Neste artigo vou mostrar que a Páscoa é uma boa oportunidade para ensinar educação financeira para seus filhos e iniciá-los no mundo do empreendedorismo. Você também pode incentivar esta iniciativa entre seus amigos e parentes.

O primeiro passo é mostrar para as crianças que os ovos de páscoa não valem o quanto pesam. Se o objetivo é comer chocolate, tanto faz se ele está no formato côncavo (ovo) ou plano (barra). O sabor é o mesmo, o chocolate é exatamente o mesmo. O problema é que esta simples mudança de formato pode tornar o quilo do chocolate 300, 400 ou até 600% mais caro.

Na semana pude ver um pai e seu filho dentro do supermercado. Ele pegou um ovo de 500 gramas vendido por R$ 49,90 e colocou em uma das mãos da criança. Na outra ele colocou 12 barras de chocolate 170 gramas (2 kg de chocolate) que custavam R$ 47,88. A criança mal podia segurar tanto chocolate. Não pude ouvir o que falavam, mas com certeza o pai estava aproveitando a situação para educar o filho. No final o pai colocou o ovo e os chocolates no lugar e a criança escolheu 3 barras de chocolates diferentes e colocou no carrinho.

Próximo desta situação pude ver uma mãe que tentava levantar a filha do chão. A menina esperneava, chorava e gritava por um ovo que era vendido com um brinquedo dentro. A mãe tentando convence-la a comprar outro ovo (mais barato) e a criança estava ali no chão usando todas as técnicas de persuasão infantil. A mãe constrangida com a situação resolveu levar o ovo com o brinquedo. A criança, agora mais mal educada que antes, saiu satisfeita pelo supermercado com o seu ovo recheado com um brinquedo produzido na China que podemos encontrar em lojas de R$ 1,99, mas que fez o ovo custar 600% mais caro.

Isto me fez lembrar de uma campanha que circula nas redes sociais.

O filósofo Pitágoras (500 antes de Cristo) já dizia “Eduque as crianças e não precisará castigar os homens”. Na verdade educação financeira começa dentro de casa. O resultado de pais educados financeiramente são filhos preparados para o futuro. Na prática, as crianças tendem a repetir o comportamento dos pais. Muitas vezes um hábito pode ser transmitido por muitas gerações. Isto significa que uma mudança de comportamento hoje pode interferir até na educação dos seus netos e bisnetos.

Boicote dos ovos nas redes sociais

As empresas já estão preocupadas com as campanhas que as pessoas estão fazendo nas redes sociais, principalmente no Facebook, reclamando dos preços dos ovos de páscoa. Normalmente fazem comparações como estas que coloquei acima. Aquele pai que vi no supermercado, provavelmente foi influenciado por este tipo de campanha educativa que a população faz circular espontaneamente.

Uma grande marca foi obrigada a dar explicações públicas sobre os preços dos ovos. Tudo começou quando quase 50.000 pessoas compartilharam a imagem que compara o ovo Alpino de 500 gramas de R$ 49,99 e uma barra de 170 gramas do mesmo chocolate que custa R$ 2,50. De acordo com a imagem divulgada, multiplicando os valores, o preço justo do ovo deveria ser R$ 7,50. (veja a campanha)

A empresa respondeu que os preços corretos seria R$ 46,19 pelo ovo de 500g e R$ 4,69 pela barra de 170g. Mesmo assim com o preço do ovo é possível comprar quase 10 barras totalizando 1.7kg de chocolate. Segundo nota da empresa (veja aqui) os ovos de Páscoa são mais caros pelos seguintes motivos:

  1. São feitos para para presentear e encantar;
  2. Sua produção e distribuição depende de contratação de mão de obra temporária;
  3. Embalagens especiais e processo manual de embalagem;
  4. Armazenamento e transportes especiais.

O item 1 é o mais importante desta lista. Existe uma ideia de que produtos para presente precisam ser caros. Se o ovo custasse R$ 10,00, provavelmente as pessoas teriam vergonha de comprar um presente de R$ 10,00. Quem recebe presente costumam procurar saber o preço daquilo que estão recebendo. As pessoas usam o preço dos presentes como parâmetro para medir o quanto são queridas.

Quantas vezes você deixou de comprar um presente realmente útil pelo fato de ser barato? Você acabou comprando algo sem muita utilidade e mais caro já que desta forma não correria o risco de ter seu presente julgado pelo preço. Se o seu objetivo for presentear, principalmente um adulto, é provável que você prefira comprar o ovo mais caro.

É graças a este tipo de que muitos produtos importados vendidos no Brasil são muito desejados se vendidos. Estes importados não são caros por terem qualidade superior. O que existe de superior são os impostos de importação e os lucros do importador. Quando o brasileiro viaja para o exterior percebe que os produtos que ele acreditava ser de qualidade, são produtos baratos e comuns em seus países de origem. Não são caros, não são refinados e nem. E isto não vale só para o chocolate, o mesmo processo acontece com outros alimentos, com queijos, vinhos. Também funcionam com roupas, perfumes, bebidas e outros produtos importados. É claro que existem importados com qualidade superior e preços mais elevados, mas na maioria dos casos, esses produtos só são desejados no Brasil por serem vendidos por preços elevados gerando falsa ideia de qualidade. São produtos que muitas vezes acabam se transformando em presentes e mimos.

Como as empresas de chocolate não são bobas e seu principal objetivo é retirar a maior fatia possível da sua renda familiar, eles investem alguns centavos a mais em caixas de papelão bonitas para colocar os ovos e deixam o preço mais elevado para que o ovo se torne um presente valioso. No caso das crianças, ainda compram brinquedos baratos da China para valorizar o quilo do chocolate. Isto fez a Páscoa se tornar mais uma data onde todos são obrigados a comprar presentes e brinquedos. Uma data inicialmente religiosa se transformou em uma data culto ao consumismo.

