Pessoas que perguntam para as outras: “onde você acha que devo investir meu dinheiro?” estão correndo um sério risco. Se você está perguntando ou já fez esta pergunta no passado e seguiu o conselho dos outros, pare o que está fazendo. Ou você já está perdendo dinheiro ou está prestes a perder.

A pergunta “Onde investir meu dinheiro?” é um barulho aterrorizante para os ouvidos de um educador financeiro e música celestial para os ouvidos dos gerentes de banco, consultores financeiros, planejadores financeiros, corretores de imóveis, corretores de planos de previdência, vendedores de consórcio, franqueadores, etc, etc, etc.

São muitos os nomes usados pelos profissionais que trabalham dizendo onde as pessoas devem investir dinheiro. Não tenho nada contra estas pessoas. O trabalho delas é muito importante para as empresas que representam.

Sou contra a falta de educação financeira das pessoas que as levam a acreditar que não são capazes de aprender a cuidar do próprio dinheiro. Estão sempre querendo transferir esta responsabilidade para um terceiro por terem medo e acharem que são incapazes de aprender.

O problema em perguntar para um terceiro é que este lucra quando suas recomendações são aceitas e seguidas.

Se você visitar uma imobiliária ou uma incorporadora e perguntar onde investir seu dinheiro, não espere que eles recomendem abrir uma franquia ou investir em títulos públicos. É evidente que para eles os imóveis sempre serão os melhores investimentos, mesmo que para isto você tenha que se endividar por 35 anos.

Não pergunte para o gerente do seu banco qual é o banco que oferece as melhores opções de investimento. É evidente que tudo que existe de melhor está no banco onde ele trabalha, aquele que paga o seu salário e as bonificações, quando este consegue te convencer a investir nos produtos do banco.

Reflita um pouco e perceba que ninguém está disposto a dizer a verdade quando você pergunta. Esconder a verdade parece fazer parte da natureza humana, principalmente quando existem interesses financeiros em jogo. Assista este vídeo de 2 minuto antes de continuar.

O autor do vídeo diz:

O filósofo Blaise Pascal dizia:  “O ser humano seria simplesmente disfarce, mentira e hipocrisia”. Isto significa que nós enganamos os outros e também enganamos a nós mesmos. A verdade é a mentira e a mentira é o que sustenta a vida social. Diante de um surto de verdade mundial (todas as pessoas dizendo a verdade) a vida se tornaria insuportável justamente porque a verdade é insuportável.

Isso não é válido só para a sua vida financeira. Isto também vale para outras áreas da sua vida.

É por isto que fico triste quando alguém me pergunta onde investir. Sei que esta pessoa só faz este tipo de pergunta por sofrer de carências na sua educação financeira.

Muitas vezes recebo mensagens de advogados, médicos, engenheiros, empresários, pessoas que possuem grande conhecimento acadêmico e muita experiência em suas profissões. São pessoas que sabem ganhar dinheiro por serem competentes no seu trabalho. O problema que enfrentam é não saber o que fazer com o próprio dinheiro depois que ele está no bolso.

Recentemente um comercial de um grande banco explorou este problema e apresentou a pior das soluções (perguntar onde investir para um de seus gerentes). Primeiro ele mostra diversas pessoas de idades, profissões e níveis sociais diferentes conversando com outras pessoas sobre onde investir dinheiro. Um sempre tem uma sugestão totalmente diferente da outra. Assista o vídeo que possui 1 minuto:

O vídeo termina com a frase “Quando todo mundo tem algo a dizer, não é bom ter alguém que te escute primeiro?”. Uma voz conclui a propaganda dizendo que você deveria conversar com um dos gerentes do banco pois só eles são capacitados para serem o seu guia quando o assunto é investimentos. Será mesmo?

Se eu pudesse dar um desfecho coerente para este vídeo ele transmitiria a seguinte mensagem:

“Viu o que acontece quando você pergunta para os outros onde investir seu dinheiro? Cada um tem uma opinião diferente. Pare de ouvir o que os outros querem que você faça com seu dinheiro. O melhor e o primeiro investimento que você deve fazer é na sua educação financeira para que você nunca mais precise pedir a opinião dos outros sobre o seu dinheiro.”

Não tenho nada contra este banco é um dos maiores bancos do mundo. Bancos são empresas com fins lucrativos e eles só podem vender os produtos que oferecem se te convencerem que eles possuem as melhores soluções. É para isto que existe a propaganda e o marketing.

Meu objetivo como educador é diferente do objetivo do banco. Meu principal objetivo é te motivar a aprender mais. Qualquer pessoa pode aprender a pescar, só que ninguém pode ser forçado a aprender. Você precisa ser motivado, precisa desejar aprender. Aqui temos uma grande diferença entre educadores financeiros e os outros.

O educador é um motivador, um apontador de caminhos, mas só você pode trilhar os caminhos e abrir as portas.

O educador liberta, te estimula a desenvolver novas habilidade e buscar novos conhecimentos para que você se torne livre e independente nas suas decisões. Isto inclui se autoresponsabilizar pelos sucessos e pelos fracassos destas decisões.

Os outros não querem que você aprenda a investir seu dinheiro. Eles querem continuar sendo os únicos detentores do conhecimento. Eles querem que você fique dependente e sempre pergunte para eles onde investir. Eles querem que você continue se sentindo inseguro e por isto costumam se comunicar de forma difícil. Assim eles vão continuar recomendando os melhores investimentos sem que você seja capaz de questionar e perceber que o melhor para eles nem sempre é o melhor para você.

Perceba que o educador combate a ignorância e os outros se beneficiam dela.

O educador vive de ensinar as pessoas a tomarem decisões por conta própria e os outros vivem tomando as decisões no lugar das pessoas.

Apenas a educação liberta.

Se você tem muito tempo livre, mas não tem dinheiro para investir na sua educação financeira, não se preocupe. Aproveite sua disponibilidade de tempo para aprender através da própria internet. Eu e muitos outros autores independentes escrevem artigos regularmente. No menu horizontal superior desta página existe uma opção chamada “Artigos”. Você encontrará todos os artigos que já escrevi organizados em categorias. No final da página, onde falo sobre este projeto, existe a lista com tudo que já escrevi. Veja aqui.

Se você tem pouco tempo livre e já tem dinheiro para investir, você pode acelerar seu aprendizado através dos livros e cursos online que eu recomendo através desta página aqui. Eu conheço de perto todos estes materiais de educação financeira que recomendo por ter participado (direta ou indiretamente) da sua produção ou da sua divulgação. As livrarias também estão repletas de autores de boa qualidade, infelizmente nem todos são tão independentes, mas com o tempo você vai perceber quem são aqueles preocupados com o leitor e os que estão só ajudando a divulgar os produtos mais lucrativos para bancos e outras instituições.

Com isto você não tem mais desculpa para não saber cuidar do seu próprio dinheiro e nem para perguntar aos outros o que você deveria fazer.

Não pergunte onde investir para um Educador Financeiro. Pergunte o que você precisa aprender para nunca mais precisar fazer este tipo de pergunta para os outros.

Dica - Continue aprendendo:

Os melhores ensinamentos do Clube dos Poupadores deram origem a uma série de livros sobre investimentos e educação financeira. Inicie seu processo de reeducação financeira, torne-se um investidor consciente (ou investidora) e tome as melhores decisões de investimento sem depender da opinião dos outros.  Para saber mais clique aqui.