz pois estou realmente aprendendo muito com seus artigos e livros.Mais uma vez muito obrigado por compartilhar seu conhecimento tão generosamente!!!

  48. Fabi 16 de março de 2015 at 10:52 - Reply

    Olá Leandro,
    Em um de seus comentários você fala: “O estrago na economia seria tão grande, que antes desta possibilidade se aproximar o governo (utilizando recursos públicos) certamente iria ajudar estes bancos de grande porte. Isto evitaria uma catástrofe econômica. O mesmo não acontece com os bancos pequenos…” Por esta razão, estou pensando em resgatar minhas aplicações em LCA no BB, pois receio que este já não seja um investimento de baixo risco, dado o cenário da nossa economia, a falta de idoneidade dos nossos governantes e a crise no setor agrícola. Estou considerando investir em um plano de previdência do Santander (um banco sólido, e internacional). O plano que me ofereceram possui taxa de administração de 0,9% a.a. e com performance média de 98,55% do CDI nos últimos 12 meses – com variação de 61% (set/14) a 136,7% (fev/14). Tenho ciência da carência de resgate (60 dias) e custos de carregamento (2%), saída (0% após 24 meses) e IR, mas acho que mais do que rentabilidade, estou buscando a proteção dos meus investimentos. Você acha que estou exagerando? Considerando todos esses custos e rentabilidade que mencionei, você acha que um plano de previdência pode ser uma boa alternativa?
    Abç,

  49. Sige 6 de abril de 2015 at 16:07 - Reply

    Ola Leandro, falta adicionar as contas as taxas de intermediação das corretoras para compra de LCI/LCA que reduzem significativamente a rentabilidade dos titulos dos bancos pequenos, em comparação a compra direta da própria instituição financeira.

    • Leandro Ávila 7 de abril de 2015 at 16:09 - Reply

      Olá Sige. Seria uma boa opção buscar uma corretora que não cobre taxas para LCI e LCA. A corretora que utilizo não cobra taxa.

  50. rafael 12 de maio de 2015 at 15:14 - Reply

    boa tarde,
    Prezado Leandro, o BNDES esta emitindo uma LCA por meio de uma corretora (XP) no valor de 50 mil pagando 93% do CDI que segundo a cetip atual (13,13) renderia 12,21% a.a liquido, já que não incide IR,tendo vencimento em MAI/16. devido a credibilidade do emissor (AAA) e da boa margem do CDI, posso considerar seguro investir um montante desse porte durante esse período?
    é meu primeiro investimento e tenho um certo receio.
    não terei precisão desse dinheiro durante esse prazo.
    poderia me aconselhar?

    • Leandro Ávila 12 de maio de 2015 at 22:33 - Reply

      Olá Rafael, o BNDES é um banco federal como a Caixa Econômica. A nota AAA é a mais elevada. Além disto, LCA é garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos até 250 mil como você pode ver neste artigo aqui.

  51. Guilherme 10 de junho de 2015 at 18:56 - Reply

    Oi Leandro, tenho aprendido muito com seus artigos. Obrigada. Buscando informação sobre renda fixa no site da XP, identifiquei a seguinte informação referente a custo operacional: ” ISS – 2%. Para clientes atendidos na cidade de São Paulo, a alíquota é de 5%.”. Em contato eles, fui informado que esse débito seria feito no momento do resgate sobre o valor total. Você saberia dizer o que entende dessa informação? Obrigada.

    • Leandro Ávila 11 de junho de 2015 at 6:37 - Reply

      Oi Guilherme, é um imposto sobre serviços e é cobrado sobre os valores que eles recebem de você (corretagens) e não sobre o valor investido.

