Recebi uma mensagem de um jovem querendo saber o que ele deveria fazer para ficar rico rápido. Ele deixou claro que não queria só ficar rico. Ele queria ficar rico rapidamente.

Você provavelmente já deve ter pensado sobre isto, principalmente durante sua juventude. Quando somos jovens temos muito tempo, muita motivação e pouco dinheiro. Quando iniciamos nossa vida profissional passamos a ter pouco tempo, algum dinheiro e muita motivação. Quando as pessoas atingem o sucesso profissional não possuem mais tempo livre, estão cheias de dinheiro e pouca motivação para continuar.

Uma vida com qualidade depende de um equilíbrio entre estes recursos: tempo x dinheiro x motivação. O desequilíbrio nos produz insegurança, insatisfação e descontentamento com a vida que levamos. Muitas vezes sentimos um vazio.

De nada adianta ter muito dinheiro se você não tem nenhum tempo livre. Também não é nada animador para um jovem ter muito tempo livre e nenhum dinheiro.

Se enriquecer financeiramente é um dos seus objetivos, você precisa refletir sobre duas questões que vão interferir no quanto de tempo você precisa para atingir este objetivo:

A primeira questão é descobrir o que é ser rico para você.

O que você entende por sucesso financeiro costuma ser diferente do que o outro entende. Para uns, sucesso financeiro significa ter dinheiro suficiente para manter o padrão de vida que já possui, sem precisar contar moedas, sem precisar fazer dívidas, sem precisar trabalhar tanto e viver sempre na escassez de tempo e dinheiro.

Para outras pessoas o sucesso financeiro significa elevar o padrão de vida e de consumo para níveis máximos trocando o carro por um helicóptero, a casa por uma mansão, a viagem de avião por uma viagem de jatinho particular.

Quanto mais sofisticado for o padrão de vida que você escolheu para você, maior será o sacrifício para obter o sucesso financeiro que seja suficiente para bancar esse padrão.

Uma revisão sobre o padrão de consumo que você gostaria de ter para se sentir satisfeito seria um bom início.

A segunda questão poderá ser compreendida com facilidade através desta história que recebi por e-mail recentemente:

Uma pessoa estava caminhando em uma pequena estrada de terra no meio de um grande vale. Na margem do caminho havia um monge meditando sobre uma pedra. Ao se aproximar a pessoa disse para o monge: “Bom dia senhor. Quanto tempo vou levar para chegar no topo daquela montanha?”

O monge ouviu, olhou a montanha e nada respondeu. A pessoa perguntou novamente e o monge ignorou. A pessoa começou a suspeitar que o monge era surdo. Depois da terceira tentativa ela desistiu de perguntar e continuou caminhando. Alguns minutos depois o monge gritou. “Sete dias!!!”

A pessoa estranhou e retornou até o monge para fazer outra pergunta: “Senhor, fiz a pergunta três vezes e o senhor me ignorou. Por que o senhor esperou eu ir embora para gritar a resposta?”

O monge olhou para a pessoa e disse: “Para responder sua pergunta eu precisava saber o quão determinado estava e o quão rápido você estava caminhando”.

Perceba que o tempo necessário para atingir seus objetivos depende da sua motivação e das ações que você realizará. Por isto, a resposta sobre quanto tempo é necessário para se conquistar o sucesso (em qualquer área, incluindo a financeira) depende basicamente de três coisas:

  1. O que é sucesso para você?
  2. Onde você está agora e para onde precisa ir para atingir este sucesso?
  3. Qual a força da sua motivação e o que está fazendo para atingir seus objetivos?

Você consegue perceber o peso da sua responsabilidade sobre tudo que acontece na sua vida?

Querer não é poder quando você não planeja e não executa o que foi planejado. Na maioria das vezes as pessoas não traçam objetivos e metas profissionais e financeiros. Quando possuem metas e objetivos não traçam uma estratégia.

Querer não é poder. Quem pôde, quis antes de poder só depois de poder. Quem quer nunca há-de poder, porque se perde em querer. Autor: Fernando Pessoa

Se a pessoa vai levar 7 dias ou 7 anos para atingir o topo da montanha depende do que vem de dentro dela, ou seja, da sua força de vontade para realizar as ações necessárias para se atingir o objetivo.

Se você já fez uma dieta sabe que a dificuldade não está em saber quais atividades físicas devem ser realizadas e que mudanças alimentares você precisa fazer. O conhecimento sobre as ações que devem ser realizadas é fácil de obter e de entender. O que vai te levar a um peso saudável é a sua motivação que está dentro da sua mente. O mesmo ocorre na sua vida financeira.

Por isto desenvolver sua inteligência emocional é tão importante quanto aprender como investir, como obter o máximo de rentabilidade ou como ganhar mais dinheiro. Estes últimos vão determinar a sua velocidade. Quem aprende mais sobre ganhar mais dinheiro, poupar mais dinheiro e investir melhor está trabalhando a velocidade da caminhada até a montanha (é o lado racional da questão).

Você precisa desenvolver a sua força de vontade (aquela energia que te move a fazer o que precisa ser feito e não aquilo que te dá mais prazer). Comer menos ou poupar dinheiro não é nada agradável, já que você está indo contra a sua natureza que pede o consumo imediato de todas as calorias possíveis e a coleta e posse imediata de todos os bens que o seu dinheiro pode comprar. Evoluímos socialmente e tecnologicamente, mas continuamos sendo seres coletores e armazenadores de calorias.

