Com o simulador Tesouro Selic x CDB pós-fixado será possível estudar e comparar esses dois investimentos através da rentabilidade bruta, rentabilidade líquida, rendimentos, impostos, taxas, lucro líquido e prêmio de risco. Para entender como o simulador funciona leia o artigo que está abaixo dele. Caso queira apenas fazer comparações simplificadas de taxas, veja o comparador de taxas do Tesouro Selic e CDB pós-fixado.

O Tesouro Selic é um título público oferecido pela B3 em parceria com o Tesouro Nacional através de um serviço online de venda de títulos públicos chamado Tesouro Direto. É possível investir nesses títulos por meio de corretoras e bancos.

Já o CDB pós-fixado é um tipo de título privado emitido por bancos e que tem sua rentabilidade muito próxima da oferecida pelo Tesouro Selic, já que ela é apresentada por percentuais do CDI (Taxa DI) que por sua vez tem valor próximo da taxa Selic diária.

Através do simulador você poderá estudar o impacto da cobrança de taxas que afetam a rentabilidade do Tesouro Selic e do percentual do CDI que os bancos oferecem. Prazos e imposto de renda também podem afetar a rentabilidade desses dois investimentos. Veja como preencher o simulador.

Como usar o simulador

No campo “Valor do Investimento” você deve informar quanto pretende investir. No simulador já temos um valor preenchido como exemplo. Você pode editar todos os campos amarelos.

No campo “Data do Investimento” você deve informar quando o investimento será feito. Informe uma dia útil.

No campo “Data do fim do investimento” você deve preencher com a data que pretende simular a venda do título público e do CDB. Se você pretende vender o título público na sua data de vencimento, coloque a mesma data de vencimento do título.

No campo “Data de Vencimento” você pode adotar a data de vencimento do título Tesouro Selic que você escolheu simular. Você pode observar o vencimento dos títulos visitando aqui.

No campo “Taxa DI (CDI)” você deve informar o CDI médio que você espera para o período ou a taxa DI atual. Você encontrará essa taxa na parte superior do site da B3, veja aqui.  Veja um exemplo:

No campo “Percentual do CDI” você deve informar qual percentual do CDI é oferecido pelo banco emissor do CDB que você pretende simular. Normalmente os bancos informam que a rentabilidade do CDB será igual a “X% do CDI”. Exemplo: “90% do CDI”, “95% do CDI” ou “100% do CDI”.

No campo “Taxa Selic” informe qual será a Selic diária média que você espera receber entre o investimento e o vencimento. É importante compreender que os dois investimentos são pós-fixados. Não temos como saber com absoluta certeza quais serão as taxas de juros pagas no Tesouro Selic e CDBs Pós-fixados até o vencimento, já que essas taxas sofrem a influência de decisões do Banco Central sobre a taxa Selic.

O Banco Central divulga todas as semanas uma pesquisa chamada Focus onde ele pergunta o que os economistas de mais de 100 instituições financeiras esperam de indicadores como a meta da Taxa Selic e outras variáveis da economia nos próximos anos. Você pode acessar essa pesquisa aqui. Basta baixar o arquivo PDF e localizar os dados como mostra o exemplo:

Veja que no exemplo acima temos as expectativas para a Taxa Selic em diversos anos. O ideal é que você faça simulações mais pessimistas ou otimistas com relação a essas taxas podendo considerar as expectativas demonstradas pelo mercado na pesquisa Focus. Você pode observar a taxa Selic diária, que está vigorando atualmente, nessa página aqui na coluna “Taxa (% a.a.).

No campo “Taxa de Compra do Tesouro Selic” você deve informar a taxa que será fornecida pelo Tesouro Direto nesse endereço aqui na coluna “Rentabilidade Anual”. Exemplo: se estiver escrito “SELIC + 0,03%”, vamos usar o número 0,03%.

No campo “Taxa de Venda do Tesouro Selic” você deve digitar a taxa que aparece na coluna “Rentabilidade anual” que você encontrará na tabela que será exibida quando você clicar na “aba” chamada “RESGATAR” como mostra a figura acima.

No campo “Taxa corretora” você deve informar se a sua corretora cobra taxa para investimentos em títulos públicos. São raros os bancos e corretoras que cobram essa taxa nos dias de hoje.

No campo “Taxa B3” você deve informar a taxa cobrada pela B3 para investimentos em títulos públicos. Atualmente ela é de 0,25%. Se ocorrer alguma mudança ela será divulgada aqui recebendo o nome de “Taxa de Custódia”.

Agora veremos o que significa cada resultado.

Total Bruto: aqui temos o valor total que iremos receber na data de vencimento incluindo juros e o valor investido, mas sem descontar impostos e taxas (por isso é bruto).

Custo com Imposto de Renda: neste campo temos o valor pago na forma de imposto de renda com base no prazo entre o início e o fim do investimento. Observe na tabela logo abaixo que dependendo dos “Dias corridos” entre o início e o fim do investimento teremos uma alíquota de imposto de renda diferente.

Custos com Tarifas da B3: aqui temos os custos com o pagamento da taxa de custódia de 0,25% cobrada pela B3 de todos que investem em títulos públicos.

Total Líquido (sem impostos e tarifas): nesse campo temos o total que você receberá já com impostos e tarifas descontadas.

Lucro líquido: neste campo temos o lucro que você terá realizando esses investimentos, ou seja, é a diferença entre o que você investiu inicialmente e o que você receberá no final do investimento.

Rentabilidade anual líquida: mostra qual rentabilidade você teve, já com os impostos e taxas descontados, equivalente a 1 ano de investimentos. No exemplo o Tesouro Selic rendeu 2,20% ao ano e o CDB pós-fixado rendeu 2,47%.

Rentabilidade total líquida: mostra a rentabilidade que você recebeu na entre a data do investimento e a data do fim do investimento. É o total de todos os juros recebidos já com impostos e taxas descontadas. No exemplo tivemos 4,43% de rentabilidade no Tesouro Selic e 4,99% no CDB pós-fixado.

Percentual líquido do CDI: sabemos que neste exemplo o valor de 2,90% digitado no campo “Taxa DI (CDI) representa 100% do CDI. Se a rentabilidade líquida anual do Tesouro Selic foi de 2,20% podemos entender que isso representa 75,7% do CDI e que os 2,47% do CDB representam 88,08% do CDI.

Prêmio pelo risco – total: considerando que o Tesouro Selic é o investimento de menor risco da renda fixa, a diferença entre a rentabilidade total líquida (%) e o lucro líquido (R$) entre o Tesouro Selic e o CDB pós-fixado pode ser entendido como prêmio pelo risco. Se o valor for positivo, o CDB está oferecendo um prêmio. No exemplo o prêmio foi de 0,24% pontos percentuais a mais (rentabilidade total líquida do CDB menos a rentabilidade total líquida do Tesouro Selic) e de R$ 48,49 a mais (que é o lucro líquido do CDB menos o lucro líquido do Tesouro Selic). Se o resultado for negativo, você não estará recebendo qualquer prêmio pelo risco de escolher o CDB e provavelmente o investimento no Tesouro Selic será mais vantajoso.

Baixar a planilha

Você pode baixar a planilha que utilizei para desenvolver esse simulador (TesouroSelicxCDBpos.xlsx), juntamente com dezenas de outras planilhas e simuladores, adquirindo hoje mesmo o livro Como Investir em Títulos Públicos ou o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA.

Esse artigo foi útil?