  52. LUIS 10 de julho de 2015 at 4:10 - Reply

    Tenho investimento no BB. Apesar do meu novo gerente me atender muito bem, estou descontente com o grau de engessamento do BB. A única vantagem mesmo é a liquidez diária que permite a você resgatar a qualquer momento emergencial. Todavia, o BB tem a péssima cultura de oferecer o mesmo percentual de rentabilidade (84%) a todos, independentemente do quanto o cliente confia e deposita seus recursos nele. Isso é palhaçada. E é por este engessamento e pelo motivo supracitado acima (FGC 250 mil/instituição/cpf) que paulatinamente, estou migrando meus recursos que extrapolam estes valores FGC a outros bancos que oferecem taxas melhores. No banco do Brasil ficará somente o essencial. Infelizmente, o Banco do Brasil precisa melhorar no que se refere ao investidor e seus valores de investimento. Não recomendo o BB como diversificação. Abri uma conta na Easynvest e estou pensando em outra corretora para diversificar. Com os rankings dos bancos relacionados nestas corretoras é que procuro diminuir os meus risco e, no longo prazo, no meu caso, sem dúvida, alguma, é tesouro direto. Entrar na bolsa de valores em momento especulativo é virar um neurótico. FICA MINHA NOTA ZERO AO BB, POR TER AGÊNCIA “ESTILO”, E OFERECER O MESMO QUE OFERECE NA AGÊNCIA COMUM. Se a caixa econômica federal criar uma modalidade de liquidez diária com taxas pouco mais atrativas e que contemplem os diversos investidores e seus montantes de investimentos, encerro minha conta no BB. E recomendo aos senhores a reclamar por esta taxa ou levar o dinheiro em outras instituições classificadamente seguras. Quem move o BB são os grandes investidores. Se você é um fuja paulatinamente dele, claro, com precaução e segurança.

    • Leandro Ávila 10 de julho de 2015 at 14:45 - Reply

      Oi Luis. O Banco do Brasil não se importa se uma minoria de seus clientes está migrando recursos para bancos que oferecem rentabilidades maiores. A grande massa de clientes mais leigos continua deixando grande parte dos recursos que possui na caderneta de poupança, continuam comprando títulos de capitalização e péssimos planos de previdência. É isso que interessa a estes bancos de grande porte. Quanto mais leigo, quanto mais desinformado, mais fácil é oferecer produtos ruins e de baixa rentabilidade. Se grande parte da população fosse mais educada para investir o Brasil não teria um número tão pequeno de bancos grandes dominando o mercado. Os bancos pequenos e médios teriam mais clientes e também cresceriam, com isso teríamos muitos bancos brigando para oferecer o melhor serviço e as melhores taxas para os clientes. O que existe no Brasil são meia dúzia de bancos que contratam 90% do mercado. Eles cobram juros elevados de quem precisa de dinheiro e pagam juros bem menores para quem investe. Vai continuar assim enquanto a população não buscar a educação sobre finanças e investimentos.

  53. tulio lopes 12 de julho de 2015 at 17:47 - Reply

    Leandro, sou advogado e insvesti no LCI da CEF, contudo a gerente afirmou ser obrigatorio abrir uma conta corrente, já que eu tinha apenas poupança no banco, isto está correto?

    Ela também colocou o vencimento para 2017, mas me garantiu que eu posso resgatar o valor total, após a carência de 60 dias, será que ela me enganou?
    Obrigado se responder minba dúvida.

    • Leandro Ávila 13 de julho de 2015 at 12:21 - Reply

      Olá Tulio, para se tornar um investidor é importante aceitar a ideia de que você precisa ter uma conta corrente em algum banco. Muitas vezes vejo pessoas que lutam contra isto e acabam perdendo a oportunidade de ter novas experiências com relação a investimentos. Já faz algum tempo que a carência mínima para LCI deixou de ser 60 dias e passou a ser de 90 dias.

  54. Fabiano 20 de julho de 2015 at 10:46 - Reply

    Duvida;Bom dia Leandro, ex.. eu apliquei um dinheiro na LCI, e quero resgatar antes da data de vencimento, é possível? …

    • Leandro Ávila 20 de julho de 2015 at 17:11 - Reply

      Oi Fabiano. Você precisa entrar em contato com o banco ou com a corretora e perguntar qual é a regra de resgate para esse LCI que você comprou. Existem casos onde eles permitem, em outros dificultam ou não permitem o resgate antes da data de vencimento. O ideal é que você tenha acesso a este tipo de informação antes mesmo de tomar a decisão de investir.

