Simulador LFT Tesouro Selic: Quanto teria se tivesse investido

Com este simulador você saberá quanto teria se tivesse investido no título público que segue a taxa Selic. Este título se chama LFT ou Tesouro Selic.

A simulação é feita com base na calculadora do Banco Central que permite fazer a correção de valores com base na Selic passada, de 1986 até os dias de hoje. O resultado será equivalente a um investimento que teve rentabilidade igual a 100% do Taxa Selic. Leia as orientações logo abaixo antes de simular:

Clique para corrigir pela taxa Selic

 

Simulando Investimento em LFT (Tesouro Selic)

Vamos imaginar que em 01/01/2004 você investiu R$ 10.000,00 em LFT rendendo 100% da SELIC. Use o formulário acima. Preencha a data inicial com 01/01/2004 e a data final com 01/01/2014. Preencha o valor investido e clique no botão “corrigir valor”. O resultado seria R$ 31.695,82.

Significa dizer que você teria ganhado R$ 21.695,82 (216,95% de juros) entre 2004 e 2014 se tivesse investido R$ 10 mil por 10 anos em um investimento como o título LFT se este título estivesse rendendo igual a Taxa Selic. Compare com quanto teria se tivesse investido na poupança e depois compare com o quanto teria se tivesse investido em títulos que seguem a Taxa DI (CDI) com LCI, LCA e CDB. Estas são simulações com dados do passado. Para fazer simulações de quanto teria no futuro visite aqui.

Você deve considerar que não existe LFT com prazo de 10 anos (como no exemplo acima). Para investir em LFT por 10 anos seria necessário reinvestir sempre que o título chegasse no vencimento. Para saber como investir em LFT visite aqui.

Você também precisa considerar que títulos públicos não são isentos de imposto de renda. O IR é retido no vencimento do título ou quando você faz a venda antecipada. A tabela regressiva abaixo mostra que sempre será mais vantajoso manter o investimento por mais de 2 anos para pagar 15% de IR sobre os juros recebidos.

Para saber mais sobre como investir em títulos públicos leia todos os artigos que já escrevi sobre Tesouro Direto.

By |16/12/2014|Categories: Ferramentas|19 Comments

About the Author:

Leandro Ávila é administrador de empresas, educador independente especializado em Educação Financeira. Além de editor do Clube dos Poupadores é autor dos livros: Reeducação Financeira, Investidor Consciente, Investimentos que rendem mais, e livros sobre Como comprar e investir em imóveis.

19 Comments

  1. Antonio Jaime 16 de dezembro de 2014 at 16:08 - Reply

    Prezado Leandro,
    Experimentei o simulador do Bacen acima. O valor de 42,689,73 foi aplicado em 31/05/2013 em LFT com vencimento em março de 2017.
    A data inicial foi a mencionada acima e a final, a de hoje, 16/12/2014.

    Meu extrato analítico de hoje no BMFBovespa informou um valor BRUTO de 49.455,70 ao passo
    que o simulador do Bacen indicou valor um pouco maior: 49.574,94.

    Você sabe o porquê da diferença, uma vez que os valores apurados são BRUTOS? (sem nenhuma dedução de custos).

    Obrigado.

    • Leandro Ávila 16 de dezembro de 2014 at 16:51 - Reply

      Oi Antonio, não sei o motivo da diferença, mas podem ser muitas coisas. Você é taxado pela custódia do título (0,30%), existe ainda a cobrança da corretora. No momento da compra a Taxa da LFT precisa ser 0,0% na tabela para que renda igual a Selic.

  2. Antonio Jaime 16 de dezembro de 2014 at 16:14 - Reply

    em tempo: achei que fosse porque meu extrato analítico do Tesouro Direto, apesar de informar data de hoje estivesse computando a data do dia 15/12/14 (um dia antes). Mesmo assim, o simulador ainda deu valor a maior, com pequena redução da diferença!
    Ou seja, a discrepância não se deve também a problema de duferença de data.