Empreendedorismo na Páscoa

Uma forma de plástico para ovos de páscoa custa pouco mais de R$ 1,00 nas lojas de artesanato e podem ser utilizadas inúmeras vezes para moldar chocolate derretido. Com duas barras de chocolate de 170g que custam R$ 4,00 cada, você pode produzir um ovo como este da foto. Não existe segredo. Basta quebrar o chocolate e derreter no micro-ondas para depois aplicar nas formas.

Comprando uma barra de 1kg de chocolate que custa menos de R$ 25,00 é possível fazer 2 ovos de 500g que custariam juntos R$ 100,00.  Você pode mostrar para seu filho como é possível ganhar dinheiro empreendendo ou economizar dinheiro fazendo seus próprios ovos.

Para aqueles que são praticamente obrigados a comprar ovos de páscoa para inúmeros membros da família e amigos, fazer seus próprios ovos em casa sai mais barato. É claro que você terá mais trabalho, mas o valor agregado no seu ovo personalizado é maior. O seu amigo ou parente sabe a diferença entre ganhar um ovo qualquer industrializado e ganhar um ovo caseiro feito pessoalmente por você, com dedicação, tempo e carinho.

Você educa seus filhos, ensina empreendedorismo, se diverte, gasta pouco e ainda impressiona seus amigos por presentear com ovos caseiros e feitos por você e seus filhos. Isto sim é algo de real valor.

Páscoa para quem é Cristão

Para as pessoas que seguem alguma religião cristã (católicos, evangélicos, kardecistas, etc) no lugar de presentear com ovos de páscoa, o ideal seria presentear com pão caseiro, da mesma forma que era feito no passado. Compartilhar o pão entre amigos e parentes é uma tradição milenar. Desta forma o alimento mais relacionado com a páscoa cristã é o pão e não ovos de chocolate.

Cristo era de família judaica e por isto comemorava a páscoa todos os anos da mesma forma que os judeus comemoram até os dias de hoje. A chamada Santa Ceia, na verdade é a ceia da páscoa judaica. O principal alimento é um pão feito apenas com farinha, água e sal (sem fermento) que se chama Pão Ázimo. Também é chamado de Pão Asmo, Pão matzo ou Pão Matzá. Nas igrejas católicas a hóstia nada mais é do que o pão judaico tradicional que Cristo consumia na páscoa. Segundo a tradição judaico-cristã, o pão ázimo foi feito pelos israelitas antes da fuga do Antigo Egito, por que não houve tempo para esperar até a massa fermentar. A receita milenar é muito simples e barata. Você pode fazer e até presentear seus amigos contando a história deste pão:

  • Um quilo de farinha de trigo ou integral
  • Meio litro de água fria
  • Meio copo de azeite
  • Sal a gosto

Você deve abrir a massa de forma que fique bem fina e depois basta assar no forno bem quente. Você pode furar a massa para que ela não crie bolhas de ar. O resultado é uma massa fina e crocante. Veja um vídeo com a receita. Por curiosidade, veja como o povo judeu prepara o pão nos dias de hoje assista aqui com a supervisão de rabinos.

Desta forma, se você é cristão pode substituir os ovos de chocolate pelos pães caseiros. Não precisa ser o Pão Asmo. Você pode contar a história do pão para seus amigos e parentes e o significado de compartilhar o pão. Gastando muito pouco você oferecerá um presente repleto de valor e significado estando totalmente ligado com o sentido da páscoa com base na cultura e religião que você segue.

E dependendo do seu grau de desprendimento, você pode comemorar a páscoa compartilhando um pouco do que você tem com os outros. Existem muitas instituições que atendem crianças ou idosos. É uma ótima oportunidade para levar as crianças e promover este tipo de educação que a escola não ensina.

Pesquisa de preços de ovos e chocolates

Negocie com as crianças

Se o objetivo principal do seu filho(a) é o brinquedo faça uma proposta para ele(a). Compre um ovo de páscoa menor e mais barato e invista a diferença dentro de uma loja de brinquedo ou em uma livraria caso goste de livros infantis. Desta forma o seu filho vai perceber que não devemos comprar aquilo que temos vontade sem pensar. Devemos fazer comparações, devemos pesquisar qual será o melhor retorno sobre o investimento, devemos avaliar o custo/benefício de cada dinheiro gasto. Seus filhos vão perceber que é mais vantajoso comprar um ovo ou uma barra de chocolate pagando menos se com a diferença for possível comprar brinquedinhos baratos, livros, revistinhas mais interessantes, em outras lojas. Se ele não deseja comprar nada agora estimule a poupança. Ele pode guardar para gastar depois.

Também acho importante mostrar para a criança que não deve confiar muito nos comerciais da televisão. Mostre que muitas vezes as empresas tentam induzir as crianças a acreditar em certas coisas para literalmente enganar as crianças e tirar dinheiro dos pais. É importante que a criança desenvolva um olhar crítico contra toda campanha publicitária, sobre todas as mensagens que tentam convence-la a comprar alguma coisa. A criança vai levar este ensinamento para toda vida. Hoje ela faz escolhas para comprar um ovo de chocolate, amanhã ela fará escolhas durante a compra de um carro, de uma casa, etc

Você tem alguma outra dica para compartilhar? Use o formulário no final deste artigo. Compartilhe este artigo com seus amigos.

Desejo uma boa Páscoa para todos os meus leitores do Clube dos Poupadores!