Você começou a suspeitar que não existe um método milagroso de investimento, como os muitos que aparecem por todas as partes aqui mesmo na internet. Também começou a perceber que não adianta viver feliz só no presente, fingindo que o futuro não te espera.

Se somente você pode construir o seu futuro e precisa começar do zero ainda hoje, por onde começar? Veja se você se identifica ou se identifica alguém nessa mensagem que recebi por e-mail de um leitor do Clube dos Poupadores:

Acompanho o seu site a um tempo. Na época eu estava fazendo faculdade e tinha o costume de poupar, mas depois que comecei a trabalhar, reparei que fiquei como o resto dos brasileiros, usando o cartão e essas coisas toxicas e perdi esse habito tão importante e inclusive tinha parado de acompanhar o site.​ Mas nos últimos meses, com essa situação do país e da previdência, lembrei do site.​ Queria te perguntar, apesar da enorme quantidade de conteúdo que tem no site Clube dos Poupadores, o que eu devo fazer para recomeçar do zero, para conquista a independência financeira (sou novo ainda e quero aproveitar o tempo que tenho).​ Que livros você me recomenda para começar a ler e aprender para conquistar esse objetivo (eu reparei que você lançou vários sobre diversos temas). Eu queria poder traçar um caminho, uma estratégia para que em médio e longo prazo eu possa começar a ver os frutos desta minha iniciativa.​ Vou iniciar do saldo zero.​ E não quero ficar dependendo do meu gerente bancário e nem dessas empresas de investimento com esses métodos ‘milagrosos’.

Manter o hábito de poupar e investir não é uma tarefa fácil, pois exige persistência, paciência e um objetivo forte que te motive a continuar trilhando esse caminho por muito tempo. Esse motivo forte implica em uma espécie de comprometimento.

O problema é que todas essas coisas estão em falta (persistência, paciência e um motivo forte que resulte em comprometimento). Percebo que as pessoas desistem muito rapidamente e estão sujeitas a se motivarem pelos motivos que os outros impõem, não pelos motivos que elas mesmas definiram. E quando não foi você que definiu o objetivo, movido por motivos próprios, o comprometimento se torna muito frágil.

Essa fragilidade nos desvia do caminho com muita facilidade. Ter um bom motivo, nos coloca novamente no caminho. Outras coisas também nos colocam de volta a pensar nesse caminho.

A situação do país, com tantos exemplos de tragédias ocorridas por um descuido com o planejamento do futuro, também nos coloca novamente no caminho. Reforma da previdência, necessária pela falta de preocupação do país (e seus políticos) com o futuro, também nos coloca novamente no caminho. As consequências duras dos atos passados, os fatos que não podem ser negados, nos jogam com muita brutalidade de volta no caminho.

Mesmo assim, todos os estímulos que você receberá de amigos, parentes e da própria sociedade, através da internet e de outros meios de comunicação, serão no sentido contrário de qualquer plano pessoal de longo prazo para a construção de um futuro melhor, pois tudo que se prega atualmente é imediatismo e baixo comprometimento.

Quando você diz apesar da enorme quantidade de conteúdo que tem no site Clube dos Poupadores, o que eu devo fazer para recomeçar do zero, para conquista a independência financeira (sou novo ainda e quero aproveitar o tempo que tenho) eu entendo e leio essas palavras da seguinte forma: “Leandro, eu sou jovem e por isso quero aproveitar a minha juventude, não quero ler a enorme quantidade de conteúdo que existe no Clube dos Poupadores, mas eu quero saber o que devo fazer para começar do zero”.

É como se algo em você acreditasse que eu tenho alguma fórmula milagrosa não revelada perdida no meio de todo esse conteúdo. Mas no final da mensagem você escreve: Não quero ficar dependendo…  dessas empresas de investimentos com esses métodos milagrosos. Isso mostra que uma parte de você gostaria de um milagre, mas a outra parte já percebeu que o milagre não existe fora de você. O milagre está dentro.

E esse milagre dentro de você  diz que precisa ter paciência, persistência e um bom motivo que se mantenha com a força de vontade necessária para construir um futuro financeiro melhor sem depender de ninguém, mesmo com todos fazendo o contrário. Isso não será rápido.

A vida não é curta

Sim, eu sei que você é um jovem no meio de outros jovens e você sente como se a vida fosse muito curta e tivesse que aproveitar ao máximo antes que tudo acabe.

A verdade é que vida não é curta como os jovens imaginam. Isso não é uma notícia boa para quem nunca pensa no futuro.

Recebo muitas mensagens de homens e mulheres com 40, 50, 60 anos ou mais que gostariam de voltar no tempo com a consciência, conhecimentos e experiências que possuem hoje. Eles já sabem que a vida não é tão curta assim. Sabem que a vida é bem longa e o futuro que teremos é sempre uma construção, uma consequência do que fizemos décadas antes.

O grande milagre que você tem nas suas mãos nesse momento é ser jovem. O tempo é seu aliado nessa construção. Já a sua inimiga é a falta de conhecimentos, mas isso tem solução.

Se você puder acelerar esse processo de ganho de conhecimento e experiência, você terá a matéria prima para fazer o seu próprio milagre. Felizmente eu tive experiências na minha juventude que me forçaram a amadurecer e a buscar conhecimentos de forma muito precoce. Isso foi a base do milagre que promovi na minha vida e que hoje me permite estar aqui nessa tarde fazendo o que eu gosto de fazer.

O grande desafio é…

O seu grande desafio é escapar dos extremos. Existe um caminho do equilíbrio que é muito pessoal. Você não precisa deixar de ser jovem, de curtir a sua vida no presente para cuidar somente dos planos que irão construir uma vida cada vez melhor no futuro. É possível fazer as duas coisas, principalmente quando você ainda tem muito tempo como aliado.

Quanto mais a idade chega, menos tempo temos, embora isso possa ser compensado pelo conhecimento e experiências acumuladas. Se eu tivesse que começar do zero hoje, chegaria no topo novamente de forma mais rápida e sem tantos tropeços. Por isso, o conhecimento compartilhado pelos que já trilharam o caminho é algo tão valioso, mas que infelizmente poucos jovens valorizam.

Eu escrevi um artigo gratuito chamado “comece aqui” que dá uma introdução sobre a importância de construir fontes de renda que possam libertar você no decorrer da sua vida profissional. Eu escrevi um pequeno livro gratuito (pouco mais de 30 páginas) chamado “Primeiro Passo: Independência Financeira” que motivará você a refletir sobre o grande motivo que o fará ter a força de vontade necessária, por muitos anos, até se tornar independente. Além de todos os outros artigos que existem aqui no site, para os que estiverem realmente comprometidos, tenho um livro sobre independência financeira, com mais de 180 páginas e várias ferramentas de uso pessoal. Não existe nenhum milagre nesse material, pois esse milagre está dentro de você e o objetivo de tudo que escrevo é motivar você para que realize esse milagre por conta própria.

Leitura recomendada: lista de livros sobre investimentos.

Receba um e-mail quando novos artigos forem publicados, inscreva-se no Clube dos Poupadores. Ative as notificações no seu navegador clicando aqui ou no sino vermelho no canto inferior direito desta página