  3. Fernando Seco 17 de dezembro de 2014 at 11:34 - Reply

    Boa Tarde. Ja estamos no dia 17/122014.Apesar dos seus comentarios de quase 1m de antecedencia fico em duvida do momento atual.Se e que eu entendi, se os juros futuros pararem de subir ,seria mais interessante as LTN(IPCA), e as NTNBs ,tambem ? Hoje 17/12 qual sera ou seria a mais proveitosa LTNs ou LFTs p/ 2017?Obrigado

    • Leandro Ávila 19 de dezembro de 2014 at 0:24 - Reply

      Olá Fernando, a resposta seria simples se fosse possível prever com 100% de certeza o comportamento dos juros no futuro. No momento em que escrevo este comentário a LTN que vence em 2017 está oferecendo 13,02% de juros e a que vence em 2018 oferece 12,97%. Isto significa que o mercado acredita que até 2017 os juros devem subir até 13% e que em 2018 inicie um ciclo de queda nos juros. Quem investe em LTN hoje acredita neste cenário e investe correndo o risco do cenário não se confirmar. Já na próxima semana a situação pode ser totalmente diferente, os juros da LTN podem subir ou cair dependendo das expectativas. No caso da LFT nada disso é importante já que este título vai seguir a Selic quando ela subir ou cair. Desta forma, investir em títulos prefixados ou que pagam IPCA, sempre será uma aposta de quem investe.

  4. Andréa 21 de dezembro de 2014 at 21:11 - Reply

    Olá Leandro, onde posso obter informações claras sobre LTN e LFT, pois tenho um valor em previdência privada e pelo que venho acompanhando, não está sendo uma boa opção de aposentadoria futura.Quero sair da previdência e poupança.

    Grata,

    Andréa

  5. Ranieri Borba 23 de dezembro de 2014 at 21:16 - Reply

    Olá Leandro, primeiramente parabéns pelo blog, vem me ajudando bastante a escolher os melhores investimentos. Comecei a investir recentemente junto à XP Investimentos, através de um consultor financeiro, o qual me indicou um fundo de investimento chamado “BTG Pactual Yield DI FI Referenciado Crédito Privado” que possui uma taxa de administração de 0,3%, rendendo uma média de 102% do CDI. Este consultor me garantiu que este fundo para um curto prazo rende mais do que o LFT do tesouro direto, tem liquidez diária e é uma das melhores opções a se investir como substituto da poupança. Queria saber de você o que achas sobre este investimento. O consultor está correto no que diz? Um forte abraço!

    • Leandro Ávila 24 de dezembro de 2014 at 1:25 - Reply

      Olá Raineri. A taxa de 0,3% é boa para um fundo. Você deve considerar que os investimentos em fundos são taxados com imposto de renda sobre o rendimento. Existe uma tabela progressiva igual a que é aplicada nos títulos públicos ou em CDB. Nos fundos também existe o efeito do come-cotas, ou seja, o IR é cobrado a cada 6 meses. Se ele esta tendendo 100% do CDI, então esta rendendo bem mais que a poupança, mesmo com o IR e a taxa de 0,3%. Verifiquei que o investimento inicial é de R$ 3.000,00. Dificilmente você encontrará um fundo com taxa de 0,3% em um grande banco investimento apenas R$ 3.000,00 iniciais. Entre os fundos parece ser um bom fundo.

  6. Cleber Ruiz 26 de dezembro de 2014 at 21:19 - Reply

    Olá Leandro boa noite, parabéns pelo seu trabalho. Hoje eu liguei para a gerente de contas do meu banco e fiz o seguinte pedido. Quais são as opções de LCI/LCA disponíveis e quais são as suas características “Investimento Inicial” x %CDI x Carência? Percebi que ela não tinha interesse em me apresentar isto e me devolveu a seguinte pergunta.-Quanto eu gostaria de investir? Novamente eu insisti e falei que ainda não sabia e gostaria de estudar as opções por conta própria para depois responder. Então ela sugeriu uma LCA de R$50.000,00 por 85%CDI e com carência de 30 dias.
    Não satisfeito, com a resposta dela decidi conversar com um “Consultor on-line” do banco. Mesma dificuldade. O tal “consultor” não passou as opções de LCA e LCI disponíveis e ofertou uma unica opção de R$5000,00 por 83%CDI e carência de 4 meses.
    Sobre o ocorrido tenho duas perguntas:
    1. Porque o banco não tem interesse em ofertar as diferentes opções de produto?
    2. De acordo com o que eu li e entendi no seu Blog, LCA nestas condições (85% do CDI e 30 dias de carência) parece ser uma oferta irrecusável. Estou certo?