Para que você aprenda novas coisas, para que você desenvolva novas habilidades e melhore a qualidade e a produtividade do que você faz (tudo isso resulta em sucesso financeiro) é necessário que você trabalhe as forças que te motivam a agir.

Eu pessoalmente acredito que o sucesso depende de três vertentes básicas:

  1. O que você faz com seu Tempo
  2. O que você faz com seu Dinheiro
  3. O que você faz com sua Motivação

Tempo: Você precisa transformar seu tempo em dinheiro de forma mais inteligente. Precisa perceber que ser mais produtivo pode abrir um mundo de oportunidades profissionais e financeiras na sua vida. Ser produtivo significa fazer mais e melhor gastando o mesmo tempo que os outros gastam para fazer pouco e mal feito. Ser mais produtivo já seria suficiente para crescer dentro da maioria das empresas (se a empresa onde você trabalha não reconhece os mais produtivos, caia fora). Profissões que permitem ganhos com base na produtividade (e não só pelo salário fixo) oferecem maiores oportunidades para aqueles que querem se esforçar mais para ganhar mais. O mesmo ocorre com aqueles que trocam o emprego por um empreendimento. Quando você possui sua empresa, sente-se motivado para trabalhar mais, já que os ganhos adicionais vão direto para o seu bolso. Você ainda pode delegar tarefas e liberar seu tempo para fazer aquilo que realmente é importante para o crescimento da empresa. O problema que ocorre é que a maioria das pessoas preferem ter um emprego do que gerar empregos. A maioria prefere vender tempo por salário fixo do que ganhar com base no quanto produz. Muitos jovens brasileiros saem das universidades sonhando com um emprego público, enquanto em outros países os jovens sonham em obter sucesso financeiro fundando empresas que um dia serão grandes. (Veja a história do homem mais rico da Ásia).

Dinheiro: Depois que o dinheiro está no seu bolso você precisa aprender a lidar com ele corretamente. Aqui entra todo o conhecimento de educação financeira que ajuda a consumir de forma consciente e inteligente para que você possa poupar mais dinheiro com o objetivo de investir (ganhando juros) e com isto poder realizar seus sonhos de consumo sem precisar pagar juros para os outros. Usando seu dinheiro com inteligência, você vai gastar menos tempo da sua vida correndo através do dinheiro. Vai tirar o máximo benefício do dinheiro que ganha para manter o padrão e a qualidade de vida que você sonha ter.

Motivação: Aqui é a base de tudo. A motivação é  o impulso interno que leva à ação. Existem muitos  que estudam por que seres humanos em determinadas situações específicas escolhem, iniciam e mantém determinadas ações. Tudo que você quer, você pode, desde que, você esteja motivado para isto. Você pode ser motivado por alguém ou pode se automotivar. Quanto você está motivado direciona o seu pensamento, a sua atenção, e suas ações para um objetivo que você enxerga com algo positivo.

Você já parou para refletir que as pessoas mais poderosas que a humanidade já conheceu possuíam todo o seu poder concentrado em um só atributo que é a capacidade de motivar pessoas? A força de vontade humana é a maior de todas as forças.

Uma pessoa desequilibrada que domina o poder da motivação é capaz de motivar milhares ou até milhões de pessoas a cometerem barbáries, como ocorreu na última grande guerra mundial ou como ocorre hoje entre fundamentalistas religiosos na África e Oriente Médio.

Não precisamos ir tão longe para entender o poder da motivação. Quando você liga a televisão, sempre existem pessoas nas novelas, nos jornais, nos comerciais te motivando a fazer alguma coisa. Uma notícia te motiva a consumir menos água. Um político te motiva a votar nele. Um comercial te motiva a comprar um determinado produto.

Sempre existem pessoas querendo te motivar a fazer aquilo que elas querem que você faça. Algumas vezes são coisas para o seu próprio bem, às vezes só produz o bem de quem motiva e não do motivado.

Como fica quando você gostaria de ter motivação para fazer aquilo que só beneficia você mesmo? Você já sabe quais são suas metas e objetivos (sabe o que quer da vida). Você já tem um plano, você elaborou uma estratégia que precisa ser colocada em prática para atingir o que você deseja. Só que agora está faltando a força de vontade necessária. Aqui vemos como é importante a automotivação, ou seja, conseguir motivar-se sozinho.

Não adianta muito esperar que as pessoas te motivem a fazer aquilo que você acha melhor para sua vida, as pessoas estão mais preocupadas em te motivar a fazer aquilo que beneficiam a vida delas.

Dica do dia - Poder e a Ignorância:

O economista e escritor John Kenneth Galbraith um dia escreveu, "Dinheiro é o combustível da sociedade industrial, mas, na sociedade da informática, o combustível, o poder, é o conhecimento." Atualmente as pessoas se dividem entre duas classes. As bem informadas e as que estão na ignorância. O poder não está somente no dinheiro, ou na terra, nos meios de produção, mas no conhecimento. O que há de notável é que a chave deste poder, hoje, é acessível a todos nós. Livros, cursos, treinamentos, artigos gratuitos, vídeos, estão por todas as partes esperando alguém motivado a assumir o poder que o conhecimento é capaz de proporcionar. Aqui no Clube dos Poupadores você tem muito conhecimento (poder e riqueza) disponível gratuitamente. Através dos meus livros (clique aqui) você pode acelerar seu aprendizado.