  55. glauber 22 de julho de 2015 at 0:48 - Reply

    Ola Leandro,
    Tenho conta no bb e gostaria de investir em lci, como o bb cobra 80% do cdi não considero boa opção apesar da liquidez de 90 dias…descartei o bb e estou pesquisado corretoras e verifiquei que muitas possuem o tento:

    ” Isenção de IR para pessoa física no rendimento; ganho de capital tributado de acordo com a tabela regressiva de alíquota de IR.” essa tabela é a comumente usada..

    Não consegui entender o texto…porque para mim ganho de capital é igual a diferença dos valores: ((gasto na compra – taxa da corretora) – o valor final) (x-1) que é igual ao valor que rendeu!!!!

    No caso uma parte da frase acima menciona que tem imposto e na outra parte não possuí???

    Desculpe minha ignorância financeira…

    Obrigado,
    Glauber

    • Leandro Ávila 22 de julho de 2015 at 11:32 - Reply

      Oi Glauber. Pessoa física tem isenção de IR (imposto de renda). Já quem não é pessoa física, ou seja, é uma pessoa jurídica (empresa), terá que pagar imposto de renda que será tributado com base em uma tabela regressiva. Ainda não existe cobrança de qualquer tipo de imposto sobre os rendimentos de investimento em LCI para pessoas físicas, somente quem faz o investimento através de uma conta de empresa (dono de uma empresa) é que pagaria imposto.

  56. ROBSON DE OLIVEIRA RIBEIRO 10 de agosto de 2015 at 11:02 - Reply

    Gostaria de saber se o rendimento do LCI é o mesmo do LCA, e se devo aplicar nos dois ou não faz diferença se aplicar somente no LCI.

    • Leandro Ávila 10 de agosto de 2015 at 20:58 - Reply

      Oi Robson, cada banco oferece taxas diferentes para LCI e LCA. Elas são percentuais da taxa DI que é divulgada no site http://www.cetip.com.br. Exemplo: Se o banco está oferecendo LCI que paga 90% do CDI isto significa que ele pagará 80% da taxa DI que está divulgada na primeira página do http://www.cetip.com.br

  57. Luiz Cláudio 10 de agosto de 2015 at 11:33 - Reply

    Olá Leandro, estou muito satisfeito em participar desse grupo, tem me ajudado muito.
    Investi em LCI do Banco do Brasil, com rendimento de 80% do CDI, vencimento em outubro de 2016. Se eu resgatar esse valor antes do vencimento, outubro de 2016, poderei perder parte desse rendimento?
    Um abraço, obrigado.

    • Leandro Ávila 10 de agosto de 2015 at 20:56 - Reply

      Oi Luiz, consulte o banco para verificar qual é a carência, ou seja, quando você terá liquidez diária.

  58. marli 26 de agosto de 2015 at 11:49 - Reply

    Bom dia, comecei a ver a sua matéria sobre investimento, tenho um pouco de dinheiro que angariei para a ajudar a minha aposentadoria (que é uma miséria) como preciso melhorar a minha renda gostaria de uma indicação sua. Achei muito interessante o seu conhecimento sobre esta matéria que ao meu ver é muito importante para pessoas leigas como eu. Obrigada

    • Leandro Ávila 29 de agosto de 2015 at 10:59 - Reply

      Marli, eu recomendo começar do começo. Aceitar a ideia de que é necessário dedicar algum tempo aprendendo mais sobre as diversas modalidades de investimento que existem, de tal forma que você tenha autonomia para tomar decisões sobre o que fazer com o seu dinheiro sem depender da opinião dos outros.

Leave A Comment

Compartilhe com um amigo