    • Leandro Ávila 27 de dezembro de 2014 at 21:35 - Reply

      Olá Cleber, bancos do porte do Itaú não tem interesse em vender LCI e LCA para clientes que possuem pouco dinheiro para investir. Eles vão sempre lucrar mais oferecendo planos de previdência privada e fundos de investimento que cobram taxas elevadas. Para os mais leigos eles adoram oferecer títulos de capitalização, que no caso do Itaú se chama PIC. Bancos de menor porte oferecem taxas melhores. Eu desconheço a existência de LCI e LCA com 30 dias de carência. Pelo que sei estes investimentos possuem carência mínima de 60 dias, se você pedir o dinheiro de volta antes deste prazo não vai receber nenhuma remuneração.

  7. Thiago Campos 5 de janeiro de 2015 at 14:00 - Reply

    Olá, Leandro.

    Tenho uma dúvida com relação ao Tesouro Direto. Vamos supor que eu tenha comprado 100 reais da NTNB150850 a uma taxa de de juros de 9,86% ao ano. Depois essa taxa aumentou para 13,12% e eu resolvi comprar mais 200 reais desse mesmo título. É possível vender apenas a parte que está atrelada ao juros de 9,86% a.a. e permanecer com a parte que está com 13,12%a.a.?

    Obrigado!

    • Leandro Ávila 5 de janeiro de 2015 at 16:12 - Reply

      Oi Thiago. Quando você vende o título antecipadamente não importa a qual preço você comprou o título pois você terá que aceitar o preço de mercado, ou seja, o preço que o tesouro está disposto a pagar pelo seu título caso queira vende-lo antecipadamente. Este preço divulgado toda quarta-feira vale para todo título NTNB150850 que você possui não importando a que taxa você comprou. É importante lembrar que o tesouro verifica qual título NTNB que você possui que oferece mais vantagem tributária. Se você comprou NTNB 2050 no mês passado e comprou NTNB 2050 três anos atrás, este título mais antigo pagará 15% de IR.

  8. Aline Beatriz Marth 12 de fevereiro de 2015 at 13:20 - Reply

    Olá!! Muito interessantes essas matérias, mas fiquei na dúvida. Tenho um dinheiro na poupança, pra mim é um valor significativo, que não está rendendo. Gostaria de saber qual opção eu faço, pois vou precisar do dinheiro em três anos. obrigada.

  9. Paulo 12 de fevereiro de 2015 at 23:58 - Reply

    Leandro,a LFT pode perder para a inflação ?

    • Leandro Ávila 3 de março de 2015 at 2:20 - Reply

      Olá Paulo. Isto pode acontecer se o governo decidir manter a taxa Selic próxima da inflação. Não é comum. Em condições normais a Selic oferece juros reais (acima da inflação).

  10. Ana Carolina 20 de maio de 2015 at 15:09 - Reply

    Olá Leandro. Me passaram seu site e olha, está de parabéns. Sou leiga neste assunto de investimentos, li uns artigos e cheguei a conclusão que devo investir em LFT. Meu pensamento é na aposentadoria, naquele dinheiro que pretendo olhar daqui a 25-30 anos. Atualmente trabalho somente com a poupança mas tenho planos de usar o dinheiro na compra de um carro. Vi que posso comprar partes de um título, o qual você recomenda (em vez de guardar 100% do título na poupança e aí comprar), certo? Sobre o IR, hoje não sou obrigada a declarar. Caso compre, precisarei começar a declarar? Mais uma vez parabéns pelo site e pode ter certeza que ganhou mais uma leitora. Obrigada.

    • Leandro Ávila 21 de maio de 2015 at 9:25 - Reply

      Oi Ana, eu recomendo que você dedique tempo estudando o funcionamento dos títulos. Faça pequeno investimento como parte do seu processo de aprendizagem. Estude mais antes de investir. O fato de investir não te obriga a declarar IR caso não seja obrigada por outros fatores.

Leave A Comment

Share this

Compartilhe com um amigo